30 pratos que tem de comer no Porto

Como sabemos que o apetite nasce à mesa, aqui ficam os 30 pratos que tem de comer no Porto
Snack Bar Gazela
© João Saramago Aqui servem-se 300 cachorros por dia
Por Editores da Time Out Porto |
Publicidade

Sabe que está no Porto quando lhe chegam à mesa doses generosas de comida bem feita. Há petiscos, sandes, pratos de autor, doces e até iguarias de várias partes do mundo. Esta lista de 30 pratos que tem de comer no Porto é uma edição de coleccionador, entenda-se. Bom apetite.

30 pratos que tem de comer no Porto

Quintal Bioshop
© Cláudia Paiva
Compras, Mercearias

Chamuças vegetarianas do Quintal Bioshop

icon-location-pin Cedofeita

Chamuças não são sinónimo de fritos. Se não acredita, vá ao Quintal e prove as vegetarianas. São feitas no forno – óleo, nem vê-lo – e levam ervilhas, cenoura, batata e temperos indianos. 1,30€.

Brasão Cervejaria
© João Saramago
Restaurantes, Cervejarias

Cebola frita com maionese de alho negro do Brasão

icon-location-pin Aliados

É, sem sombra de dúvida, a forma mais original – e saborosa, já agora – de comer cebola nesta cidade. A cebola é aberta como se fosse uma flor, separada em pequenos gomos, frita num polme muito leve e servida com uma maionese de alho negro. Ideal para dividir, claro está. 5€.

A Time Out diz
Publicidade
Cozinha da Amélia
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Português

Bolinhos de bacalhau da Cozinha da Amélia

icon-location-pin Porto

Poucas coisas sabem tão bem como uns bolinhos de bacalhau antes da refeição. Os da Cozinha da Amélia – antigo Redondo da Ramada Alta – são secos, crocantes e bem recheados, como se quer. 1€.

Casa Agrícola
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Fusão

Rosbife à inglesa da Casa Agrícola

icon-location-pin Campo Alegre

Se quiser comer bem e beber um copo depois do jantar, enquanto ouve boa música, a Casa Agrícola é o melhor sítio para o fazer. O rosbife à inglesa, para dois, com uma montanha de batata palha e esparregado é a estrela da companhia. Quando provar vai perceber porquê. 28,30€.

Publicidade
Snack Bar Gazela
© João Saramago
Restaurantes

Cachorrinho do Gazela

icon-location-pin Santa Catarina

Os cachorrinhos do Gazela dispensam apresentações. Quem é que nunca esperou pacientemente por um lugar ao balcão? Quem é que nunca debicou os pequenos bocados de pão torrado, salsicha fresca e queijo derretido? Quem é que nunca reforçou, no pedido, “é com picante”? Quem nunca o fez que se redima e o faça, s.f.f. 3,10€.

Santiago
© João Saramago
Restaurantes, Cervejarias

Francesinha do Café Santiago

icon-location-pin Santa Catarina

Já se sabe que o assunto 
“a melhor francesinha do Porto” dá direito a discussão. Para tirar as teimas, levámos os portuenses à mesa de voto e apurámos um vencedor: a do Café Santiago. Os críticos da revista foram, depois, prová-la e, de um trio de finalistas, voltou a sair a vencedora. 9,50€.

Publicidade
Taberna dos Mercadores
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Português

Tacho de carnes arouquesas da Taberna dos Mercadores

icon-location-pin Ribeira

A arouquesa é uma raça pouco comum nas ementas dos restaurantes portugueses mas, pela amostra da Taberna dos Mercadores, não merecia ser ignorada. Este tacho traz uma mistura de vários cortes tenros, com cebola e cenoura, que foram a cozinhar com a carne, e batatas e brócolos ao lado. 14,50€.

Xico Queijo
©João Saramago
Bares

Bife tártaro do Xico Queijo

icon-location-pin Galerias

Não é um prato que agrade a todos, é certo, mas o tártaro de novilho do Xico Queijo merece (mesmo) ser provado. É acompanhado por tostas e salada de alfaces, com rúcula e tomate cereja. E como todos os tártaros que se prezem, vem com uma gema de ovo em cima a pedir para ser envolvida na carne. Para beber? Uma sangria rosé de pepino e uvas, claro. 16€.

Publicidade
Adega São Nicolau
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Português

Galo à Bordalesa da Adega São Nicolau

icon-location-pin Ribeira

Uma confissão: foi muito, muito difícil escolher o melhor prato da Adega São Nicolau. Mas e os filetes de polvo? E o polvo à lagareiro? E a torta de laranja? Após um concílio de críticos, chegou-se à conclusão que o galo à bordalesa, cozinhado em vinho verde tinto, merecia estar na lista. 12,50€.

A Time Out diz
Girassol
Booking.com
Hotéis

Posta com batata a murro do Girassol

icon-location-pin Santa Catarina

Há duas coisas essenciais numa boa posta de vitela: ser tenra – e a do Girassol é – e ser servida com umas boas batatas a murro – a do Girassol também é. Os pratos são caseiros e as doses muito generosas. 9€.

Publicidade
Palco - Vitela à Délia
Fotografia: João Saramago
Restaurantes

Vitela à Délia do Palco

icon-location-pin Baixa

É, nada mais, nada menos, do que um rabo de vitela estufado e desfiado, envolvido em foie gras e acompanhado com puré de batata trufada. Tadam! 13€.

The Bird - Brunch
©João Saramago
Restaurantes, Salas de chá

Scones do The Bird

icon-location-pin Foz

O mais importante num scone é não esfarelar assim que se parte o primeiro bocadinho. Só por isso, o do The Bird, na Foz, já leva um ponto de avanço. O segundo, é vir ainda quentinho, acabado de sair do forno (e não do microondas) – mais um ponto. E o terceiro é a companhia, claro, neste caso composta por uma manteiga e duas compotas. 3€.

Publicidade
Presto Pizza
© João Saramago
Restaurantes, Italiano

Tarte de brigadeiro da Presto Pizza

icon-location-pin Cedofeita

Se o seu coração palpita quando lhe cheira a chocolate, prove a tarte de brigadeiro da Presto Pizza. Leva leite condensado, manteiga e chocolate sobre uma base de bolacha. 3,20€.

Sandes de Presunto
©João Saramago
Restaurantes, Português

Sandes de presunto da Taxca

icon-location-pin Baixa

É uma espécie de extensão d’A Badalhoca original, fundada por antigos clientes da casa-mãe. A sandes de presunto, com fatias e fatias de bom presunto dentro de um pão guloso, é uma das nossas preferidas. A outra é a P.O., que leva presunto e ovo. 2€.

Publicidade
A Badalhoca
© João Saramago
Restaurantes, Português

Sandes de rojões d'A Badalhoca

icon-location-pin Pinheiro Manso

A fama da Badalhoca vai muito além da sandes de presunto. A de rojões é feita com o pão da Padaria Lua de Mel, dos mesmos donos da tasca, e sai a toda a hora. E os rojões saem directamente do tacho para o pão. 1,50€.

Camera
Restaurantes, Restaurantes

Sandes Virtudes d'A Sandeira

icon-location-pin Taipas

Exímia na arte das sanduíches, A Sandeira tem três grandes trunfos: a qualidade do pão, o facto de este vir morno e levemente tostado, e de ter uma base de alface, sementes de sésamo e papoila e um molho com um toque ácido. Depois disto, é escolher o recheio. E o de queijo de cabra, nozes e mel é muito bom. 4,50€.

Publicidade
A Capoeira - Bacalhau à Brás
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Português

Bacalhau à Brás d'A Capoeira

icon-location-pin Foz

Numa capoeira tem que haver ovos e n’ A Capoeira sabem bem usá-los. Servem, por exemplo, para rematar o bacalhau à Brás, prato que só há à terça-feira mas que vale a pena provar. As batatas são cortadas e fritas na hora. Não há cá alternativas de pacote. 8,70€.

A Time Out diz
Brick Clérigos
© João Saramago
Restaurantes, Europeu contemporâneo

Rissóis de camarão do Brick Clérigos

icon-location-pin Baixa

Além de ter a mesa comunitária mais alegre da cidade, o Brick serve, nos meses de Inverno, uns excelentes rissóis de camarão, com recheio generoso e massa fina, que fazem parte da tábua de peixe. 1,20€

A Time Out diz
Publicidade
O Gaveto
© João Saramago
Restaurantes

Sapateira recheada d'O Gaveto

icon-location-pin Matosinhos

Matosinhos é cidade de bom peixe e bom marisco e O Gaveto é um dos melhores restaurantes para provar que o que lhe dizemos é verdade. A sapateira vem da Bretanha e dá para três pessoas. O recheio varia se o bicho for fêmea, ou seja, se tiver corais é servida ao natural. Mas se for macho leva um preparado com broa, cerveja, ovo cozido, pickles e maionese. 35€/ kg.

Casa Aleixo - Filetes de Polvo com Arroz do Mesmo
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Português

Filete de polvo da Casa Aleixo

icon-location-pin Campanhã

Apetece-lhe filetes de polvo e não sabe onde os pode comer? Vá à Casa Aleixo. Os filetes de polvo são um dos cartões de visita gastronómicos da cidade. A receita tem dezenas de anos e o sucesso é tanto que não há dia em que o prato não esteja disponível. Vem com arroz de polvo seco a acompanhar. 16,90€.

Publicidade
Restaurante Zizi
© Cláudia Paiva
Restaurantes

Massada de robalo do Zizi

icon-location-pin Grande Porto

O Zizi é um templo dedicado ao bom peixe e ao bom marisco. O facto de estar mesmo em frente à Praia da Aguda ajuda imenso. A massada de robalo é feita com massa de cotovelos e tranches de robalo escalado e é um dos pratos obrigatórios. 22,50€.

Cantina 32
Fotografia: João Saramago
Restaurantes

Vitela na brasa à Lafões da Cantina 32

icon-location-pin Flores

Na carta do badalado Cantina 32, este prato encontra-se na secção "para dois com alguma fome". Mas serve quatro à vontade. A carne é deliciosa, vem mal passada, e em nacos ainda com alguma gordura (como se quer). É acompanhada de batata a murro e uma alface iceberg com molho vinagrete e polvilhada com queijo emmental. 25€

Publicidade
Restaurantes, Português

Sandes de Pernil d'A Casa Guedes

icon-location-pin Baixa

Aquilo que se passa atrás do balcão da Casa Guedes é magia. Magia à vista de todos. Está lá o pernil assado, com a crosta bem tostada, a nadar em molho; estão os queijos da Serra, bem amanteigados, alinhados à espera do corte; está o pão a ser tostado numa torradeira ao fundo; e está o senhor César a juntar os três ingredientes para aquela que é uma das melhores sandes da cidade. 3,75€

Portugandhi
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Indiano

Chicken tikka massala do Portugandhi

icon-location-pin Baixa

Facto: há poucos indianos de qualidade no Porto. Este, mesmo tendo uma costela portuguesa, cumpre bem a parte indiana. O chicken tikka massala, com uma carne bem tenra, tem um molho bem apurado, ideal para encharcar o arroz perfumado. 10,50€.

Publicidade
Shiko
© Shiko
Restaurantes, Japonês

Cavala marinada do Shiko

icon-location-pin Batalha

A tasca japonesa de Ruy Leão já é um caso de sucesso na cidade. Um dos motivos chama-se cavala marinada. Depois de arranjada e marinada, é braseada e regada com um molho à base de vinagre de ameixa, miso e alho. 8€.

Frida - Pescado Tatemado
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Mexicano

Pescado tatemado do Frida

icon-location-pin Cedofeita

É sempre bom viajar, nem que seja através da comida. O pescado tatemado é uma boa forma de ir ao México sem sair daqui. O filete de robalo é temperado com molho de tomate e chilli e embrulhado numa folha de milho. 14,50€

Publicidade
Casa D'Oro
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Italiano

Pizza Diavola da Casa D'Oro

icon-location-pin Porto

Parte do segredo do sucesso das pizzas da Casa D’Oro está na massa fina e estaladiça – graças aos poucos minutos no forno de lenha. A outra parte está na qualidade do produto. O salame picante que compõe a Diavola é imbatível. 11€.

Taberna Santo António
© João Saramago
Restaurantes, Português

Mousse de chocolate da Taberna Santo António

icon-location-pin Baixa

O segredo desta mousse está na forma de a envolver. Faz-se duas vezes ao dia e é melhor depois de algum tempo no frio. Se chegar à Taberna de Santo António e já houver poucas, peça para guardar. 2,20€

Publicidade
Miss Pavlova
© João Saramago
Restaurantes, Salas de chá

Pavlova exótica da Miss Pavlova

icon-location-pin Galerias

Todas as pavlovas da Miss Pavlova – imagine um imponente bolo com suspiros e natas – são dignas de serem experimentadas. Mas a exótica, com um curd de maracujá e frutos silvestres, está no topo da lista. 2,80€/ fatia.

Restaurantes, Geladarias

Bolo gelado da Gelataria Neveiros

icon-location-pin Bonfim

Os gelados da Neveiros dispensam apresentações. Mas o que talvez não conheça é o bolo gelado. Leva os sabores tradicionais – chocolate, morango, caramelo e framboesa – dispostos em camadas. Ainda assim, o cliente pode pedir os sabores que bem entender. Por cima leva chantilly e amêndoa. 15€.

E para acabar em grande

Candelabro
Fotografia: João Saramago
Bares

Os melhores bares no Porto

Não há nada melhor do que sair do trabalho e rumar a uma mesa de um qualquer bar da cidade. Ou começar a noite num bar cheio de pinta e só depois seguir para as melhores festas da cidade... A verdade é que a competição dos melhores bares no Porto é renhida e há opções para todos os gostos e localizações.

Letraria - Craft Beer Garden
© Cláudia Paiva
Bares, Cervejaria artesanal

Os melhores bares de cerveja no Porto

Não nos opomos à barriga de cerveja - é bem portuguesa e não brincamos com a tradição. Mas com barrigadas desnecessárias não compactuamos, se é para beber um fino que seja como deve de ser. Não se perca e vá atestar o depósito com a melhor cerveja do Porto. 

Publicidade
Cremosi
© João Saramago
Restaurantes, Geladarias

Os melhores gelados no Porto

Somos gulosos assumidos e não temos problemas em admiti-lo. A prova é esta lista dos melhores gelados no Porto, que nos faz querer que o Verão dure até ao Natal. Nela, há opções para todos os gostos, da fruta ao chocolate, dos sabores mais tradicionais aos mais ousados...

Publicidade