Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Três sítios para comer canja de galinha
Valenciana - Canja de Galinha
Fotografia: Arlindo Camacho Canja de Galinha da Valenciana

Três sítios para comer canja de galinha

Para reconfortar e aconchegar, não há melhor que uma canja de galinha: nestes três sítios é caseira e há com arroz ou massa.

Por Inês Garcia
Publicidade

Há quem diga que é sopa de doente esqueça esse ultraje. A base é o caldo onde é cozida a carne, ao qual se junta arroz ou massa dependendo da região. Se for bem feita não fica um caldinho insonso e é bem capaz de aconchegar um dia mais frio.

Recomendado: O melhor da cozinha tradicional portuguesa em Lisboa

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Três sítios para comer canja de galinha

Valenciana
©Manuel Manso

A Valenciana

Restaurantes Churrasco Campolide

A Valenciana mudou a decoração e ganhou um jardim vertical mas Homero Videira continua a fazer o seu bom frango no churrasco. Mas para aqueles dias em que só apetece um caldinho básico reconfortante, o melhor é pedir a canja de galinha. Feita no caldo em que é cozida a carne, aqui é com massa.


Preço: 2,50€.

Snack-Bar Galeto
© João Palla Martins

Galeto

Restaurantes Hambúrgueres Avenidas Novas

Se tiver desejos de canja às 03.00, ou precisar de um reforço antes de regressar a casa depois de uma saída, este clássico da Avenida da República é provavelmente o único sítio que vai conseguir satisfazê-lo. É bem apuradinha, tem carne q.b. e existe em duas versões, para os apologistas do caldo com massa ou os do arroz e hortelã.

Preço: 2,75€.

Publicidade
Beira Gare
Fotografia: Ana Luzia

Beira Gare

Restaurantes Santa Maria Maior

As bifanas estão sempre sair e estranho será o dia em que a Beira Gare, numa esquina ao pé da estação de comboios do Rossio, as deixar esgotar. Mas com o tacho de canja de galinha, que fazem diariamente, a história é outra. Raramente sobra para o turno do jantar. É feita com arroz e tem bons pedaços de frango a boiar.

Preço: 2,60€.

Mais comida tradicional em Lisboa

Jorge d'Amália
Fotografia: Arlindo Camacho

Tascas a não perder em Lisboa

Restaurantes

O que é uma tasca? O dicionário diz-nos que é "um estabelecimento modesto que vende bebidas e refeições", mas também nos ensina que "tasca" é o nome do "utensílio em que se espadela o linho". Para que não haja dúvidas: estamos a falar dos restaurantes. 

Publicidade
Polvo à lagareiro do dom feijão
Fotografia: Manuel Manso

Três sítios para comer polvo à lagareiro

Restaurantes Português

Tem de ser cozido e bem cozido para não ficar tipo pastilha-elástica. Depois segue para a grelha ou para o forno, embebido em azeite e acompanhado com batata à murro. No Natal é rara a mesa do Norte que não tenha polvo, mas se for alfacinha, e enquanto não chega a quadra, é ir a um destes três sítios para comer polvo à lagareiro.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade