Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As estreias de cinema que não pode perder nos próximos meses
A QUIET PLACE 2
Photo Credit: Jonny Cournoyer "L-r, Regan (Millicent Simmonds), Marcus (Noah Jupe) and Evelyn (Emily Blunt) brave the unknown in A Quiet Place Part II."

As estreias de cinema que não pode perder nos próximos meses

Em meados de Abril os cinemas vão reabrir e fomos buscar uma dúzia de estreias indispensáveis até ao início do Verão

Por Eurico de Barros
Publicidade

O primeiro filme de Sia como realizadora, Music; a nova comédia de Woody Allen, Rifkin’s Festival, rodada em Espanha; a continuação do arrepiante Um Lugar Silencioso; a mais recente fita assinada pelo alemão Christian Petzold, Undine, assim como vários dos títulos mais nomeados para os Óscares de Hollywood, caso de Nomadland - Sobreviver na América, de Chloé Zhao, ou O Pai, de Florian Zeller, surgem nesta lista de sugestões para ir ver ao cinema, quando da reabertura das salas após o confinamento, na penúltima semana de Abril, e que abrange fitas que se irão estrear até ao começo do Verão. 

Recomendado: Os filmes originais Netflix que tem de ver

Doze filmes a não perder nos cinemas após o confinamento

‘Music’, de Sia

A cantora Sia estreia-se a realizar com este melodrama familiar em que Kate Hudson faz uma rapariga com graves problemas de dependência e acabada de sair de uma clínica de desintoxicação, que tem que cuidar da sua meia-irmã autista, Music (Maddie Ziegler), após a morte da avó, com quem esta vivia. (Estreia a 19 de Abril)

‘Nomadland - Sobreviver na América’, de Chloé Zhao

Vencedor do Festival de Veneza e nomeado para seis Óscares, este filme baseado no livro de Jessica Bruder tem Frances McDormand no papel de uma mulher que começa uma existência itinerante através dos EUA, na sua autocaravana, após a morte do marido e de ter perdido tudo na crise financeira de 2008. (Estreia a 19 de Abril)

Publicidade

‘Undine’, de Christian Petzold

A lenda da ninfa aquática Ondina, que ao ser traída pelo seu apaixonado, tem que o matar e regressar às águas de onde veio, é actualizada por Christian Petzold nesta fita passada em Berlim. Paula Bier dá corpo a uma Ondina que trabalha na Câmara Municipal da cidade e se enamora de um escafandrista. (Estreia a 19 de Abril)

‘Uma Miúda com Potencial’, de Emerald Fennell

Cinco nomeações aos Óscares para esta controversa fita em que Carey Mulligan personifica Cassie, uma rapariga profundamente marcada por uma tragédia, que vai para a noite fingindo-se embriagada e fácil, para armadilhar e castigar violentamente os homens que se aproximam dela. (Estreia a 29 de Abril)
Publicidade

‘Caros Camaradas!’, de Andrei Konchalovsky

O realizador de Os Amantes de Maria e Comboio em Fuga recria aqui um massacre de manifestantes desarmados perpetrado pelo KGB e pelo Exército na URSS, em 1962. A história centra-se numa fiel militante comunista e veterana da II Guerra Mundial, cuja filha está entre os grevistas que se manifestam e que desaparece. (Estreia a 6 de Maio)

‘Godzilla vs. Kong’, de Adam Wingard

As superproduções regressam aos cinemas com mais esta fita da série ‘Monsterverse’, que marca o encontro – nada pacífico - entre King Kong e Godzilla. E é a luta pelo futuro da humanidade que coloca os dois monstros em rota de colisão, já que uma conspiração ameaça todos os seres vivos. (Estreia a 6 de Maio)
Publicidade

‘O Pai’, de Florian Zeller

Anthony Hopkins interpreta um octogenário que vive sozinho na sua casa de Londres e está a começar a sofrer de demência, mas recusa qualquer ajuda, e Olivia Colman a sua devotada filha, neste filme baseado na peça na peça do dramaturgo Florian Zeller, que também realiza. Nomeado para seis Óscares. (Estreia a 6 de Maio)

‘Minari’, de Lee Isaac Chung

Na década de 80, uma família coreana-americana, os Yi, muda-se da Costa Oeste dos EUA para uma zona rural do Arkansas. O pai quer fazer vida de fazendeiro e está feliz, a mãe não gosta nada da mudança, o pequeno David e a irmã andam aborrecidos e a avó faz tudo para manter a família unida. Candidato a seis Óscares. (Estreia a 13 de Maio)
Publicidade

‘Um Lugar Silencioso 2’, de John Krasinski

Nesta continuação do sucesso de ficção científica de 2018, a família Abbott vai ter que enfrentar os terrores do mundo exterior, enquanto continua a lutar pela sobrevivência tentando manter sempre o silêncio. E descobrem que as criaturas alienígenas que caçam pelo som não são as únicas ameaças. (Estreia a 27 de Maio)

‘Rifkin’s Festival’, de Woody Allen

Um casal americano vai assistir ao Festival de Cinema de San Sebastián. Ele apaixona-se por uma bela espanhola e ela envolve-se com um brilhante realizador francês. Gina Gershon, Steve Guttenberg, Wallace Shawn, Louis Garrel, Christoph Waltz e Elena Anaya interpretam esta nova comédia de Woody Allen. (Estreia a 27 de Maio)

Publicidade

‘O Espião Inglês’, de Dominic Cooke

Um thriller de espionagem passado durante a Guerra Fria, na década de 60. Benedict Cumberbatch faz um pacato empresário inglês que é chamado para espiar pelo seu país, vendo-se envolvido na crise dos mísseis cubanos, juntamente com um informador soviético, uma agente da CIA e um operacional do MI6. (Estreia a 17 de Junho)

‘Agente Haxe’, de Jean-Paul Salomé

Isabelle Huppert é a protagonista desta comédia policial, no papel de uma intérprete de francês e árabe na unidade de combate ao tráfico de droga. Um dia, por um acaso, dá por si no meio de uma rede de traficantes. Com a ajuda de um antigo cão-polícia, ela vai transformar-se numa dealer por grosso. (Estreia a 24 de Junho)

Mais para ver

The Croods: A New Age
Photograph: DreamWorks Animation LLC

Os desenhos animados que estamos desejosos que cheguem ao cinema

Filmes Animação

Está previsto que os cinemas voltem a receber espectadores nos meados do próximo mês de Abril, e há já muitas estreias agendadas. Entre elas, estão várias longas-metragens animadas que tiveram as suas estreias adiadas ou que entretanto foram completadas e ficaram à espera de melhores dias para a exibição.

Publicidade
Romantic film: Tabu
DR

Os melhores filmes e séries portuguesas na HBO

Filmes

São várias as produções e co-produções nacionais a não perder na HBO, incluindo Auga Seca, a primeira série portuguesa a dar entrada nas plataformas de streaming internacionais. Entre nomeados e premiados, inclusive com Globos de Ouro, fizemos uma selecção de dez filmes e séries portuguesas que tem de ver na HBO.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade