O que não pode perder no Serralves em Festa

Precisa de algumas dicas? Aqui tem uma lista do que não pode perder no Serralves em Festa

© DR“Transpor Fronteiras” é o lema da 15ª edição do Serralves em Festa

A 15ª edição da festa da festa acontece já neste fim-de-semana. São muitas as acções artísticas, numa programação que volta a contar com 50 horas ininterruptas. Para que tenha algumas coordenadas, aqui tem o que não pode perder no Serralves em Festa.

O que não pode perder no Serralves em Festa

Serralves em Festa fora de portas

Serralves em Festa fora de portas

Antes de começar o evento principal, o Serralves em Festa ainda vai animar as ruas da baixa do Porto. As performances começam hoje, às 15.00, junto ao centro comercial La Vie com La Parade Moderne (na foto) de Clédat & PetitPierre. O desfile, com duração de 45 minutos, vai percorrer a Rua Santa Catarina até ao Largo da Igreja de Santo Ildefonso, sempre acompanhado pelo Ensemble de Metais da Academia Costa Cabral e o Balleteatro. No fim vai poder assistir a Sursauts, uma peça coreografada por Mathilde Monnier, uma referência no panorama da dança contemporânea francesa e internacional. Quem chegar hoje ao aeroporto Francisco Sá Carneiro também vai ter uma surpresa, uma performance de Los Excentricos com o nome The Melting Pot Pourri. A festa também vai chegar à Marginal de Matosinhos com De Paso da Companhia Industrial Teatrera

Música

Música

Costuma ser uma das áreas mais fortes do Serralves em Festa. O local mais mediático é habitualmente o Palco do Prado, com festas marcadas para sexta-feira 1 e sábado 2 à noite, que este ano incluem os históricos 23 Skidoo, para fornecimento de uma boa dose de saturação rítmica e aspereza punk. A americana Jlin (na fotografia) também vai lá estar, com uma electrónica densa e cadenciada que lhe tem dado fama. Memorável deverá ser a actuação dos Filastine & Nova, o encontro entre um percussionista catalão e uma vocalista indonésia. Os portugueses Orelha Negra também não costumam defraudar expectativas. Noutros locais, recomenda-se vivamente a cora da Ballaké Sissoko Orchestra, do Mali, assim como o jazz de Hailu Mergia, da Etiópia, e a toada espectral dos Nihiloxica, do Uganda.

Publicidade
Dança

Dança

A dança nunca falta à chamada de um Serralves em Festa, podendo-se este ano contar com a participação de Mathilde Monnier, que traz Sursauts (na fotografia), um espectáculo baseado no salto. Num registo mais tradicional, conte-se com a Cerimónia Bwaba Máscaras da Lua do Burkina Faso, feita de danças tradicionais de iniciação. Já Nacera Belaza vai trazer o seu hipnótico Sur Le Fil, um espectáculo de transes envoltos em ritmos fortes.

Circo

Circo

Os frequentadores desta festa já se habituaram a encontrar no circo um ponto alto. É para isso que lá estarão os Melting Pot Pourri, um grupo com anos de experiência que vai trazer alguns dos seus números clássicos. Divertida deverá ser também a Companhia Industrial Teatrera, que vem brincar com o ciclo da vida e, provavelmente, envolver os espectadores nas suas graças. Para tirar a respiração ao público, estará cá o Cirque Inextremiste (na fotografia), às voltas com um grandioso balão de ar quente.

Publicidade
Outras áreas

Outras áreas

Entre as demais actividades a ver, o destaque vai para o espectáculo de funambulismo de Tatiana-Mosio Bongonga com música dos Osso Vaidoso, na fotografia (Ana Deus e Alexandre Soares) numa conjugação de equilíbrios única. Já a instalação Els Recicloperats, de Katakrakpromete dar nas vistas de outra forma, sendo feita com objectos reciclados e envolvendo a participação do público. Atenção ainda à instalação musical A Carnatic Paradigm, de Mark Fell e músicos convidados, instalada na Casa de Serralves e baseada nos sons tradicionais do Sul da Índia.

 

Mais coisas para fazer

Tudo o que pode fazer na Avenida da Boavista

O Porto é fervilhante e a prova disso é que impossível morrer de tédio esteja onde estiver. Em cada rua ou esquina da cidade há sempre alguma coisa a acontecer. Passe os olhos por esta lista e fique a saber tudo o que pode fazer na Avenida da Boavista. Nesta artéria com 5,5 quilómetros (que lhe vai levar mais de uma hora a percorrer em ritmo de passeio) vai encontrar lojas de roupa e calçado de marca, bons restaurantes, sítios para relaxar e outros com muitas opções culturais. Boa caminhada.

Ler mais
Por Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Coisas para fazer em família no Porto

Está saturado das semanas intermináveis de chuva e de fins-de-semana passados entre quatro paredes? Já não sabe o que fazer à energia dos mais novos lá de casa? Este sábado pode acordar cedo os miúdos — ou deixar-se acordar por eles — guardar os impermeáveis e sair à rua. Não, não chegou o Verão, mas a Primavera quer florescer e faz um breve intervalo na chuva. E como fim-de-semana é sinónimo de família e programas bem passados, damos-lhe algumas sugestões para o fazer fora de casa. 

Ler mais
Por Joana Silva

Comentários

0 comments