A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Brunch no Orpheu
© DRBrunch no Orpheu

Novos brunches para provar no Porto

Mesa farta, comida fotogénica e uma refeição para fazer com tempo: fique de olho nos novos brunches no Porto.

Escrito por
Editores da Time Out Porto
Publicidade

Se já experimentou a maioria dos brunches da cidade e está à espera de uma lufada de ar fresco gastronómica, leia com atenção o que se segue. Há novos brunches para devorar no Porto, seja durante a semana ou nos dias de descanso, na Foz ou nas ruas mais movimentadas da Baixa. E para comer, que é o que interessa, há de tudo: sumos detox, panquecas, várias receitas de ovos, tostas e tantas outras coisas que ajudam uma pessoa a ser feliz. Junte os amigos, reserve uma mesa e vá experimentar os novos brunches do Porto. E não se esqueça de ter o telemóvel por perto. Brunch é sinónimo de chuva de likes nas redes.

Recomendado: Os melhores brunches no Porto e arredores

Novos brunches no Porto

  • Restaurantes
  • Porto

Do mundo para a comunidade, The Orthodox é mais do que um café – é também um ponto de encontro e de convívio na rua de Miguel Bombarda. Com uma carta curta, mas bem composta, têm boas propostas para começar o dia e especialidades de outras latitudes para provar ao almoço. Opções para brunch não faltam: papas de aveia ou de trigo sarraceno (5-6€), especialidades russas, como o syrniki, um parente da panqueca, com sour cream, baunilha e frutos vermelhos (7€), ou de influência cipriota, como os ovos gregos, com tomate, pimentão, queijo feta e azeitonas (8€). Os flatbreads têm também muita saída e há-os com ovo, espinafres ou carne (8€-10€). Para acompanhar, peça uma cerveja russa ou uma bebida de café.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Flores

Em Abril, Vasco Coelho Santos – que não é grande apreciador de brunches – abriu, em parceria com Gil Fortuna, uma padaria artesanal em formato pop-up, na Rua das Flores, no local onde antes funcionava o Semea (que, por sua vez, mudou de poiso este Verão para o Cais das Pedras). Neste pequeno espaço de fachada vermelha começa-se bem o dia. Na vitrina, acabados de fazer, exibem-se scones, cookies e bolos do dia à fatia, muito apetecíveis (2€-3€). No espelho, escritas a marcador, anunciam-se outras coisas boas, como torradas, tostas mistas e croissants folhados (2€-5€), taças de iogurte com fruta e granola (5,50€) e panquecas (4€). Não há um brunch predefinido, mas cada um é livre de fazer as conjugações que mais lhe agradar. A estas opções, pode ainda juntar shakshuka (8€), ovos rancheros (9€), baos de frango (8,50€), um poke (9€), uma tábua de queijo com crackers de massa mãe (13€) ou uma sandes (7€-7,50€) – há três: a vegetariana, a de carne e a de peixe/marisco. Para escorregar melhor, têm smoothies, cappuccinos, chai lattes e kombuchas, entre outras bebidas (1,50€-4,80€).

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cedofeita

O Selina Porto e o Lazy Breakfast Club já são vizinhos de longa data – os espaços ficam em lados opostos da mesma rua – e durante os confinamentos, quando ambos se viram obrigados a reduzir serviços, surgiu a ideia de criar uma colaboração. Assim nasceu o Easy, um restaurante que se instalou no hotel e que conta com um espaço interior e outro exterior, no meio de um jardim. Aos fins-de-semana, entre as 09.00 e as 16.00, têm três brunches à escolha. O Easy é composto por tosta, croissant, ovos mexidos, bacon de peru, queijo cheddar, espinafres, rabanete, doce e manteiga (16€). O Lazy leva também uma tosta, mas com ovos escalfados, salmão, creme de abacate, molho hollandaise, espinafres e rabanete. Vem ainda iogurte com granola, morangos e frutos vermelhos (18€). Já o Easy Vegan aposta numa tosta com tofu, tomate, cogumelos, espinafres, batata doce e hummus de beterraba. Banana, papaia, morango, manga e frutos vermelhos com maple syrup compõem o repasto. Todos são acompanhados por sumo de laranja e um café americano (16€).

  • Restaurantes
  • Galerias

No centro da movida portuense, nasceu em Outubro um espaço que lembra que a vida é demasiado curta para fazer dieta. Aqui, os milkshakes são servidos com bolachas e dónutes, os bolos têm um mínimo de três camadas e as panquecas são pornográficas. A carta, inspirada no brunch americano, é servida durante todo o dia. Pode começar pelas tostas de ovos mexidos e tomate (5€), seguir para as panquecas doces (5-7€) ou salgadas (8€), dar umas boas garfadas no mac & cheese (9€) ou abocanhar os hambúrgueres duplos (9-11€), sem esquecer as fatias de bolo, em formato XL (4€). Nas bebidas, os batidos são as estrelas da casa (desde 6,50€), mas também há várias opções de sangrias (20€/jarro) e cocktails (3-7€).

Publicidade
  • Restaurantes
  • Baixa

Aberto desde o início do ano, com livros, plantas e objectos que vieram da casa dos avós, o Orpheu é uma casa familiar para provar bons petiscos entre copos e conversas. Para o brunch, servido à carta, pode devorar os ovos mexidos com presunto (5,50€), bruschettas (desde 3€), parfait de iogurte (4,90€), tostas (desde 5,90€) e as panelinhas com ovos rotos (5,90€), ovos mexidos com farinheira (4,90€) ou camarão salteado (6,50€), entre outras opções, finalizando com doces como a tarte de amêndoa com gelado de nata (4,90€). A acompanhar, há uma carta de cocktails (6-7€), sangrias (5€) e várias referências de vinhos. Pode desfrutar de tudo isto no interior do restaurante ou na esplanada, com vista para a Torre dos Clérigos.

  • Restaurantes
  • Flores

É o mais recente espaço do casal Mariia Kulagina e Alexey Mikhaylov, donos do Do Norte e do Hungry Biker. Com inspiração na natureza, este novo café na Rua das Flores foi construído com materiais naturais e reaproveitados, e promete ser uma boa opção para almoço, uma chávena de café, um copo de vinho ou, o que nos traz aqui, brunch. Têm dois menus de porções generosas, ambos a 14,95€: um inclui ovos mexidos, bacon, salsicha grelhada, cogumelos grelhados, batata com molho verde, tomate assado, salada com cebola roxa fermentada e ainda tostas com manteiga e compota, iogurte natural com frutas, granola e mel. Bebidas como latte, chá ou café americano também estão incluídas. O segundo é quase igual, mas junta-lhe salmão fumado e abacate, em vez de bacon e salsicha. Há também opções vegetarianas e, se não estiver assim com tanta fome, as panquecas doces de queijo com frutas sazonais, frutos secos, cacau e creme de café caseiro (7,50€) ou os waffles caseiros com bacon, ovos, pepinos e molho de francesinha (9,90€) são de considerar.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Matosinhos

Há um trio maravilha que cozinha comida deliciosa no Mercado Municipal de Matosinhos. Depois de uma paragem forçada por causa da pandemia, Mafalda e Inês Pando e Miguel Prata regressaram cheios de força. Ao almoço servem menus sempre diferentes, entre os 9€ e os 11€, que incluem entrada, sopa e prato principal. Ao fim-de-semana preparam o seu muito afamado brunch, com propostas tão arrojadas como viajadas. Creme de beterraba com espargos, caril e amêndoas; sanduíche de polvo grelhado com hummus de pimento assado; babaganoush e tabbouleh; e ovos turcos são algumas das coisas que podem aterrar na mesa. Para sobremesa têm sempre três sugestões: pode escolher, por exemplo, entre mousse de chocolate e tahini, bolo de limão, curd e pistácio, ou cheesecake basco. O brunch é servido entre as 12.00 e as 16.00 e custa 15€, sem bebidas. Se quiser levar a prole atrás, também preparam menus infantis (9,50€).

  • Coisas para fazer
  • Centros culturais
  • Porto
Desde o final de Abril que as manhãs de fim-de-semana têm um novo sabor em Serralves. No meio do parque, com uma vista privilegiada, o restaurante panorâmico do museu serve agora um brunch, das 10.00 às 13.00. O menu inclui panquecas, ovos, queijos, bacon, salsicha grelhada, cogumelos salteados, frutas, saladas e produtos de padaria e pastelaria, entre outras opções variadas, servidas em regime de buffet. Custa 12€ com bebidas incluídas (água, vinho, sumos naturais, refrigerantes e espumante). Pode desfrutar de tudo isto no interior do restaurante ou, melhor ainda, na esplanada, abraçada pela natureza do Parque de Serralves.
Publicidade
  • Restaurantes
  • Geladarias
  • Santa Catarina

Inaugurada em Abril na Rua de Santa Catarina, a gelataria Lavoratta está aberta todos os dias e conta com um espaço interior, uma esplanada na rua, uma esplanada interior coberta e um deck interior descoberto com um jardim vertical. Em todos pode devorar os dois brunches que têm disponíveis. O Brunch 1 (14€) é composto por um sumo; café, latte ou cappuccino; um cesto de pão e croissant; panquecas com ovo e bacon ou com abacate e salmão fumado; e ainda uma bola pequena de gelado. O Brunch 2 (16€) inclui sumo; café, latte ou cappuccino; cesto de pão ou waffle folhado; bolo do dia ou parfait de iogurte; panqueca com ovo e bacon ou com abacate e salmão fumado (ou, em alternativa, crepe salgado ou salada) e ainda uma bola de gelado. Se ainda tiver espaço, não saia sem provar a pavlova, com uma cúpula estaladiça que, depois de quebrada, revela um recheio de morango. É uma criação do chef João Pupo Lameiras, o autor de toda a carta.

  • Restaurantes
  • Baixa

Este é um projecto de duas Sofias – Sofia Eggers e Sofia Domingues –, dedicado a refeições simples e pastelaria caseira, com produtos sazonais e nacionais, que ocupa a cafetaria do edifício da Galeria da Biodiversidade, no Jardim Botânico do Porto. Abriu em Março de 2020, encerrou pouco tempo depois devido à pandemia e, este Verão, voltou a receber clientes com um menu de almoço durante a semana e brunch aos feriados e fins-de-semana. O brunch custa 15€ e é composto por tosta de abacate ou de mozarela e tomate gratinados; iogurte com granola e fruta ou panquecas; refresco e café.

Mais sugestões

  • Restaurantes
  • Restaurantes

Agora que a vida começa a voltar ao normal, a cena gastronómica da cidade está novamente a ganhar vida. Tanto na Baixa, como fora dela, há restaurantes pensados para ir com os amigoscolegas, amores e familiares. Nesta lista com novos restaurantes para conhecer no Porto pode conhecer novos espaços especializados em cozinha de autor, em petiscos, hambúrgueres ou comida tradicional. Um fartote. Se anda sempre à procura de novidades, este artigo é para si. Leia o que se segue e reserve uma mesa onde mais gostar. Mas reserve mesmo, que andam muito concorridos. Bom apetite.

Recomendado: Os melhores restaurantes do mundo no Porto

  • Restaurantes
  • Cafés

Tornaram-se moda nos brunches, mas não podem nem devem ficar confinadas a uma só refeição. Ao pequeno-almoço, almoço (sim, há panquecas salgadas), num brunch ou ao lanche, há panquecas incríveis para provar por toda a cidade, seja em locais já consagrados como O Diplomata, na Baixa, ou outros mais recentes, como o Nicolau, que acaba de chegar à cidade. À mesa, chegam-lhe em doses que variam de acordo com o sítio e a sua fome. Para as completar, há toppings para todos os gostos, desde fruta da época, a mel, M&M's, leite condensado, caramelo e granola.

Recomendado: Três sítios para comer pavlova no Porto

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés

O que são, afinal, smoothie bowls? Taças repletas de energia, com muita fruta, decoradas a preceito com flores comestíveis, cores berrantes e superalimentos, que lhe dão mais força que os espinafres do Popeye. Umas são mais saudáveis do que outras, é certo, mas há opções para todos os gostos. Com iogurte ou leite vegetal, frutas da época ou tropicais, de tons avermelhados ou esverdeados, toppings de granola ou lascas de chocolate. São perfeitas para serem a primeira refeição do dia mas também como snack a meio da manhã ou da tarde. O difícil vai ser escolher entre tanta oferta. Espreite esta lista com nove sítios para comer smoothie bowls no Porto.   Recomendado: Os melhores pequenos-almoços no Porto.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade