Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Os filmes de animação na Netflix que não pode perder
Filme, Cinema, A Viagem de Chihiro (2001)
Foto: Studio Ghibli A Viagem de Chihiro (2001)

Os filmes de animação na Netflix que não pode perder

Para miúdos e graúdos, estes são dos melhores filmes de animação na Netflix.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Há muitos filmes para crianças na Netflix, mas o cinema de animação não é apenas para os miúdos. É, aliás, um dos géneros mais populares em todo o mundo, onde trabalham algumas das mentes mais criativas e onde a inspiração cómica, um registo habitual, é muitas vezes genial. Apesar de haver carências óbvias no catálogo da Netflix em Portugal, a selecção destaca-se pela positiva. Estão lá muitos filmes da Dreamworks (mas nenhum da Disney) que vão fazer a delícia dos petizes, algumas produções independentes e uma selecção de filmes de animação japoneses, incluindo o clássico Akira, de Katsuhiro Otomo, e todas as obras do Studio Ghibli.

Recomendado: Os piores e os melhores filmes da Disney

Os filmes de animação que não pode perder na Netflix:

1. Akira (1988)

O mais celebrado anime produzido fora dos Estúdios Ghibli começa com uma aparente explosão nuclear, em Tóquio, termina com um Big Bang e pouco deixa para o meio do enredo. Enredo, aliás, demasiado elaborado e complexo para ser aqui resumido, o que não impede de referir que nele se incluem gangues de motociclistas e mutantes à solta por um Japão pós-apocalíptico. É um filme ilustrativo das consequências que experiências militares sem controlo podem provocar na humanidade, mantendo-se ao mesmo tempo assustador e plausível mesmo nos seus mais desembestados momentos.

2. A Viagem de Chihiro (2001)

Distinguida com o Urso de Ouro no Festival de Berlim e com o Óscar de Melhor Filme de Animação, esta produção do Studio Ghibli, assinada pelo mestre japonês Hayao Miyazaki, é uma referência do cinema de animação e de fantasia. Conta a história de uma rapariga de dez anos, sozinha num mundo estranho, tão influenciado pelo folclore japonês como pelo terror ecológico contemporâneo.

Publicidade

3. O Gang dos Tubarões (2004)

Dos criadores de Shrek, com as vozes de Will Smith, Angelina Jolie, Renée Zellweger e Robert De Niro, este sucesso de bilheteira, nomeado para o Óscar de Melhor Filme de Animação, mostra como um pequeno peixe com grandes aspirações e um tubarão branco com um segredo surpreendente criam uma amizade improvável. Na versão portuguesa, o filme conta com as vozes de Rui Unas e Nicolau Breyner.

4. Madagáscar (2005)

Os animais do jardim zoológico de Central Park são bem tratados e levam uma vida boa, dentro dos possíveis. Porém, os bichos não foram feitos para viver em cativeiro e, certo dia, um grupo foge do zoo e vai parar a Madagáscar. O que não se revela tão bom como estavam à espera, neste filme de Eric Darnell e Tom McGrath, com um elenco vocal de luxo que, na versão original, inclui Ben Stiller, Chris Rock, Sacha Baron Cohen ou Andy Richter. Em Portugal também não nos podemos queixar: temos Bruno Nogueira e os Gato Fedorento. As continuações também se encontram na Netflix.

Publicidade

5. Wallace & Gromit A Maldição do Coelhomem (2005)

A primeira longa-metragem de Wallace e o seu cão Gromit, as míticas personagens dos estúdios Aardman, conta com ilustres no elenco de voz, como Helena Bonham Carter e Ralph Fiennes, na versão original, ou Nuno Markl, em Portugal. Com realização de Steve Box e Nick Park, esta produção anglo-americana levou para casa o Óscar num ano em que também estavam apontados desenhos animados como Noiva Cadáver (de Tim Burton) e O Castelo Andante (de Hayao Miyazaki). O que diz muito sobre o seu real valor.

6. A História de Uma Abelha (2007)

Barry Bee Benson não é uma abelha qualquer. Além de ser obra de Jerry Seinfeld (na versão portuguesa, a voz é de Nuno Markl), é especialista em espalhar “zunzuns” e recusa-se a aceitar as limitações sobre o que uma abelha pode ou não fazer. Quando termina os estudos, Barry não aceita que a produção de mel seja a única opção para o seu futuro. Tendo-se aventurado fora da colmeia, a vida de Barry é salva por Vanessa, uma florista de Nova Iorque.

Publicidade

7. O Panda do Kung Fu (2008)

Porque a vida também é feita de animais fofinhos, lutas muito vagamente orientais e piadas em rajada. Dentro do género, o filme de Mark Osborne e John Stevenson continua a ser imbatível. A história é de um panda gordo e preguiçoso, Po, que por um daqueles acasos do destino e das comédias de animação se vê no lugar de um mestre do Kung Fu, o grande Dragão Guerreiro, e fica com o futuro de uma comunidade inteira nas suas patas. Seria para um público mais adulto um prazer culpado se não fosse tudo tão divertido. O Netflix tem também disponível a continuação, mas o original é o melhor.

8. Como Treinares o Teu Dragão (2010)

Sendo filho de um líder viking, o tímido Hiccup Horrendous Haddock III enfrenta um rito de passagem: tem de matar um dragão para provar a coragem como guerreiro. Realizado por Dean DeBlois (Mulan e Atlântida: O Continente Perdido) e Chris Sanders, a história é livremente inspirada na literatura fantástica de Cressida Cowell e já vai no terceiro filme. O original, estreado em 2010, foi nomeado para Óscar de Melhor Filme de Animação e de Melhor Banda Sonora e venceu dez prémios Annie (criado pela divisão de Los Angeles da Associação Internacional de Filmes de Animação), incluindo o de Melhor Filme de Animação.

Publicidade

9. A Origem dos Guardiões (2012)

Quando o espírito maligno Pitch lança um ataque à Terra, os Guardiões – compostos pelo Pai Natal, o Coelho da Páscoa, a Fada dos Dentes e outros ilustres do imaginário colectivo – unem-se para proteger a inocência das crianças por todo o mundo. Chris Pine, Alec Baldwin, Jude Law, Hugh Jackman ou Isla Fisher são alguns dos actores que emprestam a voz às personagens desta produção da Dreamworks nomeada para Melhor Filme de Animação nos Globos de Ouro norte-americanos.

10. A Ganha-Pão (2017)

Realizado por Nora Twomey e produzido por Angelina Jolie, este filme baseado na trilogia literária infanto-juvenil de Deborah Ellis conta a história de Parvana. Uma corajosa menina afegã de 11 anos, que, quando o pai é preso, se disfarça de rapaz e aceita trabalhos estranhos para sustentar a sua família. Nomeado para Melhor Animação nos Óscares e nos Globos de Ouro de 2018 e premiado em vários festivais de cinema, o filme conta com Saara Chaudry, Soma Bhatia e Ali Badshah no elenco original.

Publicidade

11. Klaus: A Origem do Pai Natal (2019)

A primeiro longa-metragem de animação original da Netflix é uma fábula que pretende reimaginar a origem do Pai Natal. O filme foi realizado pelo espanhol Sergio Pablos (Gru – O Maldisposto), com Carlos Martínez López, a partir de um argumento de Jim Mahoney e Zach Lewis, e tem nomes como Jason Schwartzman, Rashida Jones ou J.K. Simmons no elenco. Em Portugal, são César Mourão, Mia Rose e Luís Mascarenhas que fazem as principais vozes – mas o bom da Netflix é que quem quiser pode antes ouvir a versão original.

Mais para ver na Netflix:

Madam C. J. Walker
Madam C. J. Walker: Um Vida Empreendedora (2020)

Nove minisséries da Netflix que vale a pena ver

Filmes

As minisséries têm vantagens relativamente às séries e aos filmes. Por um lado, não se arrastam demasiado (como um certo drama médico), por outro, permitem desenvolver melhor a história e os personagens. Se não tem paciência para um sem fim de temporadas, mas apetece-lhe fazer uma maratona ao fim-de-semana (ou, por que não, apenas num dia), há pelo menos seis minisséries na Netflix que vale a pena ver. Adaptações de livros ou narrativas inspiradas em casos reais, mistérios policiais ou dramas, há propostas para todos os gostos. Só tem de escolher.

Recomendado: As melhores séries para ver na Netflix

The Witcher
©Netflix

As melhores séries para ver na Netflix

Filmes

Começou timidamente em Portugal, com uma mão cheia de bons conteúdos e algumas apostas menos conseguidas. Com o passar dos anos, ganhou terreno, fez muitos de nós trocar as noitadas na rua pelas noites no sofá e na cama, e é difícil imaginar a vida sem saber que a temos ali. Filmes, séries, documentários, docusséries, há muito material para ver e fazer verdadeiras maratonas visuais sem sair de casa (e mesmo se o quiser fazer, é só levá-la no telefone). Junte-se à febre do streaming e conheça as melhores séries para ver na Netflix.

Recomendado: As 25 melhores séries de comédia

Publicidade
Icarus, documental sobre Rusia
Foto: Cortesía Netflix

Quinze documentários na Netflix que não pode perder

Filmes Documentários

Nem só de grandes séries se faz a gigante do streaming. Os documentários são, nos últimos anos, outras das razões do sucesso da Netflix e parecem despertar cada vez mais atenção; pelo factor humano, pela curiosidade, porque as grandes histórias precisam sempre de ser contadas, mas nem sempre precisamos de um filme ou, lá está, de uma série. A crueza da realidade é muitas vezes a receita necessária ao sucesso, e o registo documental é o epicentro desse olhar. Estes são os 15 documentários na Netflix que tem mesmo de ver.

Recomendado: Três documentários sobre sustentabilidade para ver em casa

'As Meninas de Beverly Hills' (1995)
© DR

Dez filmes de adolescentes para ver na Netflix

Filmes

Vamos à parte honesta: a adolescência é um interminável conjunto de situações estranhas, experiências novas, inesperadas, castigos sociais, dores de crescimento, paixões não correspondidas (ou sim). É também um poço sem fundo para todo o tipo de urgências, porque tudo é hoje, porque crescer é a única coisa que interessa, porque a idade adulta parece incrível. E como é que se retrata tudo o que cabe na psique de um teenager? Não há uma resposta empírica. O que há, são tentativas infindáveis, ao longo de décadas, em traduzi-las no ecrã para que tudo pareça um bocadinho mais simples. E a Netflix tem no seu catálogo alguns dos títulos que vão resumindo – mal ou bem – aqueles anos. Eis dez filmes de adolescentes para ver na Netflix.

Recomendado: Filmes baseados em livros para ver na Netflix

 

Publicidade
Victoria And Abdul
Fotografia: Peter Mountain / Focus Features

Filmes baseados em livros para ver na Netflix

Filmes

Se pensou em Harry Potter ou em O Senhor dos Anéis, tire o cavalinho da chuva, porque fomos à procura de títulos menos óbvios. Desde o clássico Boneca de Luxo (1961) ao recente A Sua Última Vontade (2020), apostamos em como não fazia ideia que alguns destes títulos são adaptações de livros e até de livros sobre histórias verídicas, como a de um jovem abandonado na adolescência que se viria a tornar uma estrela do futebol. Curioso? Só tem de se fechar em casa a conferir se “o livro é melhor que o filme”. Se ainda não leu os livros, bem, o melhor é começar agora.

Recomendado: Filmes originais Netflix que tem de ver

Mia Farrow no filme 'A Semente do Diabo' (1968)
© DR

Os melhores filmes de terror na Netflix

Filmes

A história do cinema de terror já vai longa. Desde o início do século XX que inúmeros realizadores expandem e redefinem os limites do género. Esta amplitude referencial e estética está bem patente na nossa lista dos 100 melhores filmes de terror de sempre. Já a oferta de filmes de terror na Netflix é muito limitada, mas encontram-se lá clássicos absolutos como A Semente do Diabo (1968, na foto), de Roman Polanski, ou Shining (1980), de Stanley Kubrick. E uns quantos filmes mais recentes, com destaque para Um Lugar Silencioso (2018), de John John Krasinski.

Recomendado: Férias de terror em oito filmes

Recomendado

    Também poderá gostar

      Também poderá gostar

        Publicidade