Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores sítios para comer ovos Benedict em Lisboa

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Ovos benedict do Delidelux
©Inês Félix

Os melhores sítios para comer ovos Benedict em Lisboa

É uma das melhores formas de os comer e estes são os sítios que fazem os melhores ovos Benedict em Lisboa

Por Inês Garcia
Publicidade

Ovos são a estrela de qualquer brunch ou mesa de pequeno-almoço farta, sejam eles na versão estrelada, mexida ou escalfada. Os ovos Benedict, escalfados e banhados depois com molho holandês, vieram dos Estados Unidos e instalaram-se nos menus de uma série de restaurantes e cafés em Lisboa. Há dúvidas acerca da origem deste prato, mas a primeira receita que existe destes ovos é de 1894. Há uma data de variações dos ovos Benedict: os Florentine são com espinafres ao invés do tradicional fiambre, os Royal são com salmão fumado. São servidos em pão brioche (ou noutro tipo de pão, como o bolo do caco) e podem ser uma refeição completa.

Recomendado: Os melhores brunches em Lisboa

Os melhores sítios para comer ovos Benedict em Lisboa

Avocado House
Avocado House
©Manuel Manso

Avocado House

Restaurantes Estrela/Lapa/Santos

Na Avocado House todos os pratos levam abacate, das panquecas ao hambúrguer, dá para actualizar as suas redes sociais. Os ovos Benedict aqui chama-se forest e o molho holandês colocado por cima dos ovos perfeitamente escalfados é feito com abacate. Leva ainda fiambre de peru fumado, mix de rebentos, espinafres salteados, salada de gaspacho e lmão (8,30€).

Manifest
Manifest
©Inês Félix

Manifest

Restaurantes Grande Lisboa

Oksana Romaniuk e Anton Kriat vieram de Kiev para Lisboa, sem ideias de ficar – inevitavelmente, apaixonaram-se pelo país e criaram poiso fixo na cidade. Por lá, têm um restaurante de hummus, o Hum:Hum; por cá decidiram abrir o Manifest.Lisbon, um café-restaurante perto do Marquês de Pombal com opções de brunch até as 17.00. Há duas opções de ovos Benedict: os Atlantic, com espinafres, salmão salteado e molho holandês feito com tofu (9,50€) ou os American, com queijo creme, rúcula, tomate com pimentos, cebola crocante e molho holandês (8,50€).

Publicidade
Cotidiano
Cotidiano
©Manuel Manso

Cotidiano

Restaurantes Cafés Grande Lisboa

No Cotidiano, no Chiado, há all day food, comida que se come a toda a hora, independentemente de ser um prato de ovos, uma torre de panquecas ou uma sopa, em versões vegan ou normais, sem esquecer opções sem glúten. Os ovos Benedict aqui são cor-de-rosa, com um molho holandês feito com beterraba e servidos com salada da época (7,50€). Pode sempre pedir para acrescentar salmão fumado (mais 3,50€).

Chérie Paloma
Chérie Paloma
©Manuel Manso

Chérie Paloma

Restaurantes Mexicano Santos

Outro queridinho para pequenos-almoços (e não só) em Lisboa. Os donos do minimalista Dear Breakfast abriram o Chérie Paloma, um café-restaurante mexicano para todas as horas do dia, com ritmos mais latinos. E porque nem todas as manhãs têm de começar com uma meia de leite ou uma bica, aqui pode pegar numa margarita e dar os buenos dias com sotaque enquanto pede os ovos benedictinos, uma versão mexicana dos benedict com molho holandês tradicionais mas com salsa verde.

Publicidade
Early Birds
Early Birds
©Manuel Manso

Early Birds

Restaurantes Chiado/Cais do Sodré

Seja um early bird ou não, este café-restaurante ao pé de São Bento tem pequenos-almoços para servir, da já very typical tosta de abacate aos ovos Benedict, com opção com cogumelos ou com bacon (7,50€). Ambos são servidos com panqueca de batata, salada verde e pão dinamarquês na base.

nicolau lisboa
nicolau lisboa
Fotografia: Manuel Manso

Nicolau Lisboa

Restaurantes Cafés Baixa Pombalina

O Nicolau tornou-se um fenómeno assim que abriu, em 2016. A culpa é, em parte, do cão-salsicha, de lacinho ao pescoço e fato de veludo que é a mascote do restaurante da Baixa, de mesas e espaço instagramável. Tudo o que está na carta serve bem para pequeno-almoço, almoço ou lanche mas é o menu de brunch que enche o olho tanto de turistas como de lisboetas, que quase todos os dias fazem fila à porta. Os ovos benedict são servidos em pão de brioche, levam bacon, ovo escalfado e molho holandês e podem ser pedidos à carta (custam 6,80€) ou dentro do brunch (aos 15€ do menu, acresce 5€).

