Os melhores bares e restaurantes na Costa da Caparica

Aqui, há praias para todos os gostos. Mas e na hora de matar a fome ou beber um copo? Estes são os 17 melhores bares e restaurantes na Costa da Caparica
Casablanca Beach Lounge, na Praia do Infante
Publicidade

Há areais e marés para todos os gostos, destinos clássicos e paragens menos óbvias na Costa da Caparica. São 15 quilómetros de costa e muitas praias por onde escolher. Mas e na hora de matar a fome ou beber um copo? Fica perdido, sem saber para onde se virar e como distinguir os bons restaurantes das armadilhas para turistas e veraneantes? Estamos cá para ajudar. 

Reunimos 17 restaurantes, bares e esplanadas na Costa da Caparica, dos que o servem mesmo em cima da areia, aos que se afastam ligeiramente das ondas para servir brunches a qualquer hora do dia, peixe fresco ou sandes para levar para a praia.   

Recomendado: As melhores praias na Costa da Caparica e Meco

Os melhores bares e restaurantes na Costa da Caparica

1
Kailua
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Kailua

icon-location-pin Grande Lisboa

É o restaurante-bar de praia mais concorrido para casamentos mas durante os meses de Julho e Agosto dedica-se aos clientes que vêm aqui para petiscar, antes, durante ou depois de um dia no areal. Esta temporada acrescentaram novidades ao menu: um ceviche de salmão (16€), outro tropical, com frutas marinadas com especiarias (9€), e um carpaccio de polvo (10€). O resto das ofertas mais clássicas mantêm-se, das amêijoas
 à Bulhão Pato (16€) para petiscar, linguini do mar com camarões selvagens e mexilhões (15€) às carnes, hambúrgueres ou saladas frescas. Há opções de pequeno-almoço, como o açaí e o iogurte e a granola, tal como diversos sumos naturais e batidos feitos com fruta fresca. Quando o relógio andar para a frente e já for tempo de bebidas alcóolicas tem um menu com nove opções de caipis, mais dez de gins e oito cocktails de autor. O Kailua é para todos. 

2
Retiro do Pescador
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Retiro do Pescador

icon-location-pin Grande Lisboa

Este retiro honesto na Fonte da Telha fica mesmo na praia e está aberto todo o ano. Servem bom peixe fresco –  quando lá chegar e disser que é isso que quer comer, chegam-lhe com uma travessa à frente para ver o peixe do dia. Há cadelinhas, amêijoas e outros petiscos para começar a refeição com o pôr-do-sol no horizonte (vá à confiança, que se não tiver fresco avisam).  

Publicidade
3
Borda D'Água
Fotografia: Duarte Drago
Restaurantes

Borda D'Água

icon-location-pin Grande Lisboa

João Carreira apresenta-se como o “beach boy” da Praia da Morena desde 1995 (ao lado, o Waikiki, na Praia da Sereia, é da sua responsabilidade desde 1986), portanto não está aqui a brincar. O Borda d’Água está aberto de Janeiro a Novembro e todas as quartas-feiras ao final da tarde começa a servir feijoada à brasileira (14€). Fora este cartão de visita, tem “os melhores petiscos da Margem Sul”, garante o responsável, e peixe grelhado do bom. Há serviço de mesa em toda a concessão, por isso pode escolher se quer comer no deck, no lounge ou nas camas.

4
Praia da Princesa
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Praia da Princesa

icon-location-pin Grande Lisboa

O restaurante da Praia da Princesa renasceu há três anos. O chef 
Miguel Simões de Almeida começou por fazer a consultoria mas agora está a tempo inteiro neste espaço com um deck de cores claras. Esta temporada há mais mesas na praia e uma grande aposta nos finais de tarde com DJs, para andar sempre de cocktail na mão. A carta foca-se muito no peixe grelhado em carvão, mas tem novidades, como o tártaro de atum com guacamole e tomate cherry (13€) ou um arroz negro de choco com aioli de alho e coentros (38€ para dois) ou um chuletón basco de carne maturada (50€ para dois) para quem precisa de algo mais consistente depois de um dia de praia. Há saladas frescas e sumos de fruta natural com propriedades desintoxicantes.

Publicidade
5
Bambu Bar
Fotografia: Manuel Manso
Bares

Bambu Bar

icon-location-pin Grande Lisboa

É o último da linha de praias da Fonte da Telha, e por momentos, sentado na esplanada, o mais provável é que
 se esqueça que estamos à beira da praia–há um muro que nos separa da areia e este é quase um refúgio para quem é arrastado para a praia mas não é assim tão fã. Tem sempre uma brisa agradável e espreguiçadeiras (com consumo mínimo de 5€ por pessoa), onde pode comer refeições ligeiras, das tostas às saladas, ou optar por um peixe grelhado. Se as bolas de Berlim não chegarem a esta ponta da praia, o Bambu Bar tem uma vitrine cheia delas.

6
Delmare Café
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Delmare Café

icon-location-pin Grande Lisboa

Nos dias quentes de Verão vai ter
 de esperar se quiser ficar numa
 das camas brancas com dossel esvoaçante, imagem de marca deste espaço. Mas este restaurante-bar é bastante desafogado no lounge 
e no interior, onde se pode atirar a saladinhas de polvo ou de ovas (10€), pregos de picanha no pão (7,50€), tostas e hambúrgueres. Há sumos naturais de quase todas as frutas,
 da melancia à papaia, e todos os cocktails clássicos a preços interessantes (6€). Isso e cinco opções de gin para os que ainda praticam este gosto (12€). Tem menus de grupo para o caso de querer celebrar o Verão com os amigos.

Publicidade
7
Casablanca Beach Lounge
Fotografia: Duarte Drago
Bares

Casablanca Beach Lounge

icon-location-pin Grande Lisboa

Organiza, desde 2011, casamentos, despedidas de solteiro ou jantares românticos. Mas o Casablanca Beach Lounge é mais do que isso e durante o dia serve especialidades como as amêijoas à Bulhão Pato (17,50€), apanhadas pelo marido da cozinheira todas as manhãs, e a acompanhar com pão torrado. Prove a sangria de espumante com morangos ou a de vinho verde e vá-se estender numa das espreguiçadeiras (se consumir mais do que 10€, pode usufruir do chapéu e cadeiras sem ter de pagar mais por isso).  

8
Praia do Castelo
Atracções, Praias

Praia do Castelo

Diz-se que o nome da praia vem da casa em forma de castelo que se avista na estrada antes do acesso à praia. É uma das mais conhecidas da Caparica, frequentada por uma fauna mais jovem, que se costuma juntar no bar da praia. O restaurante que partilha o nome com o areal é popular para comer peixe fresco (linguado, besugo, chocos, ovas de pescada), mas prepare-se para esperar bastante tempo por mesa. COMO CHEGAR: Estamos a ficar repetitivos. Pelo centro da Costa da Caparica. Conte com trânsito ao fim-de-semana para sair da praia. 

Publicidade
9
Choco Frrito
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Choco Frrito

icon-location-pin Grande Lisboa

É uma das novidades de 2017 na Caparica. O Choco Frrito, uma pequena barraca de praia instalada na esplanada do restaurante Golfinho, na Praia da Saúde, é um dos melhores sítios nos arredores de Lisboa para comer choco frito. O choco, elogiado até por setubalenses, pode ser levado para a praia e serve-se em duas doses, normal ou grande. Por mais 3€ tem direito a bebida e a batatas fritas (descascadas e fritas ali mesmo).

10
Sentido do MAr
©DR
Restaurantes

Sentido do Mar

icon-location-pin Grande Lisboa

Fica no paredão da Costa, na linha do Barbas, o restaurante do benfiquista ferrenho, e aqui é o sushi que está em sentido. Existe a versão mais tradicional e combinados de fusão, mas também propostas para quem não é fã do peixe cru.  

Publicidade
11
Leblon
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Leblon

icon-location-pin Grande Lisboa

Pede emprestado o nome ao bairro do Rio de Janeiro e traz o ambiente carioca para a esplanada, com chapéus de palha e palmeiras a emoldurar a praia. O menu é do pequeno-almoço ao final da tarde: tem taças de fruta com iogurte ou açaí (a partir de 7,5€), senhores hambúrgueres de picanha (9,5€), carne de vaca, frango e farinheira ou salmão (8,75€), pratos mais tradicionais, como o arroz de polvo e os mais asiáticos nasi gorengs, um arroz negro frito ora com camarão, ora com frango (16€). As tostas, saladas e petiscos, do pica-pau às gambas na frigideira, também lá estão. Só fecha em Janeiro e durante os meses de Inverno serve cozido à portuguesa em formato buffet aos sábados e domingos (20€). Nas bebidas, o menu do Leblon é de uma riqueza enorme, há vinho a copo, limonadas, espumantes, ginja, aguardentes velhas e uma série de mojitos, caipirinhas e daiquiris que podem ser pedidos em copo, em jarros de um litro ou de dois. Cuidado. 

