A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
NEWSLETTER_NYCK_20201218_02-Muppets-2048x1536
Walt Disney Pictures'Os Marretas' fica agora disponível no Disney+

Oito séries a não perder em Fevereiro

O mês é mais pequeno, mas nem por isso as plataformas de streaming parecem guardar apostas. Apontamos as séries que vai valer a pena ver.

https://d32dbz94xv1iru.cloudfront.net/customer_photos/14d3bbef-59cc-4753-a960-2f64c64804b1.jpg
Escrito por
Sebastião Almeida
e
Eurico de Barros
Publicidade

Os serviços de streaming não param de dar ao mundo séries frescas e boas. Em Fevereiro, por exemplo, a Netflix estreia Cidade Invisível, uma produção sobrenatural brasileira, e Tribes of Europa, série alemã que nos transporta para 2074, quando a Europa está dividida em pequenos estados tribais. Mas também a HBO promete com Vitals, série documental gravada num hospital de Barcelona durante o pico da pandemia de covid-19. Há ainda novidades para ver na televisão nacional: é o caso de Até que a Vida nos Separe, produção da RTP sobre uma família convencional. Aí vão oito séries a não perder em Fevereiro.

Recomendado: Minisséries da Netflix que tem de ver

Oito séries a não perder em Fevereiro:

1. The Lady and the Dale

Na década de 1970, durante a crise do petróleo, Elizabeth Carmichael, uma mulher trans com um passado ligado ao crime, foi catapultada para a fama ao anunciar a criação de um veículo de três rodas, conhecido como o Dale. A empresária afirmava que se tratava de um automóvel com uma alta eficiência energética e segurança e que permitiria percorrer 40 quilómetros por litro de combustível. Produzida pelos irmãos Duplass (Room 104) e realizada por Nick Carmichael e Zackary Drucker, esta minissérie documental retrata a ascensão e queda da empresária, à medida que a atenção dos media vai pondo a descoberto um passado cheio de contradições.

HBO. Segunda-feira, 1.

2. Até que a Vida nos Separe

É a primeira série da estação pública a estrear-se em 2021 e traz-nos a história dos Paixão, uma família comum, que poderia ser a nossa. Escrita por João Tordo, Hugo Gonçalves e Tiago R. Santos e realizada por Manuel Pureza, a nova aposta da RTP oscila entre entre o drama e a comédia, retratando diferentes formas de entender o amor pelo olhar de várias gerações da família. Com Rita Loureiro, Dinarte Branco, Henriqueta Maya, José Peixoto, Madalena Almeida e Diogo Martins nos papéis principais e com a participação de Albano Jerónimo ou Teresa Tavares, entre outros.

RTP. Quarta-feira, 3.

Publicidade

3. Cidade Invisível

Eric, um detective da polícia, é o herói desta série sobrenatural brasileira. Após encontrar um estranho animal morto numa praia do Rio, ele vê-se envolvido na investigação de um assassinato que o põe no meio de uma batalha entre o bem e o mal, e o faz descobrir um mundo subterrâneo habitado por criaturas do imaginário popular do Brasil.

Netflix. Sexta-feira, 5.

4. Vitals

Intenso, comovente. Estas são palavras certeiras para caracterizar a nova série documental de três episódios realizada pelo catalão Fèlix Colomer. O cenário é um hospital de Sabadell, perto de Barcelona, que atravessa um momento crítico da pandemia provocada pela covid-19. A série acompanha doentes internados até ao momento em que regressam a casa e conta as suas histórias, bem como a dos profissionais de saúde que fazem tudo para lhes salvar a vida. Mais do que números de infectados, de mortos ou de doentes em cuidados intensivos, esta produção propõe-se a contar as histórias particulares de quem já encarou o vírus de frente.

HBO. Domingo, 7.

Publicidade

5. The Crew

Criada por Jeff Lowell, com Kevin James no papel principal, a nova comédia da Netflix retrata as peripécias de uma equipa fictícia de NASCAR. Quando o dono da Bobby Spencer Racing decide retirar-se da competição e passa a chefia à filha Catherine (Jillian Mueller), o protagonista interpretado por Kevin não reage bem. 

Netflix. Segunda-feira, 15.

6. Os Marretas

Depois de The Mandalorian e de WandaVisionOs Marretas são a nova adição sonante ao catálogo do Disney+. Falamos, atenção, das cinco temporadas originais de The Muppet Show, criadas entre 1976 e 1981 por Jim Henson, que se juntam aos restantes filmes, curtas-metragens e séries, como Mais Marretas do que Nunca, incluídos na "Colecção Os Marretas" do serviço de streaming.

Disney+. Sexta-feira, 19.

Publicidade

7. Tribes of Europa

Em 2074, após uma misteriosa catástrofe global, a Europa está dividida em numerosos pequenos estados tribais, alguns dos quais combatem entre si para dominar o que resta do Velho Continente. Três irmãos são apanhados no meio deste conflito, quando ficam de posse de um misterioso cubo. Uma série produzida na Alemanha.

Netflix. Sexta-feira, 19.

8. Big Sky

David E. Kelley é o criador desta nova série policial, em que uma detective particular se junta a uma antiga agente da lei, para procurarem duas irmãs que foram raptadas por um camionista no Montana, descobrindo que houve antes mais desaparecimentos na zona. Com Katheryn Winnick, Kylie Bunbury e Ryan Phillippe.

Disney+. Terça-feira, 23.

Mais séries para ver:

  • Filmes

As listas, como quase tudo nesta vida, são relativas. Mas depois de enchermos uma espécie de conselho de administração com loucos de séries televisivas e outros consultores da redacção da Time Out, chegámos a estas 25. Portanto, se vai começar a disparar insultos e a pedir justificações para as suas séries de comédia preferidas não estarem aqui avisamos já que não vai ter sucesso. Podiam ser outras, mas são estas. E pedimos desculpa às que ficaram de fora. Mais um alerta à tripulação: estas séries de comédia estão ordenadas apenas por ordem alfabética, que não queremos alimentar ainda mais a polémica. Ria-se connosco.  Recomendado: Séries a não perder este mês

  • Filmes

Começou timidamente em Portugal, com uma mão cheia de bons conteúdos e algumas apostas menos conseguidas. Com o passar dos anos, ganhou terreno, fez muitos de nós trocar as noitadas na rua pelas noites no sofá e na cama, e é difícil imaginar a vida sem saber que a temos ali. Filmes, séries, documentários, docusséries, há muito material para ver e fazer verdadeiras maratonas visuais sem sair de casa (e mesmo se o quiser fazer, é só levá-la no telefone). Junte-se à febre do streaming e conheça as melhores séries para ver na Netflix. Recomendado: As 25 melhores séries de comédia

Publicidade
  • Filmes

Ter menos coisas é sinónimo de mais tempo e liberdade para fazer o que lhe dá prazer. Mas ser minimalista não significa abdicar de todas as suas posses materiais nem deixar de consumir. Significa, sim, livrar-se do que não é essencial e aprender a consumir melhor. Para o ajudar a pôr a vida em ordem, reunimos duas séries e dois documentários sobre o poder do menos. Desde Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, do movimento The Minimalists, até à guru da organização Marie Kondo, estes são os professores e as lições de que precisa para aprender mais sobre minimalismo, organização, casas pequenas e desperdício zero.

Recomendado: Três documentários sobre sustentabilidade para ver em casa

 

  • Filmes

É verdade que os serviços de entrega de comida continuam a levar o melhor dos restaurantes às nossas casas, mas não é a mesma coisa. Ainda bem que existem séries e documentários que ajudam a matar saudades das histórias dos chefs, das paredes dos restaurantes, e muito mais. Há de tudo nesta ementa: desde clássicos modernos, como Anthony Bourdain: No Reservations e Jiro Dreams of Sushi, a fenómenos mais recentes, como Ugly Delicious. E sim, bem sabemos que o efeito destas incursões audiovisuais não é propriamente o que queremos, tendo em conta que há pouco mais a fazer do que fazer rusgas ao frigorífico. Esta lista é para comer tudo com os olhos e nada com a boca. O que já não é pouco.

Recomendado: 80 restaurantes no Porto com entregas take-away

Publicidade
  • Filmes

Há cada vez mais e melhores séries de super-heróis na televisão. Dos personagens da DC no chamado Arrowverse do canal CW – Arrow, The Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl – à comitiva da Marvel na Netflix – Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro –, passando pelos inúmeros vigilantes (e não só) que se desdobram por outros canais e plataformas, sem se inserirem num complexo universo partilhado, com Watchmen da HBO à cabeça.

Mas não é de agora que há super-heróis na televisão: há uma ou outra velha série que merece ser revista. A começar pelos desenhos animados de Batman dos anos 90.

Recomendado: 12 grandes filmes de piratas

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade