A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Chocolate quente do Delidelux
Fotografia: Arlindo Camacho

Os melhores sítios para beber chocolate quente em Lisboa

Esqueça o vinho quente ou o chá. A bebida para os dias frios é mesmo o chocolate quente.

Escrito por
Teresa David
Publicidade

Dias frios ou chuvosos pedem bebidas quentes. E dentro das bebidas quentes, e a fumegar, há poucas tão gulosas e aconchegantes quanto o chocolate. Com ou sem chantilly, mais ou menos doces, muito ou pouco cremosas, opções não faltam para aquecer o corpo e a alma. E lembre-se que esta é a época para esquecer as restrições alimentares, evitar a balança e abraçar o açúcar e os doces que nos trazem felicidade. Nesta lista, damos-lhe algumas sugestões de sítios para beber chocolate quente em Lisboa, curar todos os males e colocar a gulodice em dia.

Recomendado: Os melhores sítios para comer e encomendar rabanadas em Lisboa

Sítios para beber chocolate quente em Lisboa

  • Compras
  • Chocolates e doces
  • Princípe Real

Para quem precisa de um conforto especial para se manter quente, a chocolataria artesanal Bettina & Niccòlo Corallo, com loja no Príncipe Real, pode ser a escolha certa. Feito com cacau puro, água e açúcar mascavado, este chocolate quente cremoso promete fazer as delícias dos friorentos e dos gulosos. Pode ser servido em tamanho pequeno (2€), num copo de café expresso, ou num copo maior (3,50€). Esta bebida não é exclusiva das temperaturas mais frias, está disponível durante todo o ano. 

  • Restaurantes
  • Comida

O que é melhor do que uma bebida quente para aconchegar nestes dias? Um croissant a acompanhar. No Maria Croissant, que acaba de abrir a sua segunda loja na Praça de Londres, os croissants – sejam eles de recheios simples, como o clássico creme de ovo, ou com opções mais ousadas, como presunto e queijo creme ou creme de avelã – podem ser acompanhados com chocolate quente tradicional (2,20€), ou com uma versão vegetal com bebida de aveia (2,40€). A esplanada dá nas vistas, mas no interior desta loja, decorada em tons rosa e azul e com referências a Maria Antonieta, também há espaço para se aquecer enquanto come. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Chiado/Cais do Sodré

O Café Joyeux é um projecto solidário vindo de França, onde já conta com cinco espaços, e chega a Portugal, mais concretamente a São Bento, mesmo em frente à Assembleia, pela Associação VilacomVida. Aqui, são garantidos o pequeno-almoço, almoço e lanche. Não faltam opções típicas de cafetaria, como o chocolate quente que pode ser o tradicional (3,5€) ou o Viennois, com creme de leite (3,8€).

  • Compras
  • Chocolates e doces
  • Grande Lisboa

Na Leonidas, marca belga de chocolataria que já chegou a vários pontos do país, chocolate quente é coisa que não podia faltar. Nas opções há o simples (2,50€) ou com natas (2,80€).

Publicidade
  • Restaurantes
  • Cafés
  • Santos
  • preço 2 de 4

O Heim Café, ali na fronteira de Santos com a Madragoa, veio dar vida (e um brunch) a um bairro até então precisava de alguma movida diurna. O sítio tornou-se tão popular que esperar na fila aos fins-de-semana é inevitável. Não desista e lute por um espaço onde possa meter as mãos num chocolate quente (3,50€).

  • Restaurantes
  • Dinamarquês
  • São Sebastião

Neste café-restaurante de inspiração nórdica pode escolher se quer o seu copo de chocolate quente feito com chocolate negro, branco, de avelã ou com menta, para um toque mais fresquinho (3,50€). 

Publicidade
  • Restaurantes
  • São Vicente 

Aqui, o chocolate quente é feito com chocolate da marca francesa Monbana, misturado com leite meio gordo (2,90€) ou, se quiser, leite de soja ou leite sem lactose (3,65€). E pode ou não levar natas por cima, dependendo do nível de gulodice (3,20€).

Häagen-Dazs
DR

Häagen-Dazs

Desengane-se quem pensa que a Häagen- Dazs só serve gelados. O Outono e o Inverno trazem consigo sabores frios bem capazes de aquecer a alma. O menu Winter- Dazs inclui um Hot Chocolate Temptation (5,50€), que combina os sabores do chocolate belga, com avelã, leite, canela em pó e marshmallows tostados. 

Publicidade
  • Compras
  • Chiado

O bolo de chocolate da Landeau dispensa apresentações – na verdade, grande parte da doçaria da casa também – mas há mais a conhecer. Falamos, claro, do chocolate quente (3€, com ou sem leite), esse guilty pleasure que nos abraça o corpo naqueles dias mais frios. 

  • Restaurantes
  • Cafés
  • Chiado

No austríaco Kaffeehaus, no Chiado, onde os sofás puxam por nós sempre que lá pousamos, o chocolate quente é feito com barras de chocolate austríaco e natas batidas (4,20€), mas há outras versões, com xarope pão de mel, amêndoa e não só (4,20€). 

Mais gulodices em Lisboa

  • Restaurantes

O açúcar tem tanto de vilão como de melhor amigo – mas uma vez não são vezes e a vida tem de ser feita de equilíbrios. Lembre-se, aliás, que os doces podem ser os nossos melhores amigos em alturas difíceis, calmantes emocionais que ajudam na produção da serotonina, a hormona que regula o bem-estar e o humor. Organize o calendário de almoços e jantares semanais e faça um pijaminha de sobremesas com esta lista que tem de tudo.

  • Restaurantes

São pequenas bolinhas de felicidade importadas do Brasil, mais especificamente de São Paulo. E não é fácil resistir a este doce que na sua versão mais tradicional é feito à base de leite condensado e chocolate (qual bomba calórica) e com uma preparação relativamente rápida e fácil de reproduzir em casa. Prove os brigadeiros destes sítios e tire a sua prova dos nove.

Publicidade
  • Restaurantes

É a sobremesa caseira mais segura em todas as festas de aniversário e jantares de família ou amigos. Mas fora de casa, a coisa pode complicar-se. Antes de mais nada porque é facilmente comparável com a da avó, da mãe ou da tia, depois porque os níveis de cacau do chocolate variam facilmente e há quem goste dela mais intensa ou mais cremosa e consistente, outros preferem chocolate com menos percentagem de cacau ou com cheirinho. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade