Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Três sítios para comer gelados de rolinho

Três sítios para comer gelados de rolinho

São gelados feitos em cima de uma chapa frigorífica e enrolados com uma espátula. De fruta, bolachas ou chocolate, prove-os nestes três sítios

Ice Cream Roll
©DR Gelado de Rolinho da Ice Cream Roll
Por Inês Garcia |
Publicidade

Na Tailândia o mais provável é encontrar um carrinho no meio da rua com uma placa de metal gelada, improvisada, para fazer estes gelados de rolinho. Em Lisboa a tendência pegou (já se sabe que adoramos coisas importadas do outro lado do mundo, como o chá de bolhas) e começou a haver quem se dedicasse a esta arte. Sim, porque de certeza que vai ficar vidrado no processo, que é quase sempre o mesmo: em cima de uma chapa, a cerca de uns 20 graus negativos, coloca-se a base, que pode ser fruta fresca ou bolachas, leite e açúcar e mistura-se tudo. O gelado é depois alisado e, por fim, enrolado com uma espátula. Os rolinhos são depois postos em copos de gelado e, muitas vezes, cobertos com toppings à escolha. 

Descubra estes gelados nestes três sítios em Lisboa.

Recomendado: Derreta-se com as melhores gelatarias em Lisboa

Três sítios para comer gelados de rolinho

Ice Cream Roll
©DR
Restaurantes, Geladarias

Ice Cream Roll

icon-location-pin São Sebastião

O Ice Cream Roll, perto do Marquês, é um dos novos espaços em Lisboa que se dedica à arte (e isto é realmente arte) de enrolar gelado e pô-lo no copinho.Viki, a dona, é tailandesa e sabe o que faz. Há oito sabores, com muita cor, sabor e fruta fresca no topo. Mas se preferir escolher tudo, desde a base aos toppings, também pode compor o seu próprio gelado.

Preço: 4,50€

Hey Mate
©DR
Restaurantes, Geladarias

Hey Mate

icon-location-pin Cascais

Os amigos António Dias e Ricardo Paulos descobriram os gelados de rolinhos tailandeses pela primeira vez nas ilhas Gilli. Abriram a Hey Mate primeiro na Casa da Guia, em Cascais, com sabores como morango com suspiro, nutella e oreo, pastel de nata ou bola de Berlim, todos preparados à frente do cliente numa placa gelada a -20º. Agora estão também em Alvalade.

Preço: a partir de 3,50€

Publicidade
Street Icerolls
©DR
Restaurantes, Geladarias

Street Icerolls

icon-location-pin Carnide/Colégio Militar

Começaram por apetrechar uma bicicleta para andar pela cidade sem poiso fixo a vender estes gelados em rolo, mas agora estão no quiosque do coreto de Carnide a fazê-los à frente do cliente. Há bases de frutas variadas e chocolates como Nutella e Kinder. Aqui existe também uma versão alcoólica, de irish coffee, mojito ou caipiroska.

Preço: 3,50€

Três sítios para comer...

Boubou's - Pavlova
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Pavlova

Parece um bolo meio desfeito mas é na verdade uma pavlova, um bolo com base de merengue feito pela primeira vez em homenagem à bailarina russa Anna Pavlova. Deve ser o equivalente a um espectáculo de fogo-de-artifício na boca, como diria Remy, o rato do Ratatouille, ou seja, deve ser crocante por fora e macio e suculento por dentro. Depois pode ter vários toppings mas o mais habitual são as frutas frescas, dos morangos às cerejas. Se não tem vagar para seguir a receita à risca em casa, e por mais desleixado que este bolo pareça, não é fácil. Siga as nossas sugestões e peça esta sobremesa num destes três sítios. 

Fauna & Flora - Panquecas Salgadas
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes

Panquecas salgadas

Nunca se diz não a uma torre de panquecas, especialmente se forem altas e fofas. Mas há sempre algum amigo que não alinha nesta história do brunch enquanto refeição séria, portanto  arranjamos-lhe umas panquecas que na verdade são um bom petisco salgado e de deixar água na bora. Ora, as panquecas por norma são docinhas, tudo certo. Mas estas que lhe sugerimos aqui são salgadas e não é só mais uma invenção esquisita: são como mandam a regra (isto é, altas e fofas), mas têm tiras de bacon e ovo estrelado em cima. Há uma que é, até, uma francesinha. Nem por isso menos light, portanto tome cuidado quando for comer panquecas salgadas a um destes sítios em Lisboa. 

Publicidade
Brigadeiros - Ponto mais doce da Cidade
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Brigadeiro

São pequenas bolinhas de felicidade importadas do Brasil, mais especificamente de São Paulo. E não é fácil resistir a este doce que na sua versão mais tradicional é feito à base de leite condensado e chocolate (qual bomba calórica) e com uma preparação relativamente rápida e fácil de reproduzir em casa. Entretanto já há brigadeiros de todos os sabores, do amendoim ao morango, caramelo, caju, limão. Há até uns com nacionalidade luso-portuguesa que mantêm a base de leite condensando mas sabem a arroz doce, pastel de nata ou baba de camelo. Prove os brigadeiros destes três sítios e tire a sua prova dos nove. 

More to explore

Publicidade