Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores sítios para comer choco frito em Lisboa

Os melhores sítios para comer choco frito em Lisboa

Choco tenro e com um polme dourado. Recomendamos-lhe seis sítios para comer choco frito à setubalense em Lisboa.

Choco do Bairro
Fotografia: Manuel Manso Choco frito do Choco do Bairro
Publicidade

Fritura estaladiça e polme dourado com um choco tenro. Um bom choco frito de Setúbal tem de cumprir estas regras. E, claro, acompanhar com batatas fritas e maionese (de preferência, uma boa maionese, caseira) para ser o kit completo. A boa notícia é que pode poupar uns trocos em gasolina e deixar a visita a Setúbal para outro dia – em Lisboa, há já vários restaurantes com réplicas fiéis do choco frito à setubalense. Em alguns já é presença na carta fixa, noutros às vezes aparece como prato do dia. Vá tirar a prova dos nove.

Recomendado: Os melhores sítios em Lisboa para comer desde petiscos às sobremesas

Seis sítios para comer choco frito

Choco do Bairro
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Choco do Bairro

icon-location-pin Campo de Ourique

O selo de aprovação e qualidade é dado por Paulo, sadino e um dos sócios do Choco do Bairro, que garante que o segredo é o choco ser mesmo setubalense (compra-o no mercado do Livramento). E convém o óleo e a farinha serem bons, para o polme dourado ficar enxuto. Acompanha, claro, com batata frita, em doses ou meias doses (9€). Servem ainda ovas de choco fritas.

Preço: 16,50€

Choco Frrito
©Manuel Manso
Restaurantes

Choco Frrito

icon-location-pin Grande Lisboa

Carregue no érre do frito e não ache que os rr a mais são erro ortográfico – é uma homenagem ao dialecto charroco, o nome dado ao falar sadino, que ouvirá especialmente em bairros setubalenses como o Troino. Esta primeira lição serve para explicar o duplo érre em Choco Frrito, o nome desta casa dedicada ao petisco na Penha de França. No menu há a versão mais tradicional das tiras de choco com limão (8€) mas têm também choqrrettes, uns croquetes de choco picado com tinta (uma unidade, 1,50€; três, 4€), um wrap com choco marinado (5€) e uma sanduíche de choco frito (3,20€), tudo sempre a acompanhar com batatas fritas (2€).

Preço: 8€

Publicidade
Maçã Verde
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Maçã Verde

icon-location-pin São Vicente 

Aqui é petisco do dia à sexta-feira, ao almoço e jantar, e à boa moda de Setúbal, servido numa travessa de alumínio com batatas e molho. Se for com comitiva, convém ligar a Zé Carlos ou à Dona Laura, na cozinha deste restaurante há 14 anos, a reservar.

Preço: 15€

Casa dos Passarinhos
©DR
Restaurantes, Português

Casa dos Passarinhos

icon-location-pin Lisboa

A Casa dos Passarinhos é mais conhecida pelo seu bife na pedra e grelhados, mas há choco bem bom. Oficialmente a dose é para duas pessoas, mas de tão bem apetrechada de tiras de choco tenro com fritura estaladiça, dá bem para umas três (há a meia dose, para um, a 9,25€). Além de batatas fritas, traz uma travessa de salada.

Preço: 17,50€

Publicidade
Restaurantes, Petiscos

Páteo do Petisco

icon-location-pin Cascais

Se o que procura é um restaurante para celebrar a moda de petiscar, voilá. Um corrupio de empregados anda entre as salas interiores e a esplanada, e entre travessas com cascas de batatas, pimentos Padrón, ovos com espargos, croquetes de alheira, pregos ou bifes, está o choco frito, que faz jus ao prato setubalense.

Preço: 7€

cervejaria Sem Vergonha
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Cervejarias

Cervejaria Sem Vergonha

icon-location-pin Lisboa

Nesta cervejaria e marisqueira moderna, com um dos miradouros mais escondidos da cidade, tem um choco frito tenro servido com maionese de coentros. É uma das opções de entrada antes de seguir para o marisco, que vem na sua maioria dos viveiros do Guincho.

Preço: 12,50€

Mais restaurantes em Lisboa

Tapisco - Paelha Negra
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Os melhores restaurantes de petiscos em Lisboa

Este é o roteiro perfeito para quem não é egoísta à mesa e gosta mesmo é de partilhar tudo, das amêijoas aos petiscos mais internacionais. Para almoçaradas de amigos, finais da tarde depois da praia, para melhorar dias de chuva, para lanches ajantarados ou até para jantares fora de horas. A arte de picar é bem típica portuguesa e calha bem a qualquer hora do dia ou qualquer refeição. Descubra aqui os melhores restaurantes de petiscos em Lisboa, peça uma série de pratinhos em vez de um prato principal só para si e partilhe sem vergonha.  

Cozinha da Felicidade - Ovos Verdes
©Ana Luzia
Restaurantes, Português

Três sítios para comer ovos verdes

Ovos são bons de qualquer maneira. Mexidos, estrelados, escalfados e por aí fora. Mas na hora de inovar, olhe para a receita de um dos petiscos mais lisboetas: os ovos verdes. São feitos com ovo cozido, ao qual é retirada a gema para ser misturada com pão amolecido e salsa picada. Depois são envoltos num polme e são fritos. É aperitivo de tasca, salgadinho básico para matar a fome a qualquer hora do dia ou até uma refeição ligeira para dias em que não apetece muito. Atenção que a receita envolve perícia - primeiro, prove-a nestes três restaurantes em Lisboa, na versão mais clássica ou reinventada. 

Publicidade
Croquetas de jamón
©DR
Restaurantes

Três sítios para comer croquetas de jamón

Um croquete vai sempre bem, seja como petisco para matar a fome ou como refeição completa. Ora, nuestros hermanos também trabalham bem o croquete, ou melhor, croqueta. Se cá já começamos a fazer recheios mais criativos e arriscados, lá é o pão nosso de cada dia, começando pelo mais clássico de todos, o de jamón ibérico (mas encontra de langostinos, como quem diz camarão, cogumelos, e por aí fora). Bem cremoso, com pedacinhos do presunto, em formato tradicional (alongado) ou em bolinhas, é um petisco que em Lisboa se encontra em vários restaurantes de tapas. Comece a partilha ibérica com umas croquetas de jamón nestes restaurantes em Lisboa. 

Publicidade