Soão

Restaurantes, Asiático contemporâneo Alvalade
5 /5 estrelas
(2comentários)
1/4
Os pratos de sashimi de Luís Cardoso são montados em 3D
Soão
2/4
O chef Luís Cardoso
3/4
Caril vermelho com robalo e arroz glutinoso
4/4
Dim sums

Ao lado do Cinema City de Alvalade, uma enorme cabeça dourada sopra os ventos quentes e secos vindos do Oriente – o soão –, candeeiros em papel de arroz com caracteres chineses, um mapa-mundo de seda. Esta taberna asiática conta com dois pisos com ambientes distintos, muita atenção ao pormenor, pratos de seis países da Ásia, cocktails de autor e cerimónias do chá.

Publicado:

Nome do local Soão
Endereço Avenida de Roma, 100
Lisboa
1700-035 Lisboa
Horário Seg-Qui 12.30-15.30/19.30- 23.00, Sex 12.30-15.30/19.30-00.00, Sáb 12.30-00.00, Dom 12.30-23.00
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|2
1 person listening

Quem já experiênciou o sushi sashimi do Chef Luis Cardoso, aprendiz do maior mestre de sushi que passou em Portugal,

 sabe que pode contar com a melhor experiência que se pode obter por terras lusitanas,

 é verdadeiramente a derradeira  experiência Asiática.

 A tasca Soão é uma lufada de ar fresco nas ruas de Lisboa, que mata as saudades dos amantes de viagens pelo continente asiático, de comer e chorar por mais.

Obrigado e até !

tastemaker

Com tantas boas críticas a dizerem que o Soão era o melhor asiático de Lisboa, lá tive de ir experimentar! E se não é, anda lá perto porque uma coisa que gostei neste spot é a atenção ao pormenor a todos os níveis!

O restaurante com pratos de 6 países do Oriente está muito bem decorado, todo em madeira com vários pormenores orientais e os conhecidos candeeiros de papel. Divide-se em dois pisos, sendo que em cima temos uma típica taberna asiática com mesinhas individuais de um lado e do outro um balcão onde se pode ver o chef a confeccionar os pratos, e em baixo, num ambiente mais intimista e misterioso, existem várias salinhas privadas para grupos de 4/6 pessoas.

O restaurante tem dois turnos, das 19.30 e das 22h (detesto turnos mas parece que agora está na moda que se há-de fazer). :P O serviço é simpático e eficiente.

A acompanhar um dos chás especiais da casa, escolhemos de entrada os rolos de primavera com peixe e camarão do Vietname que estavam fantásticos mesmo, e o pad thai de prato principal. Estava bom mas para mim deveria ser mais picante, mais condimentado.. não achei extraordinário mas o facto é que também não há muitos sítios para comer um bom pad thai em Lisboa, por isso leva logo avanço.. ;)

O preço foi de 25 euros por pessoa, logo não é um restaurante barato mas vê-se que a qualidade dos ingredientes requer atenção.