Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As estreias de cinema que não pode perder até ao fim do Verão

As estreias de cinema que não pode perder até ao fim do Verão

Mais um Homem-Aranha, o novo Quentin Tarantino ou a biografia de António Variações, são alguns das estreias de cinema que iremos ver entre Julho e Setembro

Rei Leão
DR
Por Eurico de Barros |
Publicidade

A conversar é que a gente se entende. A pensar nisso, damos-lhe uma dezena de bons tópicos de conversa – em forma de estreias de cinema – para não ficar de fora das discussões cinematográficas.

Há muito tempo que os meses do calor deixaram de ser reservados às reposições. Os filmes continuam a estrear-se pelo Verão adentro e até Setembro estão anunciados vários que prometem. É o caso de Era Uma Vez... Em Hollywood, de Quentin Tarantino, que vai concorrer no Festival de Cannes, Variações, sobre a vida de António Variações, o novo Rei Leão, da Disney, Homem-Aranha: Longe de Casa, onde Spidey vai de férias para a Europa, uma versão contemporânea da história da Branca de Neve, com Isabelle Huppert no papel de madrasta má, ou o filme de Downton Abbey.

Recomendado: Filmes em cartaz esta semana

As estreias de cinema que não pode perder até ao fim do Verão

‘Hotel Mumbai’, de Anthony Maras

A recriação do sangrento ataque terrorista ao luxuoso Taj Mahal Palace Hotel de Mumbai, a 26 de Novembro de 2008, que fez mais de 160 mortos após três dias de ocupação e de ferozes combates com os militares indianos. Com Armie Hammer, Dev Patel e Jason Isaacs. (Estreia dia 16 de Maio)

‘Aladdin’, de Guy Ritchie

Mais uma adaptação de um clássico da animação da Disney para uma versão com actores e em imagem real, esta realizada pelo inglês Guy Ritchie. Depois de Robin Williams ter dado voz ao génio da lâmpada no filme animado original, é agora a vez de Will Smith o interpretar. (Estreia dia 23 de Maio)

Publicidade

“X-Men: Fénix Negra”, de Simon Kinberg

Eis o 12.º filme da série X-Men, que se segue a X-Men: Apocalipse, e se passa agora nos anos 90, com James McAvoy no papel de Charles Xavier/Professor X. Quase dez anos após os acontecimentos daquela fita, os X-Men são heróis nacionais e empenham-se em missões cada vez mais arriscadas. Um incidente com radiações solares afecta-os durante uma missão de salvamento no espaço, fazendo com que Jean Grey (Sophie Turner) perca o controlo dos seus poderes e se manifeste a sua temível personalidade de Phoenix. (Estreia dia 6 de Junho)

Toy Story 4

Toy Story não pára e é já em Junho que chega a quarta aventura, 24 anos depois da primeira. O filme continua a trama de Toy Story 3, em que Woody (Tom Hanks) e Buzz Lightyear (Tim Allen), em conjunto com outros brinquedos, são doados a Bonnie Anderson. Mas há uma nova personagem: o Forky, um garfo-colher transformado em brinquedo por Bonnie, que acredita que não é nada mais do que um pedaço de lixo. O grupo embarca numa viagem para provar que Forky pretence ao mundo dos brinquedos e um reencontro inesperado com Bo Beep trazem o romance entre os cowboys de volta para o centro das atenções. (Estreia: 24 de Junho)

Publicidade

‘Homem-Aranha: Longe de Casa’, de Jon Watts

Neste novo filme da série Homem-Aranha, que é mais uma vez interpretado por Tom Holland, Peter Parker vai com os seus amigos passar férias à Europa. No entanto, vai ter que vestir o uniforme de super-herói, para ajudar Nick Fury a investigar o mistério de várias criaturas elementais que estão a espalhar o caos por todo o continente europeu. (Estreia dia 4 de Julho)

‘O Rei Leão’, de Jon Favreau

Depois de O Livro da Selva, em 2016, Jon Favreau volta a assinar uma adaptação em imagem real e com efeitos digitais, de uma longa-metragem animada clássica da Disney. Esta nova incarnação de O Livro da Selva, realizado por Roger Allers e Rob Minkoff em 1994, conta com as vozes de James Earl Jones, Seth Rogen, Donald Glover, Beyoncé ou John Oliver. (Estreia dia 18 de Julho)
Publicidade

‘Blanche comme Neige’, de Anne Fontaine

Eis uma versão contemporânea da história de Branca de Neve, realizada por Anne Fontaine. A jovem e bela Claire (Lou de Laâge) trabalha no hotel do seu falecido pai, que é agora propriedade de Maud (Isabelle Huppert), a sua malvada madrasta. Quando o jovem amante desta se apaixona por Claire, Maud decide livrar-se da rapariga de uma vez por todas. (Estreia dia 25 de Julho)

‘Tolkien’, de Dome Karukosi

Nicholas Hoult interpreta o autor de O Senhor dos Anéis neste filme que vai apanhar o professor e escritor ainda jovem, quando forma, no colégio, uma sociedade semi-secreta com mais três amigos, a T.C. B. S., seguindo-o depois, quando começa a estudar na Universidade de Oxford e conhece Mary Edith Bratt (Lily James), com a qual se casaria mais tarde. Entretanto, rebenta a I Guerra Mundial. (Estreia dia 25 de Julho)
Publicidade

‘Os Novos Mutantes’, de Josh Boone

Já tinham feito uma aparição em Logan, em 2017, e agora os sucessores dos X-Men tem um filme só para eles. Cinco jovens mutantes que estão ainda a descobrir e explorar os seus poderes, e se encontram encerrados numa instalação secreta do governo dos EUA, decidem evadir-se. Charlie Eaton, Alice Braga e Antonio Banderas estão entre os intérpretes de mais esta produção de super-heróis. (Estreia dia 1 de Agosto)

‘Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw’, de David Leitch

Dwayne Johnson e Jason Statham retomam os seus papéis de Luke Hobbs e Deckard Shaw neste spin-off da série Velocidade Furiosa, e têm que se juntar para enfrentarem o vilão Brixton (Idris Elba). Este é um ciber-anarquista geneticamente modificado que está de posse de uma arma biológica com que ameaça o futuro da humanidade. (Estreia dia 1 de Agosto)
Publicidade

‘Era uma Vez… Em Hollywood’, de Quentin Tarantino

Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Margot Robbie, Al Pacino, Kurt Russell, Tim Roth e Dakota Fanning são alguns dos nomes que Quentin Tarantino recrutou para o seu novo filme. Estamos em 1969, em Hollywood, no final de uma era do cinema americano e no auge do delírio contracultural. Um actor de televisão na mó de baixo e o seu “duplo” procuram vingar na indústria cinematográfica. (Estreia dia 8 de Agosto)

´Variações’, de João Maia

A vida de António Joaquim Rodrigues Ribeiro, barbeiro e figura da Lisboa de finais dos anos 70, que apesar de não saber uma nota de música, sonha ser compositor e cantor. Sérgio Praia interpreta António Variações neste filme biográfico em que João Maia se estreia a realizar, e que recria o processo de transformação de António Ribeiro naquele fenómeno meteórico da música portuguesa, morto prematuramente em 1984. (Estreia dia 22 de Agosto)
Publicidade

‘Onde Estás, Bernardette?’, de Richard Linklater

Uma comédia dramática realizada por Richard Linklater, onde Cate Blanchett interpreta Bernardette Fox, uma arquitecta de Seattle que tem uma vida perfeitamente normal e um dia desaparece de forma inexplicavel. O marido e a filha adolescente não se conformam com o que a polícia lhes diz e decidem ir à procura dela, iniciando uma empolgante aventura. (Estreia dia 29 de Agosto)

‘Downton Abbey’, de Michael Engler

Depois da série de televisão, eis o filme, em que estamos de novo cordialmente convidados a visitar Downton Abbey e a conviver com a família de aristocratas que lá habita (e não esqueçamos a criadagem). Vários dos actores da série regressam aos seus papéis nesta versão para cinema, caso de Hugh Bonneville, Elizabeth McGovern ou Maggie Smith. (Estreia dia 19 de Setembro)

Tanto cinema

Sala de Cinema
Fotografia: Manuel Manso e Rui Pita
Filmes

As melhores salas de cinema de Lisboa

O cinema é, em grande medida, uma experiência íntima. Por mais que sejamos solidários, pessoas com mente aberta, gente disponível para aventuras destemidas, há coisas que só fazem sentido da nossa maneira. Ou seja, se para uns um filme vai bem com uma avalanche de pipocas (e aquele mascar é por certa agradável banda sonora), para outros há poucas coisas piores no mundo do que ir ao cinema e ter que levar com o barulho da mão a ir ao fundo do balde (e o sugar do refrigerante na palhinha? Ui…). A lista que se segue é uma tentativa de prós e contras sem animosidade, para agradar a gregos e troianos, pois claro.

Roma
©Netflix
Filmes

14 filmes originais Netflix que tem de ver

Para lá das séries, há muito cinema para ver na Netflix, que tem apostado cada vez mais em filmes. Começou com os documentários, depois com os filmes de autor e, mais recentemente, entrou no campeonato de Hollywood e dos grandes festivais de cinema. Roma é o melhor exemplo disto: o filme de Alfonso Cuarón conquistou o Leão de Ouro em Veneza e conseguiu para o serviço de streaming um triunfo nas nomeações para os Óscares com dez indicações. Mas há também Aniquilação, do escritor e realizador Alex Garland (Ex Machina), que acabou abandonado pela Paramount antes da estreia – felizmente, a Netfix não deixou escapar e acabou a produzir o filme de ficção científica que tem Natalie Portman à cabeça. Contas feitas, os filmes com a chancela da Netflix já são muitos. Na ficção, estes são os que não pode perder. Recomendado: Dez séries originais Netflix que não pode perder

More to explore

Publicidade