Publicidade
Ovos benedict da Tartine
Ovos benedict da Tartine
Fotografia: Ana Luzia

Tartine

Restaurantes Chiado

A Tartine apresenta um dos mais completos esquadrões de ovos da cidade. Os Benedict estão lá, claro, feitos com pão de brioche, ovos escalfados (aqui vêm dois) e molho holandês, e podem levar presunto ou fiambre (12€) A versão com salmão fumado é a royal (14€) e a com espinafres chama-se florentine (12€). Se acompanharem o brunch (a 14€), saem mais baratos (+8€). Agora também estão à mão de semear no Time Out Market.




Delidelux - Brunch Benedict
Delidelux - Brunch Benedict
Fotografia: Arlindo Camacho

DeliDelux Santa Apolónia

Restaurantes São Vicente 

Outro restaurante que gosta de multiplicar receitas é o DeliDelux. Há três versões de ovos Benedict. A veggie leva cogumelos e espinafres e é servida num bolo do caco escuro, com farinha de malte (custa 9,90€), a de salmão fumado  vem num bolo do caco tradicional (11,20€) e a de bresaola, uma carne fria parente do presunto, usa o mesmo tipo de pão (10,10€). Podem ser pedidos à la carte ou no brunch Benedict (a 18,90€), disponível todos os dias da semana, e que inclui sumo, bebida quente, croissant, pães, queijos e um incrível fiambre fumado.



Publicidade
Dear Breakfast, brunch, pequeno almoço
Dear Breakfast, brunch, pequeno almoço
©Francisco Santos

Dear Breakfast

Restaurantes

O Dear Breakfast quer prolongar (e melhorar) as manhãs, com ovos de todas as maneiras e feitios, tostas e sumos naturais. Há os ovos Benedict (ovos escalfados com bacon e molho holandês, 9€) mas também a versão royal (com salmão, 9€), florentine (espinafres, croutons, molho holandês, 7€) e rothko (com um ovo cozinhado no meio de um pão brioche, com chouriço e tomate, 9€).

Zenith
Zenith
©Arlindo Camacho

Zenith Brunch&Cocktails

Restaurantes Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Fernando Sá e Thiago Silva trouxeram o Zenith do Porto para Lisboa com mesas carregadas de comida em pratos instagramáveis e com cocktails a acompanhar - sem menus e com a ideia de mostrar que "brunch é mesmo uma refeição, como o almoço e o jantar, e não é um pacote". Os ovos Benedict estão lá, naturalmente: São servidos em tosta de pão de água com acabate e molho holandês (6,50€), com bacon é mais 1€ e com salmão furando mais 2,50€. Há ainda a versão Zenith, com os ovos escalfados panados, servidos no mesmo pão com presunto crocante, abacate, tomate cherry e molho holandês (8,50€). 

Publicidade
Simpli - Brunch
Simpli - Brunch
Fotografia: Manuel Manso

Simpli

Restaurantes Cafeteria Avenida da Liberdade/Príncipe Real

A estrela da companhia do Simpli, na Braamcamp, é o café de especialidade, que chega do Brasil e das Honduras ainda verde, é torrado ali mesmo e vendido em grão ou nas várias bebidas com café, sempre acompanhadas de uma etiqueta explicativa. Mas sábados e feriados são dias de brunch. Há dois menus e é no segundo que estão incluídos os ovos Benedict com salmão e abacate (menu 15€).

Ritz ovos
Ritz ovos
DR

Ritz Four Seasons Hotel Lisboa

Hotéis São Sebastião

Para acabar à grande e à francesa, vá ao Ritz para uma barrigada de brunch à séria. É o mais caro e o mais chique da cidade (56€), mas vale mais do que a pena. Tem uma estação só de ovos e, claro, pode pedi-los na versão Benedict.

Mais cafés e restaurantes em Lisboa

Fauna & Flora
Fotografia: Francisco Santos

Sítios para comer panquecas de matcha

Restaurantes

É verde, tem poderes mas não é um super-herói. O matcha, um chá verde japonês, é uma das grandes tendências da cozinha, muito usado para beber, mas também se pode comer e nestes quatro sítios é a base de panquecas altas e fofas. Não se deixe intimidar pela cor – é daquelas coisas que primeiro se estranha e depois se entranha.

O balcão do Zenith em Lisboa
Fotografia: Arlindo Camacho

Os cafés mais instagramáveis em Lisboa

Restaurantes

Brunch e instagramável, duas palavras que entraram no nosso léxico: a primeira muito por causa de séries como O Sexo e a Cidade, a segunda porque as redes sociais começaram a dominar grande parte das nossas vidas. A fotografia (e a barriga, vá) pedem mesas de brunch coloridas, com tostas de abacate, ovos escalfados e panquecas gulosos. Descubra os seis cafés mais instagramáveis na cidade.

Publicidade
scone café saudade
Fotografia: Ana Luzia

Os melhores cafés para encher a barriga

Restaurantes Cafés

Entre os melhores cafés da cidade, estão alguns onde vale a pena espreitar o menu e matar a fome. Pequeno-almoço, almoço, lanche ou brunch: estes são os melhores cafés para encher a barriga. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade