A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Reitoria - Ovos Rotos
©João SaramagoOvos Rotos do Reitoria

Os melhores pratos com ovos no Porto

Não sabemos quem nasceu primeiro, mas sabemos onde se comem os melhores pratos com ovos no Porto e isso é muito mais importante

Escrito por
Teresa Castro Viana
Publicidade

Há poucos ingredientes tão versáteis quanto o ovo, que cai bem em qualquer refeição. Do pequeno-almoço ao jantar, pode ser apresentado de mil e uma formas. Fritos, mexidos, escalfados e cozidos, sobre fatias de pão ou rodelas de batatas, estes são apenas alguns exemplos de como os ovos podem ser apreciados à mesa. Na Invicta não faltam restaurantes que sabem tirar o melhor partido deste ingrediente, por isso, preparámos-lhe esta lista com os melhores pratos com ovos no Porto. Agora é só escolher. Bom apetite.

Recomendado: Os 10 melhores brunches no Porto

Os melhores pratos com ovos no Porto

  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 2 de 4

O nome engana, porque nem só de queijo se faz a carta deste espaço que reabriu em Maio com um novo conceito. O ovo escocês, uma das recriações do chef João Pupo Lameiras, já é um ex-líbris da casa e percebe-se porquê: cozido durante seis minutos, é envolvido numa pasta de salsicha e linguiça, frito e servido com cournichons e um creme de cebola e cerveja preta. Sim, é um daqueles pratos que apetece a qualquer hora.

Preço: 7,50€.

  • Restaurantes
  • Cafés
  • Baixa
  • preço 2 de 4

A moda das tostas com abacate e ovo escalfado – boas e bonitas, é certo, mas também pouco originais – obrigou a uma lufada de ar fresco nas cartas de alguns restaurantes da cidade. Foi o que o Zenith fez. No menu brilham estes ovos escalfados e panados, servidos em cima de uma tosta de pão de água com bacon crocante, abacate, tomate-cereja e molho holandês. Garantimos-lhe que vai sair de lá feliz.

Preço: 8,50€.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Steakhouse
  • Baixa
  • preço 2 de 4

Se pensava que a carne e as focaccias eram as únicas especialidades do Reitoria, está muito enganado. Os petiscos, onde brilham confecções portuguesas, espanholas e italianas, também dão vida à carta deste restaurante. E os ovos rotos, servidos com chistorra, um enchido espanhol feito com carne de porco, alho e pimento, mais cogumelos e azeite de trufa, são dos mais procurados. Para melhorar o cenário, os ovos vêm com a gema líquida, perfeita para envolver com o resto.

Preço: 11€.

  • Restaurantes
  • Petiscos
  • Baixa
  • preço 3 de 4

Num restaurante onde os petiscos portugueses e as tapas espanholas são estrelas, os ovos tinham de fazer parte da equação. E ainda bem. Os que aqui vê na imagem, mexidos mas pouco, para não perderem a cremosidade, são servidos com alheira de caça de Mirandela e espinafres salteados. Se preferir uma versão à moda de nuestros hermanos, atire-se à tortilha de batata e aos ovos rotos com paletilla ou morcilla ibérica.

Preço: 8€.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Quem nunca acabou uma noite de copos no Pajú, não conhece a incrível sensação de devorar de madrugada uma pratada de ovos verdes acabados de fritar. Depois de cozidos, são recheados às metades (seis ovos inteiros dão 12 ovos verdes) com um preparado à base de azeite, alho, bacon, tabasco, gema e salsa picada. Depois, são passados por ovo batido, pão ralado e fritos em óleo bem quente antes de lhe chegarem à mesa.

Preço: 1,10€/unidade.

  • Restaurantes
  • Português
  • Flores
  • preço 3 de 4

Foram uma das receitas mais famosas do Belcanto, que é hoje o restaurante de José Avillez, com duas estrelas Michelin, em Lisboa. Não constavam na carta, mas eram feitos pelo médico José Cid dos Santos (1907-1975) na cozinha do restaurante, já tarde e a más horas, quando saía do Hospital da Ordem Terceira, no Chiado. O chef, que assumiu o Belcanto em 2012, transportou-os para o Cantinho, onde são um sucesso. O prato leva dois ovos cozinhados a baixa temperatura, chouriço, sal, pimenta e pão frito por cima.

Preço: 7,50€.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Brasseries
  • Baixa

Os ovos são dos ingredientes mais versáteis que por aí há. São bons ao pequeno-almoço, ao almoço e ao jantar, ficam bem fritos, mexidos ou como aqui vê, mergulhados numa pequena caçarola (em francês, cocotte). Nesta versão são cozinhados no forno com natas, dentro de uma terrina de cerâmica, e servidos com espinafres. Se preferir, pode pedi-los também com salmão fumado, bacon ou trufa. E, como estamos a falar de um espaço francês, o pão é servido para acompanhar.

Preço: 8€.

  • Restaurantes
  • Salas de chá
  • Galerias
  • preço 1 de 4

Um brunch sem ovos é como um jantar sem vinho: não tem graça nenhuma. Ana Maio, mentora da Miss Pavlova, pensou provavelmente no mesmo quando lançou o Mr Brunch, com seis receitas de ovos à escolha. Os clássicos Benedict, escalfados e servidos com molho holandês sobre uma fatia de bacon num pão tipo english muffin, são dos preferidos da clientela. E percebe-se porquê. O pão é levemente tostado, o ovo vem com a consistência perfeita e o aspecto é tão bonito que faz crashar o Instagram.

Preço: 6€.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Vegetariano
  • Cedofeita
  • preço 1 de 4

Dois ovos fritos em manteiga, servidos com iogurte grego temperado com sal e limão, mais azeite e manteiga noisette infusionada com paprika, alho e cominhos. Sim, os ovos turcos do Época são tão bons como parecem. Ideais para o pequeno-almoço de sábado (porque há mais tempo para saborear e mais oportunidades para queimar as calorias ingeridas), combinam bem com um café de filtro. Se quiser tornar a refeição ainda melhor, peça umas fatias de pão de fermentação lenta para acompanhar.

Preço: 6€.

Mais pratos para provar no Porto

Publicidade
  • Restaurantes

Sabe que está no Porto quando lhe chegam à mesa doses generosas de comida bem feita. Há petiscos, sandes, pratos de autor, doces e até iguarias de várias partes do mundo. Esta lista de 30 pratos que tem de comer no Porto é uma edição de coleccionador, entenda-se. Bom apetite.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade