Global icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O primeiro mês da HBO Portugal é grátis: as sete séries que tem de ver

O primeiro mês da HBO Portugal é grátis: as sete séries que tem de ver

Catálogo do novo serviço de streaming inclui novidades, clássicos e blockbusters da televisão. Damos-lhe uma série para cada dia da semana
A Amiga Genial
HBO
Por Cláudia Lima Carvalho |
Publicidade

A televisão acabou de ficar mais interessante: depois de uma entrada tímida em 2015 através do TV Séries, a HBO chegou finalmente a Portugal com o seu serviço de streaming. Chama-se HBO Portugal e disponibiliza, desde esta segunda-feira, na mesma plataforma todos os títulos da gigante norte-americana, do fenómeno A Guerra dos Tronos a clássicos como Os Sopranos, Sete Palmos de Terra ou O Sexo e a Cidade. O serviço custa 4,99€ por mês e, além de estar online, está também disponível para clientes Vodafone.

O primeiro passo para esta estreia foi dado em 2015, quando o TV Séries passou a ser "Home of HBO", uma casa para programação da produtora norte-americana estreando todos os seus títulos. O ensaio ganhou agora forma e dimensão: na plataforma de streaming estão mais de 4500 conteúdos, “incluindo todas as temporadas” das séries originais da HBO, como se lê no comunicado da empresa. “A oferta da HBO Portugal incluirá ainda novos títulos, a estrear em simultâneo com os EUA”, lê-se na mesma nota.

Uma das dúvidas que permanecia era se, por exemplo, A Guerra dos Tronos estaria disponível no serviço, uma vez que em Portugal é o SyFy que detém os direitos de transmissão da série. Mas eis que todos os episódios da saga estão online – a oitava temporada chega a 15 de Abril com uma emissão em simultâneo. Ou seja, não vai ter de esperar 24 horas como de costume para ver o novo episódio, basta esperar até às 02.00.

Já a nova temporada de Big Little Lies, anunciada este fim-de-semana para Junho, será vista aqui.

Destaque ainda para séries como A Amiga Genial, baseada nos livros de Elena Ferrante sobre Lenu e Lila, duas amigas que se conhecem durante os anos 50, em Nápoles. Há ainda True Detective, Sharp Objects, Westworld, The Wire, Girls, para além de produções de outros estúdios aqui disponíveis como Killing Eve, Patrick Melrose, A Discovery of Witches, Krypton, Deadly Class, All American e As Feiticeiras.

Para além disso, a HBO Portugal tem ainda uma grande selecção de filmes, onde se encontra, por exemplo, toda a saga Harry Potter, e vários filmes premiados em Hollywood — de Sacanas Sem Lei a Gran Torino, de Lost in Translation a Mulher Maravilha.

À semelhança da Netflix, há ainda uma zona dedicada aos miúdos com filmes e séries infantis: não falta a Porquinha Peppa nem a Masha e o Urso, e ainda os já clássicos Shrek e Idade do Gelo.

Cada assinatura pode ter associados cinco dispositivos, mas só são permitidas duas transmissões em simultâneo. O primeiro mês do serviço é gratuito e para os novos clientes de televisão a Vodafone está a oferecer três meses – sendo que a operadora tem pacotes que incluem a HBO Portugal durante 24 meses.

“Anunciar a chegada da HBO Portugal de mãos dadas com a Vodafone é um motivo de grande orgulho, ou não fosse a HBO uma das maiores e mais emblemáticas produtoras de séries de televisão do mundo. Este acordo reforça um dos principais objetivos da Vodafone: dar aos nossos clientes aquilo que sabemos que eles querem ver, com a melhor experiência de televisão potenciada pela melhor rede de telecomunicações do mercado”, escreve em comunicado Mário Vaz, presidente executivo da Vodafone Portugal.

Apesar de já estar disponível desde esta segunda-feira, a apresentação oficial do serviço está marcada para terça-feira com Hervé Payan (CEO da HBO Europe), Mário Vaz (CEO da Vodafone Portugal) e os actores Stephen Dorff (True Detective) e Rodrigo Santoro (Westworld).

Sete séries para ver no HBO Portugal

A Guerra dos Tronos

É o maior fenómeno televisivo dos últimos anos, tendo conquistado até aqueles que diziam que não gostavam de séries de fantasia. Adaptada dos livros de fantasia de George R.R. Martin, As Crónicas de Gelo e Fogo editados em Portugal pela Saída de Emergência, A Guerra dos Tronos ensinou-nos a esperar o inesperado. Não é um cliché: esta foi a primeira série que matou protagonistas a torto e a direito. Em Abril, chega ao fim. Oito temporadas depois. Mas não se apoquente, a HBO tem vários projectos em mãos com este universo. Segundo a Variety, a produtora tem já em andamento uma nova série que se passará centenas de anos antes de A Guerra dos Tronos.

A Amiga Genial

Mais um fenómeno, agora dos livros: a tetralogia A Amiga Genial, de Elena Ferrante (editada em Portugal pela Relógio d’Água), deu uma série. A estreia foi no final do ano passado, mas por cá só agora pode ser vista. São oito episódios que contam a história das jovens Lila e Lenù, protagonizadas por Elisa del Genio e Ludovica Nasti, em crianças, e Margherita Mazzucco e Gaia Girace, em adolescentes. Elena Ferrante, o pseudónimo literário da autora que teima em manter-se no anonimato, colaborou na escrita do argumento.

Publicidade

Big Little Lies

Foi anunciada como uma minissérie de uma temporada apenas, mas o sucesso foi tal que a HBO anunciou mais uma leva de episódios. Big Little Lies, a série que trouxe Hollywood para a televisão, foi o melhor que vimos em 2017, em parte pelo efeito surpresa que causou. Uma história de mulheres, protagonizada por Shailene Woodley, Laura Dern, Nicole Kidman e Reese Witherspoon – as duas últimas são também as produtoras. Destaque para a interpretação dos miúdos e para a banda sonora de luxo. A segunda temporada chega em Abril e junta-se um peso pesado: Meryl Streep.

Sopranos

Em 2019 não há ninguém que não tenha ouvido falar de Sopranos. E não é por acaso: esta foi a série que marcou uma viragem na televisão, que provou que a qualidade na ficção não se resumia ao cinema. Nem as duas décadas que separam a estreia da série fazem esquecer James Gandolfini no papel de Tony Soprano, o pai de família e chefe da máfia de Nova Jérsia que recorre frequentemente à sua terapeuta para superar os problemas nos negócios e na vida privada. Criada por David Chase, a série, que chegou ao fim seis temporadas depois em 2007, venceu 21 Emmys e cinco Globos de Ouro.

Publicidade

The Wire

Aclamada como uma das melhores séries de sempre, The Wire (2002-2008) é a história do crime e do mundo da droga nas ruas de Baltimore. Criada por David Simone, a série continua actual nos dias de hoje, mostrando que a justiça e a verdade nem sempre está do lado da polícia. A decadência das instituições e a violência das ruas são um retrato muitas vezes real do que se passa no mundo.

Sete Palmos de Terra

Já sabemos que vamos todos morrer, mas não é fácil alguém conseguir deixar-nos a rir com isso. E esse é um dos muitos méritos de Sete Palmos de Terra, criada por Alan Ball, argumentista de Beleza Americana. E qual a melhor forma para falar da morte senão através de uma agência funerária? Aqui nas mãos dos disfuncionais Fisher. Eles lidam, com todo o profissionalismo, com a morte, a não ser quando lhes desaparece alguém querido. Mas a vida continua.

Publicidade

True Detective

A primeira temporada chegou em 2012, com Matthew McConaughey e Woody Harrelson como protagonistas, e arrebatou a crítica. As expectativas elevaram-se e à nova leva de episódios, em 2015, seguiram-se vozes de descontentamento. A segunda temporada da série policial de antologia não estava ao nível e as audiências sofreram. A terceira temporada estava anunciada, mas nunca foi chegando até 2019. Mahershala Ali é o protagonista e True Detective parece voltar à ribalta.

Mais para ver na televisão

Game of Thrones, dragons
Photograph: Courtesy HBO
Filmes

Vamos querer devorar estas dez séries em 2019

É inevitável falar em A Guerra dos Tronos quando se fala de televisão em 2019. Mas há mais séries para ver, incluindo Stranger Things, outro fenómeno mediático. Entre os regressos mais aguardados estão ainda Brooklyn Nine-Nine, O Justiceiro e Mr. Robot. E há novidades como Umbrella Academy e The Boys, duas séries de super-heróis fora do baralho.

Boneca Russa
Netflix
Filmes

Quatro séries a não perder em Fevereiro

Num ano televisivo que se vive em contagem decrescente para o grande final de A Guerra dos Tronos, Fevereiro não é o mês mais forte ou excitante, com os canais e as produtoras a guardarem algumas das suas apostas para a Primavera. Mesmo assim, há boas promessas.

More to explore

Publicidade