Os melhores sítios em Lisboa para comer...

Encontre os melhores restaurantes e cafés em Lisboa para cada tipo de cozinha e ocasião especial

Fotografia: Arlindo Camacho

Apetecia-lhe algo bom, como naquele anúncio de chocolates? Juntámos os melhores sítios em Lisboa para comer em ocasiões especiais, para satisfazer desejos específicos ou para responder sempre que a gula ataque. Se procura um bom ramen, uns peixinhos da horta estaladiços ou uma das melhores panna cotta, veio dar ao sítio certo.

RECOMENDADO: Os melhores restaurantes em Lisboa

Petiscos e Sopas

Guacamole
Restaurantes

Guacamole

Abacate, sumo de lima, tomate, cebola e coentros. A base do guacamole só tem ingredientes que se encontram ao virar da esquina – se bem que encontrar abacates dos bons pode não ser tarefa fácil – e ainda assim há um certo equilíbrio de sabores que convém acertar. Juntámos aos mexicanos um dos maiores sucessos do pequeno-almoço e brunch dos últimos tempos e reunimos assim três sítios para comer guacamole.

Batatas bravas
Restaurantes

Batatas bravas

Umas mais gourmet e outras trapalhonas mas bem boas. Nestes três sítios para comer batatas bravas, são servidas de maneira bem diferente mas sempre bem picantes, como manda a tradição. 

Canja de galinha
Restaurantes

Canja de galinha

Há quem diga que é sopa de doente – esqueça esse ultraje. A base é o caldo onde é cozida a carne, ao qual se junta arroz ou massa dependendo da região. Se for bem feita não fica um caldinho insonso e é bem capaz de aconchegar um dia mais frio. Recomendado: O melhor da cozinha tradicional portuguesa em Lisboa

Caranguejo de casca mole
Restaurantes

Caranguejo de casca mole

Aviso à navegação: não queremos que fique nada no prato. Coma tudo, patas e tenazes incluídas. Estes são os três melhores sítios para comer caranguejo de casca mole em Lisboa.

Smoothie bowls
Restaurantes

Smoothie bowls

Se ainda não sabe o que é uma smoothie bowl é porque não anda a percorrer o feed das redes sociais vezes suficientes. São taças redondas, supercoloridas, com uma base composta por fruta e uma bebida vegetal, e cobertas com toppings crocantes (da granola ao coco tostado) e  fruta cortada meticulosamente. E, nestes três sítios, é sempre um dois em um: dá para comer com os olhos e tirar essa foto para a redes. E depois comer a sério.

Lapas
Restaurantes

Lapas

O sabor dos Açores, o sabor da Madeira. Uma experiência riquíssima patrocinada por uma rápida deslocação na grande Lisboa. 

Chicken wings
Restaurantes

Chicken wings

Todas elas de inspiração asiática, com uma twist doce e picante. Estas asinhas de frango lisboetas são gulosas e levam-no numa viagem que começa no Príncipe Real e só acaba no Penha Longa, em Sintra.

Prego de atum
Restaurantes

Prego de atum

Uma posta alta e apenas levemente braseada: assim se quer o atum no prego de atum. Saiba onde encontrar belos exemplares em Lisboa. 

Pão de queijo
Restaurantes

Pão de queijo

Não é bem o equivalente a uma fatia de pão alentejano barrado com o nosso queijo da serra, mas para os brasileiros é snack obrigatório a qualquer hora do dia. A receita original é de Minas Gerais e a base é o polvilho azedo, sem glúten, mas amassado de uma forma específica para ficar em forma de bolinha. Nestes três sítios dá para provar um bom pão de queijo.

Kebabs
Restaurantes

Kebabs

Desengane-se quem apenas pensa em kebabs no fim da noite ou para curar a ressaca. Há cada vez mais sítios onde comer kebabs em Lisboa e entre a Baixa, Martim Moniz e Santos encontram-se pelo menos três que valem a visita e não pesam na carteira. Um conselho: carregue no picante. Procura mais ideias de sítios onde comer em Lisboa? Espreite as nossas sugestões.

Mostrar mais

Pratos principais

Moqueca
Restaurantes

Moqueca

Azeite de dendê, leite de coco, tomate, pimento e uma boa salpicadela de coentros: a partir daqui, quase tudo é moqueca. Especialmente se feita numa panela de barro, como aconselham as verdadeiras baianas. A viagem deste prato começou em África, foi até ao Brasil e aí se alterou com uma0 ou outra ideia europeia, mas sempre usando o que estava mais à mão, como o leite de coco e o dendê. A transformação continua hoje, com adaptações sucessivas à dieta de vegetariana — fica bem com couve-flor, banana e por aí fora. Aqui damos-lhe três sítios para comer moqueca de peixe ou marisco sem atravessar o oceano. Recomendado: Com desejos de outra coisa? Aqui encontra os melhores sítios em Lisboa para comer... de tudo. 

Favas com enchidos
Restaurantes

Favas com enchidos

É clássico de cozinha tradicional portuguesa e não está nada mal representado na cidade. Aqui tem três sítios para comer favas com enchidos em Lisboa. 

Polvo à lagareiro
Restaurantes

Polvo à lagareiro

Tem de ser cozido e bem cozido para não ficar tipo pastilha-elástica. Depois segue para a grelha ou para o forno, embebido em azeite e acompanhado com batata à murro. No Natal é rara a mesa do Norte que não tenha polvo, mas se for alfacinha, e enquanto não chega a quadra, é ir a um destes três sítios para comer polvo à lagareiro.

Pad thai
Restaurantes

Pad thai

Na Tailândia, praticamente todas as ruas das grandes cidades têm uma chapa com massa de arroz a crepitar num wok. Parece não ter grande ciência, mas tem: é-lhe sempre acrescentado o ovo, que fica praticamente colado à frigideira até se envolver com os noodles, os legumes, o frango ou o marisco. O amendoim dá a textura final crocante e as gotas de lima o tempero mais cítrico. Nestes três sítios, a receita é cumprida à risca. Siga viagem pelos sabores tailandeses.

Gnocchi
Restaurantes

Gnocchi

Quando lhe der vontade de um prato de massa vigoroso e reconfortante, considere esta palavrinha: gnocchi. Mostramos-lhe três sítios onde comer esta massa geralmente feita de puré de batata e farinha. 

Açorda de gambas
Restaurantes

Açorda de gambas

O prato parece simples, pobre até, mas só aos olhos menos cautelosos. Os outros sabem que é um consolo. Se o que procura é comida de conforto à boa maneira portuguesa estes são três restaurantes para encontrar açorda de gambas. 

Pato à Pequim
Restaurantes

Pato à Pequim

Antes de chegar à mesa, o pato à Pequim passa por uma data de processos rigorosos, não googláveis por mentes sensíveis. (Não continue a ler se estiver nesse lote: não somos de meias medidas e contamos-lhe tudo). Com uma ou outra alteração à receita, ao nível dos recheios, a regra é mais ou menos esta: depois de depenado, é feito um corte debaixo da asa para não destruir a aparência redonda e bonita do pato, limpam-se as vísceras e durante cerca de oito horas é soprado com ventoínhas para ficar seco e manter essa forma. Depois é lacado com uma calda de açúcar ou de mel, novamente seco para a calda ficar estabelecida, recheado com legumes e especiarias, que ficam a marinar outras oito horas e só depois vai ao forno. Quando chega à mesa, é só enrolar no crepe, com alho francês, pepino e molho a gosto.

Cabidela
Restaurantes

Cabidela

Se é daqueles que desmaia quando vê sangue, nem se aproxime desta lista. Aqui é frango ou galinha, miúdos, arroz caldoso e sangue avinagrado. Conheça três sítios onde pode deliciar-se com cabidela em Lisboa.

Caril verde
Restaurantes

Caril verde

Aromático, picante e... verde. O caril mais emblemático da Tailândia dá cor a cada vez mais cartas alfacinhas. Estes três pratos não pode mesmo perder.

A verdadeira pizza Margherita em Lisboa
Restaurantes

A verdadeira pizza Margherita em Lisboa

Este básico do cardápio italiano foi criado assim, com as cores da bandeira do país, em 1889, por Rafaelle Esposito, para a rainha Margherita di Savoia. Por ser uma pizza tradicional de Nápoles e haver muitas idênticas, surgiu a Associazione Verace Pizza Napoletana, que divulga regras difíceis mas claras para fazer uma pizza napolitana genuína – neste leque há a Margherita (tomate, azeite, manjericão e mozzarella), a Margherita Extra (que acrescenta tomates cherry frescos) e a Marinara (sem queijo, só com tomate, azeite, orégãos inteiros e alho). Ora, em Portugal a AVPN indica três restaurantes de Lisboa para comer la vera pizza napolitana: os Mercantina, que têm Diogo Coimbra na chefia, o Come Prima e o Forno D’Oro, ambos de Tanka Sapkota. Nestes três sítios deve comê-las assim que saírem do forno – é exigência dos inspectores. Recomendado: As melhores pizzas em Lisboa

Picanha
Restaurantes

Picanha

Fina e com uma fita de gordura luzidia e saborosa, a picanha está bem é numa grelha competente e num prato rodeada de batatas fritas, feijão preto, e uma verdura.

