Nestes restaurantes pan-asiáticos em Lisboa cabe a Ásia toda

Não precisa de escolher entre gyosas e baos: a Ásia toda está à mesa nestes sete restaurantes pan-asiáticos em Lisboa
soi
Fotografia: Francisco Santos
Por Catarina Moura |
Publicidade

Para quê um japonês ou um vietnamita quando se pode ter a Ásia (quase) toda à mesa? Pan-asiáticos: não há o que temer, não é um nome estranho para uma dieta restritiva que se tornou trendy na internet. Lisboa está a ganhar uns quantos espaços que não querem ter de escolher entre um pho vietnamita ou um ramen japonês e que põem o mais que podem e sabem sobre a Ásia na mesma carta. O resultado são cartas com muita street food asiática, agridoce, picante e comida de conforto nestes sete restaurantes pan-asiáticos em Lisboa.

Recomendado: Os melhores restaurantes japoneses em Lisboa

 

Nestes restaurantes pan-asiáticos em Lisboa cabe a Ásia toda

Soão
©Manuel Manso
Restaurantes, Asiático contemporâneo

Soão

icon-location-pin Alvalade

Ao lado do Cinema City de Alvalade, uma enorme cabeça dourada sopra os ventos quentes e secos vindos do Oriente – o soão –, há candeeiros em papel de arroz com caracteres chineses, um mapa-mundo de seda. Esta taberna asiática conta com dois pisos com ambientes distintos e pratos de seis países da Ásia: há baos que lembram Taiwan, dim sums catoneses, pad thai e caris verdes e vermelhos da Tailândia ou unajyu,o prato japonês de arroz coberto de enguia grelhada e caramelizada. A viagem acontece também nos copos com cocktails de autor e cerimónias do chá.

soi
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Asiático contemporâneo

Soi

icon-location-pin Cais do Sodré

É como estar numa rua de Banguecoque mas com vista para a cozinha de outras latitudes, das chicken wings à coreana aos goi cuon, os rolinhos vietnamitas, tudo com a mão de Maurício Vale. Os caris têm um espaço na ementa só para si e na carta aparecem as malaguetas que indicam picante e muito picante. Entre os mais leves a este nível há o caril matssam (na imagem, 13€), associado à cozinha tailandesa – que no Soi é a base para chegar a todas as outras. É de borrego e leva o doce fresco das bagas de romã. Para picantes poderosos há o devil curry, um caril vermelho com novilho, leite de coco e lima kaffir.

Publicidade
spices
©Living Allowed
Restaurantes, Pan-asiático

Spices

icon-location-pin Sintra

Aqui há Índia, China, Tailândia e Japão (incluindo combinados de sushi). O pan-asiático do Penha Longa Resort tem carta de Pedro Almeida, também responsável pelo Midori, o fine dining japonês da sala ao lado. Aqui é possível uma volta à Ásia em baos com a massa feita na casa – há um de camarão para a Tailândia, atum para o Japão, porco para a China. Aconchegar o estômago? Com certeza: o caldo agridoce tom yum gung do Spices leva carabineiro e maçã granny smith (na foto, 22€).

o aiático
©Francisco Rivotti
Restaurantes, Asiático contemporâneo

O Asiático

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Kiko Martins baliza esta viagem entre o Nepal e o Japão e tudo o que criou para O Asiático resulta da volta ao mundo que andou a fazer em 2010 – as fotografias que decoram as escadas d’O Asiático foram tiradas então. O resultado é o cruzamento de cozinhas – há um ceviche do Laos – e a interpretação de pratos tradicionais como a sopa tailandesa tom yum, do japonês chawanmushi de miso ou do pho vietnamita, com raviolis de rabo de boi e carpaccio de wagyu (na foto, 9,30€).

Publicidade
kin
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Asiático contemporâneo

KIN

icon-location-pin Martim Moniz

Nasceu como Sala Oriental do Topo mas renovou-se — meteu um dragão a sobrevoar a sala, um lounge com sofás para beber um dos cocktails de autor e lugares ao balcão para além das mesas. Renasceu assim uma "cantina asiática" com o nome Kin e com a indonésia Ricci Quino (que já por aqui estava) na cozinha (Ricardo Benedito, dos espaços Topo, continua como chef consultor). À carta adicionaram-se alguns pratos mas o espírito continua o mesmo: há baos, pho, tom yum, pad thai em diferentes versões, e sobremesas inspiradas em sabores asiáticos, como o crème brulée de erva príncipe.

A Time Out diz
su tan
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Asiático contemporâneo

Sun Tan

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

A especialidade são caldos feitos à boa maneira asiática, com noodles de arroz ou ovo lá dentro. As sopas mudam todos os dias – na imagem está o pho vietnamita feito com perna de borrego, menta, coentros e estrela de anis. Há sempre uma opção vegetariana e na ardósia deste restaurante com 15 metros quadrados, lêem-se com frequência nomes de receitas japonesas como “ramen de porco”, “ramen vegetariano”, “sopa miso com amendoim, batata doce e ovo marinado”.

Publicidade
boa bao
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Asiático contemporâneo

Boa Bao

icon-location-pin Chiado

Nas tigelas reconfortantes do Boa Bao há sopas thai com noodles de arroz, camarão e frango, sichuan com noodles de ovo e pato, ou outras com wontons de ovo e porco. O chef belga Chris Gielen andou a cruzar a Ásia e trouxe para o Chiado pratos tradicionais da Tailândia, Vietname, Laos, Camboja Malásia, Coreia, Japão e China. Este caril amarelo na fotografia (15€) vem da Malásia e traz pedaços de frango lá dentro. Há outras versões com camarão ou tofu.

A Time Out diz

O mundo inteiro em Lisboa

El Bulo
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes latino-americanos em Lisboa

Não sabe onde comer causas, tacos, moquecas, ceviches, empanadas e guacamole na cidade? Atravessámos o Atlântico sem sair de Lisboa para lhe apresentar os melhores restaurantes latino-americanos em Lisboa. Para escorregar melhor, pode escolher entre mojitos, pisco sours, caipirinhas e margaritas. Mantenha um copo de água por perto, que a coisa pode aquecer.

Muito Bey - Tapas
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Os melhores restaurantes do Médio Oriente em Lisboa

Esqueça as mil e uma noites e coloque o mindset mais nos mil e um pratos. Temos Turquia, Líbano, Síria e o estilo do Médio Oriente inteiro: muitos pratos para partilhar e o pão como estrela da mesa. Nem precisa de pegar na bússola para rumar a Oriente, basta pegar nesta lista e orientar-se por estes restaurantes do Médio Oriente em Lisboa.

Publicidade