As melhores rabanadas no Porto

Se pensa que as rabanadas só ficam bem na mesa de Natal, não sabe o que anda a perder durante o ano. Conheça as melhores rabanadas no Porto
Terreiro
©Marco Duarte
Por Teresa Castro Viana |
Publicidade

Tradicionais ou mais fora da caixa, as rabanadas estão por todo o lado. Mesmo que ache que a sua avó faz as melhores, dê uma de guloso e prove as melhores rabanadas no Porto.

As melhores rabanadas no Porto

Casa Inês - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

Casa Inês

icon-location-pin Campanhã

Com pão biju se fazem as rabanadas da Casa Inês. Servidas em duo, são feitas com pão seco mergulhado em leite, água, casca de limão, açúcar e pau de canela. Antes de serem fritas em óleo quente, são passadas por ovos misturados (e não batidos). Polvilhadas com açúcar e canela, são regadas com um caramelo feito apenas com açúcar e água. Nada de truques, nada de invenções.

Preço: 2,50€

Majestic Café - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes, Cafés

Majestic Café

icon-location-pin Santa Catarina

A receita das rabanadas à Majestic, servidas 
há 16 anos, veio de um livro de uma antiga 
funcionária. Feitas com cacete fresco, são
 mergulhadas numa mistura de leite fervido 
com canela e limão e passadas por ovos antes de
irem a fritar. Por cima levam um creme de ovos 
caseiro com uma mistura de sultanas, nozes e
 pinhões. Hoje em dia são o ex-líbris deste café
 histórico da cidade.

Preço: 6€

Publicidade
Itaipú - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes

Itaipú

icon-location-pin Galerias

Nem só de quiches, sumos naturais e brigadeiros se faz a carta do Itaipú. A rabanada, feita com cacete caseiro, está disponível todos os dias e é servida numa dose muito generosa. Vai para a mesa com uvas passas, um pau de canela e uma calda pegajosa feita à base de Porto, chá preto e casca de limão.

Preço: 1€

Cozinha do Manel - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

A Cozinha do Manel

icon-location-pin Bonfim

As rabanadas d'A Cozinha do Manel, feitas desde a abertura da casa, são especiais devido à quantidade de frutos secos (figos, passas e alperces) que levam. Feitas com pão de forma sem côdea do dia anterior, são demolhadas em leite quente e passadas por ovo antes de fritar. Chegam à mesa com uma calda com frutos secos, canela e vinho do Porto branco, e umas folhinhas de hortelã para dar cor.

Preço: 3€

Publicidade
Terreiro
© Marco Duarte
Restaurantes, Restaurantes

Terreiro

icon-location-pin Ribeira

Apesar de não estar na carta fixa, a rabanada é uma alternativa frequente no Terreiro, principalmente na altura do Natal. Feita com molete (de preferência do dia anterior), é servida com uma calda à base de água, leite, pau de canela, casca de limão e um ingrediente extra. E secreto. É passada por ovo, frita em óleo e servida com açúcar e canela em pó.

Preço: 3,50€

Mito - Rabanadas
© João Saramago
Restaurantes, Fusão

Mito

icon-location-pin Baixa

À primeira, a combinação pode soar estranha, mas a rabanada de matcha 
é a sobremesa mais pedida no Mito. É demolhada em leite, ovo, açúcar e matcha (chá verde japonês) e frita ainda congelada para conservar a humidade. Antes de ser empratada é marcada na grelha e acompanha com gelado de bacon caramelizado e xarope de ácer.

Preço: 5€

Publicidade
O Antunes - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

O Antunes

icon-location-pin Baixa

As rabanadas d'O Antunes, servidas durante todo o ano, são a imagem de marca desta casa. Muito fofas e amarelinhas, são feitas a olho – sim, leu bem – pela D. Maria Luísa, a responsável pelo restaurante. Usam pão do dia anterior (um para cada rabanada) que, depois de demolhado numa mistura de leite, ovos e canela, entre outros ingredientes, é frito e polvilhado com canela e açúcar. O molho vai para a mesa engarrafado e cabe ao cliente a decisão de as ensopar ou não.

Preço: 1,75€

Café Além Douro - Rabanada
© Claudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Café Além Douro

icon-location-pin Constituição

É bem capaz de já ter passado pelo Café Além Douro e nem ter dado conta. Para a próxima, vá com mais atenção, entre e prove as rabanadas, que saem todos os dias há mais de 20 anos. Feitas com pão de forma do dia anterior, são demolhadas numa mistura de água, leite, açúcar e canela, e regadas – só se quiser – com uma calda à base de vinho do Porto, canela, água e açúcar.

Preço: 1,40€

Publicidade
Casa Ferreira - Rabanada
© Claudia Paiva
Restaurantes, Português

Casa Ferreira

icon-location-pin Cedofeita

Apesar de não estarem diariamente na
 carta, as rabanadas são uma alternativa
 constante na Casa Ferreira na altura do 
Natal. Tradição é tradição e é disso que
 este restaurante vive. Muito húmidas,
 são demolhadas de véspera numa 
calda quente de leite, canela, açúcar
 amarelo e vinho do Porto. No dia
 seguinte são passadas por ovo e fritas 
em óleo quente.

Preço: 1,80€

O Buraco - Rabanada
© Marco Duarte
Restaurantes, Português

O Buraco

icon-location-pin Baixa

As rabanadas d'O Buraco são das mais famosas da cidade. Estão na carta diariamente e por norma esgotam ao almoço. Feitas com pão de forma, são demolhadas num chá aromatizado com canela e vinho do Porto e servidas com uma calda que leva os mesmos ingredientes. O resultado é uma rabanada saborosa e leve, que se come em três tempos.

Preço: 2,50€

Mostrar mais

Outras sugestões

Bolo de chocolate do The Bird
© João Saramago
Restaurantes

Os melhores bolos de chocolate no Porto

De chocolate muitos gostam. De bolo de chocolate, nem todos. E porquê? Porque a cidade está cheia de opções mas nem todas merecem uma colherada bem dada. Nesta lista estão os melhores bolos de chocolate no Porto, seja para um lanche calórico ou para terminar um jantar da melhor maneira.

Fondant caramelo Wish
© João Saramago
Restaurantes

Três sítios para comer fondant de caramelo no Porto

A sobremesa é, para muitos, a parte mais importante da refeição. E este bolo com o interior líquido está entre os preferidos dos portuenses. Conheça três sítios para comer fondant de caramelo no Porto. Vá lá, não precisa de agradecer.

Publicidade
Baba de camelo da Casa Ferreira
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Restaurantes

Três sítios para comer baba de camelo no Porto

Facto: todas as refeições deveriam ser rematadas com um doce. Se faz parte do grupo dos gulosos e não resiste a uma sobremesa com leite condensado, respire fundo e prepare-se para o que aí vem. Estes são os três melhores sítios para comer baba de camelo no Porto. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com