Choco frito
Restaurantes

Choco frito

Fritura estaladiça e polme dourado com um choco tenro. Um bom choco frito de Setúbal tem de cumprir estas regras. E, claro, acompanhar com batatas fritas e maionese. Nestes três sítios a réplica é fiel.

Mostrar mais

Lanches e Sobremesas

Panquecas de matcha
Restaurantes

Panquecas de matcha

É verde, tem poderes mas não é um super-herói. O matcha, um chá verde japonês, é uma das grandes tendências da cozinha, muito usado para beber, mas também se pode comer e nestes quatro sítios é a base de panquecas altas e fofas. Não se deixe intimidar pela cor – é daquelas coisas que primeiro se estranha e depois se entranha.

Cinnamon rolls
Restaurantes

Cinnamon rolls

Está por todo o lado no Norte da Europa. Na Dinamarca é conhecido como Kanelsnegl, ou seja, o caracol de canela, mas apesar do nome tem pouco a ver com os caracóis cheios de frutas cristalizadas que despertam desamores. Damos-lhe três sítios para comer cinnamon rolls em Lisboa e assumir o melhor estílo nórdico.

Pudim Abade de Priscos
Restaurantes

Pudim Abade de Priscos

Açúcar, ovos, vinho do Porto e canela. Claro, indispensável, o segredo: toucinho. O pudim criado por um abade de uma localidade nos arredores de Braga, Priscos, não se come só no Norte. E ainda bem, que este é provavelmente o rei dos pudins. Encontra o campeão nestes três sítios.

Scones
Restaurantes

Scones

Ao lanche ou ao pequeno-almoço, simples, com manteiga ou compota de frutos, um scone aconchega sempre o estômago e nós dizemos-lhe três sítios onde os comer.

Cheesecake
Restaurantes

Cheesecake

Base de bolacha, recheio com muito queijo e um toppings que vão do clássico morango e frutos vermelhos aos mais criativos. O que há para correr mal num cheesecake? Garantidamente nada se for a estes três sítios em Lisboa. 

Waffles
Restaurantes

Waffles

Altos, fofos, simples, recheados, doces ou até salgados: partimos em busca de três sítios para comer waffles em Lisboa e voltámos, de barriga cheia, para contar a história. 

Alfajores
Restaurantes

Alfajores

São típicos de países ibero-americanos mas a o nome lembra o árabe al hasu, que é como quem diz recheado. No meio de duas bolachinhas pequenas e inocentes vem doce de leite. Repita isto as vezes que quiser.

Farófias
Restaurantes

Farófias

Fofas, leves e mergulhadas num género de leite-creme: assim se querem as farófias. Saiba onde comer nuvens como sobremesa em Lisboa.

Churros
Restaurantes

Churros

Com a dose certa de açúcar a envolvê-los, sem gordura e crocantes q.b. Churros é comida rápida em feiras populares mas também sobremesa requintada nestes três restaurantes, para comer simples ou mergulhados em chocolate quente ou doce de leite.

Bolas de Berlim
Restaurantes

Bolas de Berlim

Não é preciso estar num areal à espera de ouvir a cantiga das bolas de Berlim, apregoada aos sete ventos pelos vendedores vestidos de branco e com arcas às costas. Nestes três sítios há bolas de Berlim o ano todo e não são só as tradicionais. 

Mostrar mais

E aqui não se bebe nada?

Sangria
Noite

Sangria

É daquelas coisas impossíveis de contornar. A hora muda, os dias pisam os calcanhares à noite e o mundo – o mundo da copofonia – , sai do trabalho directo para uma mesa com vista e bebidas geladas. Uma dessas hipóteses é a sangria, ideal para partilhar, fácil de beber e também por isso um perigo tantas vezes. Mas não é por isso que não lhe dizemos onde se bebe boa sagria. Eis três sítios para beber sangria em Lisboa. 

Cocktails picantes
Bares

Cocktails picantes

Para loucos por picante e para apimentar a noite, escolhemos três cocktails em Lisboa que deixam um ardor na boca. Com malaguetas de vários tipos e espirituosas diferentes, não se atire a estes copos se não quiser aquecer.

Prosecco com cremolato
Restaurantes

Prosecco com cremolato

Em alguns dos melhores restaurantes italianos em Lisboa pode acompanhar a massa ou a pizza com uma bebida fresca e borbulhante. Estes são os três melhores sítios da cidade para beber prosecco com cremolato.  

Pisco sour
Noite

Pisco sour

Aguardente de uva, clara de ovo e sumo de lima são alguns dos ingredientes do cocktail da moda. À procura de pisco sour em Lisboa? Voilá!

Cocktails lindos de morrer
Noite

Cocktails lindos de morrer

Não vale beber sem tirar uma fotografia primeiro. Estes três bares capricham na apresentação e trazem à mesa (ou ao balcão) alguns dos cocktails mais bonitos da cidade.  A arte na criação dos cocktails é tão impressionante que dois destes bares fizeram parte dos nomeados para os Time Out Bar Awards Lisboa 2017.

Sangria de saké
Restaurantes

Sangria de saké

Tradicionalmente bebe-se quente, mas as noites de Verão pedem-no geladinho. Descubra os três restaurantes onde pode provar a melhor sangria de saké em Lisboa.

Mojito
Noite

Mojito

Começou por ser um xarope para os problemas respiratórios. Os cubanos decidiram desviá-lo da saúde – juntaram-lhe alegria líquida e voilá, habemus cocktail. Hoje podemos encontrá-los em quase todos os bares de Lisboa, mas estes levaram-nos directamente até à América Central.  

Michelada
Bares

Michelada

O que é isso da michelada? Não, não é um trocadilho para uma salganhada de coisas. Está a ver um Bloody Mary? É parecido, mas trocaram-lhe o vodka pela cerveja. A bebida é mexicana mas não precisa de ir até Cancun para a provar – já se fazem por cá e não ficam nada atrás das originais. 

Com apetite para outra coisa?

Frangos assados
Restaurantes

Frangos assados

É um prato tão consensual que a cadeia de fast food KFC lançou um protector solar com o seu cheiro. Sem ir tão longe, a equipa da Time Out fez uma prova cega de frangos assados e elegeu o melhor dos melhores. 

Rosbife
Restaurantes

Rosbife

No prato, entre duas fatias de pão ou a animar uma salada: o melhor rosbife em Lisboa adopta diferentes formas para satisfazer os desejos carnívoros dos alfacinhas. 

Carne maturada
Restaurantes

Carne maturada

“Carne maturada é carne desidratada em ambiente controlado. A temperatura e a humidade são factores essenciais. 

Bitoques
Restaurantes

Bitoques

Provámos dezenas de bifes, mergulhámos o pão em molhos castanhos de origens duvidosas, vimos passar ovos a cavalo, enfrentámos batatas fritas de pacote e voltámos a casa a cheirar a fundo de frigideira.

Massas
Restaurantes

Massas

Uma bela massa uspiciaram-lhes o fim, mas elas voltaram com mais força ainda. 

Carpaccio
Restaurantes

Carpaccio

Fomos à procura dos restaurantes onde comer carpaccio, o prato criado para uma condessa italiana que nos anos 50 ficou anémica e precisou de arranjar uma forma de comer carne discretamente. Viva a condessa. E viva o carpaccio. 

Tacos
Restaurantes

Tacos

Tacadas destas, tudo bem. Vai daí, lançámo-nos numa empreitada à procura dos restaurantes onde comer os melhores tacos em Lisboa. 

Chamuças
Restaurantes

Chamuças

De todos os pastéis que o mundo inventou, nenhum viajou tão bem como a chamuça. Em Lisboa, a variedade é grande e isso faz com que já não precise de recorrer àqueles triângulos amolecidos e oleosos de snack bar. 

Sopas
Restaurantes

Sopas

Qual é a sopa do dia? “De legumes”. Mas que legumes? “Isso não sei”. Até há pouco, esta conversa com o empregado de mesa repetia-se vezes sem conta nos restaurantes da cidade. 

Vegan
Restaurantes

Vegan

Carne, peixe, lacticínios, ovos... Nos novos restaurantes vegan em Lisboa, alimentos de origem animal não entram. 

Sumos naturais
Restaurantes

Sumos naturais

Tempo quente pede bebidas frescas e nós estamos cá para o ajudar: seja para lhe tratar da saúde (e da forma física) ou simplesmente para refrescar a meio do dia, estes são os melhores sítios para beber sumos naturais em Lisboa. 

Ceviches
Restaurantes

Ceviches

É fresco, baixo em calorias, exótico e sabe bem. 

Ver mais restaurantes em Lisboa

Comentários

1 comments
Fernanda C

Seria muito util se voces publicassem uma lista de restaurantes organizada em algumas categorias, especialmete por localidades.