Os melhores pregos em pão no Porto

Não há quem resista a este clássico que apetece devorar a qualquer hora. Saiba quais são os melhores pregos em pão no Porto
Offline - Prego
© João Saramago Prego em pão especial do Offline
Por Teresa Castro Viana |
Publicidade

Diferentes tipos de pão, diferentes tipos de carne e diferentes molhos: há um mundo de pregos em pão para descobrir na cidade e há muitos que valem a pena. Aqui está uma mão cheia de possibilidades. Tome nota desta lista e faça bom proveito.

Os melhores pregos em pão no Porto

Prego da bonaparte
© Cláudia Paiva
Bares

Bonaparte Downtown

Os pregos do Bonaparte, tal como as cervejas ou o chocolate quente, já fazem parte da mobília. Neste pub, o prego do lombo com queijo amanteigado é um verdadeiro sucesso. O pão é feito na Padaria Celeste, a carne chega do Brasil e o queijo da Serra completa o cenário. É servido com batata frita caseira temperada com orégãos.

Preço: 9€

prego do offline
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Offline

icon-location-pin Vila Nova de Gaia

O naco que aqui vê vem de Lafões, uma zona no centro do país conhecida pela boa carne, e isso já adianta muito sobre a qualidade do prego em pão especial do Offline. O bife tenro é sustentado pelo pão de mistura, além do queijo, do fiambre, da mostarda e do molho picante que lhe dá um toque especial.

Preço: 9,50€

Publicidade
prego, pontual
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Pontual

icon-location-pin Baixa

O sangue escorre para o miolo do pão na primeira trinca – não, isto não é um filme de terror – e isso já é um motivo mais do que suficiente para morrer de amores pelo prego em pão especial do Pontual, com carne da vazia (há outra versão mais barata com jarrete). Leva ainda queijo e fiambre e sai muito bem durante a madrugada.

Preço: 4,50€

prego do clube 21
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Gastropubs

Clube 21

icon-location-pin Pinheiro Manso

Se nunca ouviu falar deste pub no Foco, na Boavista, significa que anda a perder este duo de pregos de lombo de novilho servidos num pão biju miniatura. A carne é temperada só com sal mas o prego leva ainda queijo e fiambre. Acompanha com batatas fritas de pacote mas pode pedir a palha feita na casa.

Preço: 5,50€

Publicidade
prego reitoria
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Steakhouse

Reitoria

icon-location-pin Baixa

Este prego em pão de focaccia leva um bife de 150 gramas de lombo de boi servido com mostarda e cebola confitada. É um sucesso no piso de baixo do Reitoria, onde se servem petiscos e refeições mais leves. Às vezes, há clientes que pedem para partir e partilham mas não se acanhe: também há quem o devore sozinho.

Preço: 9€

Outras opções para carnívoros

Bufete Fase  francesinha
© João Saramago
Restaurantes, Cervejarias

As melhores francesinhas no Porto

A Francesinha merece todas as homenagens possíveis e imaginárias. Espalhadas pela cidade, há exemplares para todos os gostos e até variações menos tradicionais, como as vegetarianas ou as que levam frango. Gulosos como somos, assumimos a tarefa árdua de descobrir as melhores francesinhas no Porto. Ei-las...

Cachorrinhos
© João Saramago
Restaurantes

Os melhores cachorrinhos no Porto

Quem nunca experimentou os melhores cachorrinhos no Porto não sabe o que anda a perder. São o petisco ideal para acompanhar uma cerveja gelada, por exemplo. Vêm em pão fino e estaladiço, são recheados com salsicha fresca, e ainda pincelados com molho picante. Experimente-os, não deixe que a vida lhe passe ao lado.

Publicidade
MUU - Steakhouse
© João Saramago
Notícias, Comida

MUU, o novo restaurante da Baixa para carnívoros

O logótipo é uma vaca. O nome é MUU. Não é muito difícil adivinhar o que se vai servir no novo restaurante da Baixa, pois não? Abriu em meados deste mês, depois de umas obras profundas pensadas por Telmo Melo, Miguel Rizzo (donos do Tascö, na porta ao lado) e Sofia Seabra, os sócios do MUU. 

Notícias, Comida

Jornadas Gastronómicas do Boi Velho de Trás-os-Montes no Vinum

A quinta edição das Jornadas Gastronómicas do Boi Velho de Trás-os-Montes já arrancou no Vinum Restaurant & Wine Bar. Durante três semanas conte com um menu especial (125€), disponível ao almoço e jantar, onde os bois velhos, com idade mínima de 12 anos e escolhidos a dedo por Imanol Jaca, basco especialista em carne bovina, são a iguaria.    

Publicidade