Os melhores restaurantes para comer muito e pagar pouco no Porto

A arte de bem servir, em qua​ntidade ​e qua​lidade​, impera nos restaurantes da cidade. Mas melhor do que ter o prato cheio, é não ter que esvaziar a carteira no final da refeição. Aqui estão os melhores restaurantes para comer muito e pagar pouco no Porto
Taberna de Santo António - Cozido à Portuguesa
Fotografia: João Saramago O belo do Cozido à Portuguesa
Por Teresa Castro Viana |
Publicidade

Prato farto, comida genuína e boa bebida a acompanhar uma refeição que sai por meia dúzia de tostões. Onde? No Porto, claro. Se tem amor à comida, mas também tem ao dinheiro, leia o que se segue. Depois, junte um grupo de amigos e encha a barriga com comida a sério. Um fartote que lhe vai ficar por uma pechincha.

Os melhores restaurantes para comer muito e pagar pouco

Restaurantes, Português

A Casa Guedes

icon-location-pin Baixa

É um clássico da cidade e se já está a torcer o nariz por achar que comer barato é sinónimo de fazer uma refeição à base de pão, continue a ler. Além das incríveis sandes de pernil com queijo da Serra, que são uma óptima forma de começar o repasto, tem mais por onde escolher: há bolinhos de bacalhau bem recheados, papas de sarrabulho, pratos de bacalhau à Braga ou, então, alheira com batata e ovo. Para beber, peça o vinho Espadal fresquinho ou uns finos, que aqui são tirados com mestria.

Taberna Santo António
© João Saramago
Restaurantes, Português

Taberna Santo António

icon-location-pin Baixa

A simpatia do senhor Vítor e da dona Hermínia contagiam e fazem com que toda a gente queira voltar à Taberna Santo António. O mesmo acontece com os pratos de comida portuguesa que são servidos nesta tasca portuense. Comece pelos rissóis e bolinhos de bacalhau e, depois, atire-se a um dos pratos feitos sem truques, como o cozido à portuguesa. À sobremesa não pode deixar de provar a mousse de chocolate, uma das melhores da cidade. De barriga cheia, vá até ao miradouro das Virtudes, mesmo ali ao lado, e desfrute de uma das melhores vistas da cidade.

Publicidade
Casa Ferreira
© João Saramago
Restaurantes, Português

Casa Ferreira

icon-location-pin Cedofeita

Na Casa Ferreira fazem-se algumas das melhores sopas da cidade, como a de couve galega e a canja de galinha. E é por aí, caro leitor, que deve começar. Depois, atire-se a um dos pratos do dia, sempre portugueses e tradicionais, ou a um dos sucessos da carta, o Bife à Ferreira. O que é? É uma posta de alcatra servida com queijo, fiambre, ovo a cavalo, batatas fritas às rodelas e um molho que grita pelo mergulho de um pedaço de pão. Se houver baba de camelo, peça sem hesitar.

A Time Out diz
Adega Rio Douro
© João Saramago
Restaurantes, Português

Adega Rio Douro

icon-location-pin Porto

Terça-feira há fado vadio durante a tarde na Adega Rio Douro, ou na Tasca da Piedade, como alguns lhe chamam, mas todos os dias há bons petiscos como panados, rissóis e bucho para ir picando enquanto bebe umas cervejas. Ao almoço a casa enche, culpa dos pratos do dia servidos a 3,50€. Já quinta-feira é dia de tripas à moda do Porto (bem boas, por sinal), e ao sábado nunca faltam papas de sarrabulho. Um mimo que sabe bem e sai barato.

Publicidade
O Buraco
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

O Buraco

icon-location-pin Baixa

O empadão de carne d' O Buraco é um clássico e cada garfada é um regresso à casa da avó. O que significa, como em qualquer casa de avó, que as porções servidas são bastante generosas. Uma dose de empadão para dois dá para alimentar três barrigas. Isto, claro, se antes der cabo dos rissóis de peixe que vêm para a mesa mal se senta. Dentro da lista de especialidades está também a pescada frita com salada russa e o arroz de frango. Comida feita por quem sabe, como a avó, e em quantidades que chegam e sobram, como as da avó.

A Time Out diz
Restaurantes, Português

Girassol

icon-location-pin Baixa

A posta de vitela é uma imagem de marca deste restaurante tradicional na Baixa. Mas não é a única. O arroz de camarão, o bacalhau à lagareiro e o entrecosto laminado são outros exemplares que constam na lista, onde nem as fotos dos pratos faltam. Mas não se acanhe, a comida é boa, a simpatia dos empregados é daquela a que não costuma faltar aos portuenses e os preços... bem, os preços são simpáticos, rondam os 10€ por cabeça.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com