Global icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Três sítios para comer baklava

Três sítios para comer baklava

A origem do doce é controversa mas antes de começar a lição de história, prove estas três diferentes baklava em Lisboa.
Mezze - Baklava
Fotografia: Francisco Santos Baklava do Mezze
Por Inês Garcia |
Publicidade

Gregos, turcos e gentes do Médio Oriente reclamam o doce como seu mas na verdade a origem é controversa e não está muito bem documentada. O que interessa é que muitos foram os que pegaram na receita e a foram adaptando (há até versões salgadas) mas a base é sempre a mesma: massa filo, feita folha a folha. Este pastel doce é recheado com uma pasta de nozes trituradas e várias especiarias, tudo mergulhado numa calda de açúcar ou mel. Acresce os pistácios em alguns casos ou outros frutos secos. Coma baklava, em rolinho ou cortada em fatias ou quadrados, nestes três restaurantes de gastronomias bem diferentes em Lisboa.

Recomendado: Os melhores restaurantes do Médio Oriente em Lisboa

Três sítios para comer baklava

mezze, restaurante sírio, arroios
©Francisco Santos
Restaurantes, Sírio

Mezze

icon-location-pin Lisboa

Nesta casa síria no Mercado de Arroios, onde quem recebe e cozinha são refugiados do Médio Oriente, tudo se pode e deve comer com saj, um dos pães sírios caseiros - o hummus, o baba ganoush ou até para fazer uma espécie de sanduíche de falafel. No fim, há uns quantos doces, que embora não pareçam muito trabalhados, são coisas sérias: a massa da baklava, por exemplo, é feita folha a folha por Fátima, uma das cozinheiras. O recheio deste doce é de pistáchios e a massa que os enrola é a tal massa, uma espécie de massa folhada.

Preço: 2€

#Treestory
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Georgiano

#Treestory

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

No primeiro restaurante georgiano da cidade, há uma baklava à moda da Geórgia, com um processo longo de preparação. Tanto pode haver em rolinhos, a forma mais tradicional deste doce, ou cortado em quadrados. A receita leva mel e nozes e, quando é servida, vem com um pequeno potezinho de mel e mais frutos secos para ir acompanhando.

Preço: 5€

Publicidade
Baklava do restaurante Muito Bey
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Libanês

Muito Bey

icon-location-pin Cais do Sodré

O restaurante do libanês Ezzat Ellaz no Cais do Sodré tem a versão mais tradicional da baklava, em doce, com massa filo em camadas com pasta de nozes, amêndoas e xarope de açúcar, mas têm ainda uma versão salgada. Está nos mezze quentes e é uma baklava de queijo, com a massa filo em camadas com queijo feta (8,50€).

Preço: 4,50€

Cozinha do mundo em Lisboa

Dim sum do Estoril Mandarim
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Chinês

Os melhores restaurantes chineses em Lisboa

Os Golden Visa não melhoraram só o panorama do imobiliário da cidade. A procura de comida chinesa autêntica e regional aumentou a olhos vistos e já não é tudo acompanhado com arroz chau chau, com rebentos de soja lá pelo meio e com a banana fá si de sobremesa. Desde o Martim Moniz até ao Estoril, consegue-se comer de tudo um pouco, mesmo que por vezes tenhamos de entrar em apartamentos alheios. Estes são os melhores restaurantes chineses em Lisboa para todas as carteiras (sim, que esta lista também contempla o fine dining chinês). 

Soão
©Manuel Manso
Restaurantes, Japonês

Os 21 melhores restaurantes japoneses em Lisboa

A cozinha japonesa apareceu em Lisboa nos anos 1980 mas só nos anos 2000 atingiu o seu boom. Nos últimos anos a oferta de restaurantes tem crescido em larga escala por toda a cidade, em parte por culpa dos buffets de sushi que democratizaram a relação dos portugueses com estas pecinhas de arroz e peixe e cru. Nem tudo o que abriu, porém, tem a qualidade de matéria-prima desejada ou mãos que a saibam tratar como merece. Comida japonesa não é, de todo, só sushi, mas há já umas boas mãos cheias de restaurantes que servem sushi de qualidade e confeccionado com talento, seja ele mais ou menos tradicional. E cada vez mais restaurantes japoneses onde o sushi assume o papel secundário. Prove o melhor da gastronomia daquele país num destes 21 restaurantes japoneses em Lisboa. 

Publicidade
soi
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Pan-asiático

Nestes restaurantes pan-asiáticos em Lisboa cabe a Ásia toda

Para quê um japonês ou um vietnamita quando se pode ter a Ásia (quase) toda à mesa? Pan-asiáticos: não há o que temer, não é um nome estranho para uma dieta restritiva que se tornou trendy na internet. Lisboa está a ganhar uns quantos espaços que não querem ter de escolher entre um pho vietnamita ou um ramen japonês e que põem o mais que podem e sabem sobre a Ásia na mesma carta. O resultado são cartas com muita street food asiática, agridoce, picante e comida de conforto nestes sete restaurantes pan-asiáticos em Lisboa. 

More to explore

Publicidade