Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Três sítios para comer ovos verdes

Três sítios para comer ovos verdes

Ovos verdes são um dos petiscos mais tradicionais de Lisboa. Prove-os como entrada ou lanche nestes três restaurantes.

Cozinha da Felicidade - Ovos Verdes
©Ana Luzia Ovos Verdes com Bacalhau e Batata doce da Cozinha da Felicidade
Publicidade

Ovos são bons de qualquer maneira. Mexidos, estrelados, escalfados e por aí fora. Mas na hora de inovar, olhe para a receita de um dos petiscos mais lisboetas: os ovos verdes. São feitos com ovo cozido, ao qual é retirada a gema para ser misturada com pão amolecido e salsa picada. Depois são envoltos num polme e são fritos. É aperitivo de tasca, salgadinho básico para matar a fome a qualquer hora do dia ou até uma refeição ligeira para dias em que não apetece muito. Atenção que a receita envolve perícia - primeiro, prove-a nestes três restaurantes em Lisboa, na versão mais clássica ou reinventada.

Recomendado: O melhor da cozinha tradicional portuguesa em Lisboa

Três sítios para comer ovos verdes

Time Out Market - Cozinha da Felicidade
Inês Félix
Restaurantes

Cozinha da Felicidade

icon-location-pin Cais do Sodré

Na versão mais tradicional lisboeta, os ovos verdes são feitos com um ovo cozido. A gema é retirada e é-lhe adicionada pão amolecido e salsa picada, sendo depois envoltos num polme para serem fritos. A chef algarvia Susana Felicidade deu-lhes um twist digno: continuam a ser verdes, mas têm bacalhau e batata doce no recheio. Acompanham com uma maionese de coentros.

Preço: 2,50€

Frutalmeidas
©Duarte Drago
Compras, Mercearias

Frutalmeidas Roma

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

O Frutalmeidas, uma institução que tem casas no Saldanha e em Alvalade, é mais conhecido pelos bons pastéis de massa tenra no campeonato dos salgados ou pelo bolo de chantilly e morangos no caso dos doces mas não descure a análise ao menu deste clássico de Lisboa. É lá que estão os ovos, fritos diariamente e recheados com a mistura com gema, salsa, limão e mostarda.

Preço: 1,30€

Publicidade
Cantina Zé Avillez
ManuelManso
Restaurantes, Português

Cantina Zé Avillez

icon-location-pin Santa Maria Maior

No seu restaurante mais descontraído no Campo das Cebolas, José Avillez reinventou os ovos verdes e serve-os como entrada mas num escabeche bem temperado com gengibre.

Preço: 4,40€

Cozinha tradicional em Lisboa

Jorge d'Amália
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Tascas a não perder em Lisboa

Breves notas para definição de uma tasca O que é uma tasca? O dicionário diz-nos que é "um estabelecimento modesto que vende bebidas e refeições", mas também nos ensina que "tasca" é o nome do "utensílio em que se espadela o linho". Para que não haja dúvidas: estamos a falar dos restaurantes. Mas para um restaurante ser uma tasca precisa de cumprir uma série de requisitos. 

Sé da Guarda - Cozido
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Português

Restaurantes para comer cozido à portuguesa todos os dias

Um cozido à portuguesa por dia, não sabe o bem que lhe fazia – no frio do Inverno ou mesmo sob o calor abrasador do Verão, para os mais aficionados. Em Lisboa, não há dia marcado para se deliciar com este clássico da gastronomia nacional. De tascas mais acolhedoras a restaurantes mais requintados, pode sentar-se à mesa e esperar por um prato que lhe vai encher a barriga e aquecer o coração, de 5€ a 20€ por dose. Aqui vão sete restaurantes para comer cozido à portuguesa todos os dias, de segunda-feira a domingo.

Publicidade
Solar dos Presuntos - Bacalhau Assado
©Manuel Manso
Restaurantes, Português

Três sítios para comer bacalhau assado

Quando começamos a enumerar os pratos de cozinha tradicional portuguesa, um dos primeiros que vem à cabeça é, certamente, o bacalhau. Bem sabemos que existem mil e uma formas de o comer: os mais puristas vão para o cozido com todos, mas há o bacalhau à Zé do Pipo, à Gomes de Sá, com natas, com broa, espiritual... Podíamos continuar a ementa mas o bacalhau assado é outro da categoria clássica que não falha. Com batata a murro, bem regadinho com azeite, com ou sem ovo. Interessa é ser uma boa posta, bem demolhada, bem suculenta.  Vá matar saudades de um bom bacalhau ou leve o amigo turista a um destes restaurantes em Lisboa. 

Publicidade