Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores sítios para beber sangria em Lisboa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Audaz gastropub
Ivo Sao Vicente

Os melhores sítios para beber sangria em Lisboa

Fresca e ideal para partilhar. Uma boa sangria sabe sempre bem, ainda mais quando o bom tempo se faz sentir

Por Inês Garcia
Publicidade

É daquelas coisas impossíveis de contornar. O Verão chega, os dias pisam os calcanhares à noite e o mundo – o mundo da copofonia – , sai do trabalho directo para uma mesa com vista e bebidas geladas. Uma dessas bebidas é a sangria, ideal para partilhar, fácil de beber e também por isso um perigo tantas vezes. Mas nem sempre assim tão fácil de encontrar, pelo menos de qualidade. É por isso que lhe dizemos onde se bebe boa sangria na cidade. Eis cinco sítios para beber sangria em Lisboa, das mais clássicas branca ou tinta às de espumante ou saké. O difícil vai ser parar de encher o copo. 

Recomendado: Os melhores sítios para sair à noite em Lisboa

Os melhores sítios para beber sangria em Lisboa

Audaz gastropub
Audaz gastropub
©Manuel Manso

Audaz Gastropub

Restaurantes Grande Lisboa

Sangria de cerveja, 25€ 

Se não é fã de cerveja mas está a jantar com o maior apreciador de uma jola fresquinha ao final da tarde, a sangria de cerveja do Audaz é capaz de ser um bom compromisso entre os dois. Leva licor Beirão e fruta, e é doce sem ser enjoativa. O sabor da cerveja é disfarçado mas mantém-se, sem sobreposições. Esta é uma das quatro sangrias da carta de bar assinada por André Peixe, que também tem as sangrias tinta, branca, de champanhe e de espumante. Tudo para acompanhar com os pratos de partilha de Manuel Lino. Por agora, entre as 17.00 e as 20.00, tem a Audaz O’Clock, com uma selecção de bebidas e cocktails a preços especiais.

Sauvage

Restaurantes Fusão São Sebastião

Sangria rosé, 22€ 

A esplanada do Sauvage é um pequeno oásis no Campo Pequeno, grande e espaçosa, abrigada da barulheira do trânsito da cidade. Enquanto decide que pratos pedir (a nossa recomendação vai para os baos de pato, tártaro de salmão ou empadas de novilho), peça a sangria rosé, feita com vinho, vodka, rum, puré de framboesa, lima, hortelã e gasosa. Na lista há também a clássica tinta, branca ou de espumante com puré de morango.

Publicidade
O infame
O infame
Fotografia: Arlindo Camacho

Infame

Restaurantes Intendente

Sangria tinta, 19,50€

A esplanada do Infame tem uma carta de snacks perfeitos para qualquer hora do dia, das pakoras de legumes com maionese de togarashi (7€), um clássico do chef Nuno Bandeira de Lima, às asinhas de frango com molho sweet chili (6€). Também há scones e tostas. Para beber, ora escolhe um cocktail de autor, ora pede uma sangria para dividir (ou as duas coisas, não estamos aqui para julgar). A sangria tinta aqui conta com uma longa lista de ingredientes: limões e laranjas, hortelã, xarope de açúcar, triple sec, martini rosso, licor safari, gin, 7up e vinho tinto.

Ajitama Ramen Bistro
Ajitama Ramen Bistro
©Manuel Manso

Ajitama Ramen Bistro

Restaurantes Asiático contemporâneo Grande Lisboa

Sangria de saké e frutos vermelhos, 14€

No reino do ramen, entre as novidades de Verão para levar para a nova esplanada, montada sobre um deck elevado e com chapéus a proteger do sol mais forte, há uma interpretação japonesa da sangria de frutos vermelhos, aqui com saké. É suave e docinha sem ser em demasia e perfeita para acompanhar com a entrada supaishi ajitama, o ovo mais conhecido da casa, com molho picante caseiro. Na hora do brinde, em vez de tchim-tchim, diga kampai!

Publicidade
Classico Beach Bar by Olivier
Classico Beach Bar by Olivier
DR

Clássico Beach Bar by Olivier

Restaurantes Grande Lisboa

Sangria de cidra e maçã verde, 26€

Lá porque as circunstâncias de 2020 não permitem que haja festa rija ao pôr-do-sol na praia, não quer dizer que não possa, e deva, tirar o melhor partido possível dos restaurantes e bares à beira-mar. O Clássico Beach Bar by Olivier é a novidade deste Verão do outro lado da ponte, na Praia de São João. Entre rosés da Provence e cocktails, há sugestões frescas e doces de sangria, como esta com maçã verde, maracujá, espumante e cidra. É servida num copo de gin, com bastante gelo e bagos de romã (e também pode pedir só um copo, se não quiser abusar, 8€).

Verão em Lisboa

JNcQUOI Avenida
Manuel Manso

Novas esplanadas em Lisboa para desconfinar e arejar

Restaurantes

É uma tradição bem portuguesa, esta de rumar à esplanada assim que os casacos começam a ficar para trás. Talvez até antes disso, porque neste jardim à beira-mar plantado tudo serve de desculpa para fazer fotossíntese. Com isto em mente, quisemos trazer-lhe a papinha toda, dizer-lhe onde é que a pode fazer sem passar fome e sede. A lista que se segue é um apanhado das últimas novidades e de outras que ainda não perderam o cheiro a novo. 

Quiosque do Cais
DR

Almoçar à fresca nas esplanadas do Time Out Market Lisboa

Restaurantes

O Verão chegou, ainda que a pandemia nos faça esquecer de algumas das coisas boas da vida. Esplanadas são das melhores invenções para manter os níveis de convívio social em segurança e escusado será dizer que no Time Out Market não faltam boas opções – não é por acaso que passamos a vida a dizer que é o lugar que reúne o melhor da cidade. Há uma ala de chefs, muitos deles premiados com estrelas Michelin, e especialidades para todas as horas e todos os gostos, para todas as idades e até para todas as alergias e intolerâncias. Em dias quentes, opte por uma destas esplanadas, ideais para finais de tarde ou almoços prolongados.  

Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade