Os melhores bares de Alvalade

A Bica já era, o Bairro Alto e o Cais do Sodré uma confusão. Vamos sair à noite em Alvalade?
Popular Alvalade
Arlindo Camacho
Por Luís Leal Miranda |
Publicidade

Não é o destino mais óbvio quando se fala em noite em Lisboa, mas em Alvalade também há vida depois das seis da tarde e aos fins-de-semana. Para tomar um aperitivo ou um digestivo, para dar volta ao bilhar grande, abanar as ancas ou a cabeça. Traçamos-lhe um mini-roteiro noctívago. Alguns até já são um clássico da noite lisboeta, seja para uma cerveja, um copo de vinho ou um mesmo um cocktail. Em alguns, com sorte, ainda pode apanhar concertos. Estes são os melhores bares de Alvalade.

Recomendado: Saiba quais são os 50 melhores bares de Lisboa

Os melhores bares de Alvalade

popular de alvalade
©Ricardo Casal/Popular de alvalade
Música

Popular Alvalade

icon-location-pin Alvalade

Alvalade pode parecer um dos bairros mais conservadores de Lisboa, mas o passado diz-nos que não – é desta zona que vêm os Xutos e Pontapés e os punk rockers Censurados – e o presente desafia essa mesma ideia: estão aqui dois clubes de rock’n’roll, A Popular de Alvalade e o RCA Clube ou Real Companhia dos Animais, como também é conhecida. Ambos servem de palco para concertos de bandas de covers, mas de vez em quando aventuram-se nos originais.

Camera
Noite, Cafés/bares

Grogs

icon-location-pin Alvalade

Caso raro em toda a cidade, mas relativamente comum em Alvalade: um bar no rés-do-chão de um prédio de habitação. A localização é insólita e o menu tem outras particularidades: tosta de foie gras com pickles, banana com queijo para sobremesa e batidos de groselha a acompanhar. O Grogs é um bar pequenino e acolhedor, ponto de encontro para as pessoas da zona. Um “bar de bairro” como não se costuma ver em Lisboa. 

Publicidade
Camera
Noite, Bares abertos de madrugada

A Primorosa de Alvalade

icon-location-pin Alvalade

Leva já o primeiro prémio para discoteca com melhor nome em Lisboa. E basta uma vista de olhos pela sala para atribuir também um galardão para a mais bem decorada. Ou a mais kitsch – parece a sala de estar de um vilão de James Bond. A Primorosa é um clássico da noite de Lisboa (1966) que regressou o ano passado à sua forma original depois de ter sido a Sarabanda, uma discoteca de música africana. Para terem uma ideia da loucura que é A Primorosa de Alvalade hoje em dia, aqui vai o programa da Páscoa: “Os primos d’Orey, Rodrigo D’orey & Pedro D’Orey Figueiredo, com piano e gira- -discos amestrados!”. A discoteca define-se como “o clube mais chique do bairro” e tem, para além dos primos, noites de música ao vivo.

Camera
Noite, Cafés/bares

Bar 10A

icon-location-pin Alvalade

Bar discreto, em frente ao INATEL, daqueles em que é preciso tocar à campainha para entrar. Tem snooker, setas, uma generosa carta de cocktails e música ao vivo às sextas-feiras. O 10A foi fundado pelos futebolistas Artur Correia e Rui Jordão em 1978 e renovado há dois anos. Os preços estão em sintonia com os ordenados médios dos habitantes daquela zona.

Publicidade
rca club
DR
Música

RCA Club

icon-location-pin Alvalade

É actualmente a principal sala de concertos de metal e rock pesado de Lisboa. Fica na zona industrial de Alvalade e tem música ao vivo todos os fins-de-semana (e até nalguns dia da semana, quando as agendas dos artistas internacionais a tanto obrigam). Quer sejam de bandas de versões ou de originais, portuguesas ou estrangeiras. Todos os meses há pelo menos um ou dois grandes concertos.

Camera
Noite, Cafés/bares

Zeitnot

icon-location-pin Alvalade

É uma sala de jogos que mais parece um clube secreto: entra-se por um insuspeito edifício de escritórios, na antiga zona industrial de Alvalade, sobe-se umas escadas e toca-se à campainha. Lá dentro encontramos a juventude de Alvalade agremiada à volta de mesas de snooker ou a fumar cigarros durante uma partida de Scrabble (os jogos de tabuleiro implicam consumo no bar).

Alvalade chama por nós

Coisas para fazer

Oito novidades em Alvalade

No último ano, Alvalade ganhou ainda mais vida com novos restaurantes e lojas. Oito razões para explorar o bairro de uma ponta à outra.   

Mercado de Alvalade
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Cinco paragens essenciais no Mercado de Alvalade

Se Alvalade é um bairro a ter em conta sempre que falamos do melhor da cidade, também o mercado é uma paragem obrigatória quando compras é o que quer fazer. Alguns dos melhores frescos de Lisboa estão aqui e estas são as cinco paragens essenciais que tem de fazer no Mercado de Alvalade. 

Publicidade
Garrafeira e Frutaria Morteira Santos
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Nove paragens obrigatórias na Avenida da Igreja

Uma pessoa pensa que vai só à Avenida da Igreja mas acaba por parar em Carcassone (a pastelaria), na Líbia (uma farmácia), na cidade das mil e uma noites (a pastelaria Nova Bagdad, baptizada, calculamos, antes da Bagdad original ter sido destruída pela guerra); passamos ainda por Helsínquia (outra pastelaria) e acabamos em Biarritz. Aí batemos com o nariz na porta: a mítica pastelaria no topo da avenida fechou. Há tanto para fazer que nós dizemos-lhe as nove paragens obrigatórias nesta avenida. 

Publicidade