12
Koa
Fotografia: Duarte Drago
Restaurantes

Koa

icon-location-pin Grande Lisboa

O novo café da Costa da Caparica entrou ali naquele limbo entre o saudável e o instagramável, com opções de pequeno-almoço e brunch a qualquer hora do dia. O menu de brunch (13€) inclui café ou chá, sumo do dia, uma taça de iogurte com fruta e granola, tosta de abacate, bacon
e ovo ou de salmão fumado e uma panqueca. Há tudo isto à carta e ainda bowls, com opções vegan e gluten free.

Publicidade
13
Apeixonado
©DR
Restaurantes, Frutos do mar

Apeixonado

icon-location-pin Grande Lisboa

Fica no mercado e a ideia é ir direito 
à banca escolher o peixe que quer, 
que é logo pesado à frente do cliente, e segue para a grelha. É tudo sujeito 
à pesca do dia, mas o mais provável
é ter sardinhas, carapaus, peixe-espada, lulas, robalos, salmonetes ou linguado por onde escolher. O menu do dia, com peixe, salada, batatas e bebida é 7,50€.

14
Padaria da Praia
©DR
Restaurantes, Padarias

Padaria da Praia

icon-location-pin Grande Lisboa

Não fica na praia mas é a padaria
 a escolher antes ou depois de lá ir
 (as praias mais perto são as de São
 João), até porque tem sandes que
 fazem um bom farnel para a praia:
 além das mais clássicas, há uma 
de pêra, requeijão, rúcula e paté de
 azeitona que ganhou um concurso 
local de “sandes à portuguesa”. Tem bolo do caco com chouriço, croissants e iogurte natural com toppings à 
escolha (2,95€). Há dois menus de brunch, disponíveis até às 19.00 (a partir de 6,95€).

Publicidade
15
Pita.gr
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Grego

Pita Gourmet

icon-location-pin Grande Lisboa

É atravessar a estrada, vindos
 da Praia Nova, e entrar pelo restaurante grego de que Almada fala. Tanto que o dono, grego legítimo, abriu uma segunda versão na Charneca — o Pita.gr & Peruano, fundado a meias com um cozinheiro peruano que também serve aí as suas iguarias nacionais. Voltando à casa original, se não estiver a conseguir escolher e ainda não tiver visto o documentário Cowspiracy
 diga 104: é o número da pikilia, uma travessa com quatro tipos
de carnes grelhadas para duas pessoas – até se estica para três.

16
Berlineta
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Pastelarias

Berlineta

icon-location-pin Grande Lisboa

Alessandro Iuliano vendia bolas na praia desde 2014 e em festivais de street food, onde continua a andar de tempos a tempos. Entretanto abriu a primeira Berlineta física na Caparica e já tem outros espaços em Santa Apolónia e na Gare do Oriente, em Lisboa. Tem sete massas diferentes – a tradicional, de beterraba, alfarroba, espinafres, erva doce, sementes de chia
 e cenoura – e nove recheios à disposição, do simples creme à Nutella ou ao doce de pêssego.
 O melhor é que pode agendar a entrega da sua bola na praia (1€ cada).

Publicidade
17
Rambóia
©DR
Restaurantes, Steakhouse

Rambóia Steakhouse & Bar

icon-location-pin Grande Lisboa

Aimé Barroyer, o antigo responsável pelas cozinhas do Valle Flor ou do Tavares, entrou na Rambóia há três anos com um restaurante próximo da praia. É steak house e bar e 
serve tudo a qualquer hora do dia. Tem hambúrgueres, do double cheeseburguer (10€) ao americano (8,90€), bife do lombo (15€), picanha (11,5€), entrecôte (13,50€). Nos bestsellers estão as ribs BBQ (12,50€) ou a francesinha (10€).

O melhor do Verão

Zazah Goodview
Arlindo Camacho
Restaurantes

As novas esplanadas em Lisboa

Esplanadas frescas no duplo sentido do adjectivo, percebe? São estes nomes que vão circular pelos grupos de WhatsApp, agora que os dias quentes voltaram. Comece já a dinamizar esses chats e a marcar um copo ao final do dia numa destas oito novas esplanadas em Lisboa. 

praia da conceição
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

As melhores praias da linha de Cascais

Próxima paragem: praias da Linha. A menos de uma hora de Lisboa – e à distância de um comboio – não faltam escolhas para estender a toalha na areia e dar um mergulho. 

Publicidade
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com