A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
IBO - Vieiras
©Duarte DragoVieiras do restaurante IBO

Três sítios para comer vieiras

Descubra onde pode comer vieiras em Lisboa longe dos restaurantes de fine dining

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Este pequeno molusco bivalve – recorrendo ao rigor da coisa – é muito usado em restaurantes de fine dining, pela sua delicadeza e sabor suave, um ingrediente sofisticado de textura tenra. Mas nada tema, apesar desta introdução pomposa, as opções que lhe aqui trazemos são para o comum mortal poder apreciar estas maravilhas vindas do mar.

As vieiras estão presentes tanto em entradas como em pratos principais. São servidas ora cozinhadas (gratinadas são uma maravilha), ora cruas – vão bem com tudo e são uma boa opção para partilhar numa petiscada.

Recomendado: Os melhores sítios em Lisboa para comer tudo e mais alguma coisa

Três sítios para comer vieiras

  • Restaurantes
  • Pan-africano
  • Cais do Sodré

Faz uma década de existência e foi um dos responsáveis pela revitalização da zona ribeirinha, sem nunca perder a raiz moçambicana. Na nova carta para o Outono/Inverno introduziu alguns sabores novos, como as vieiras servidas numa versão em beurre blanc de lima e tártaro de maçã, saborosas e frescas.

Preço: 15€

  • Restaurantes
  • Haute cuisine
  • Princípe Real
  • preço 4 de 4

Diogo Noronha tem o foco bem alinhado no seu Pesca: sustentabilidade e produtos do mar privilegiados ao máximo. Na carta tem umas vieiras braseadas empratadas com creme de ervilhas, pancetta ibérica e um crocante de espargos verdes com funcho da terra e do mar. Aproveite e peça uma dica de cocktail para acompanhar a Fernão Gonçalves.

Preço: 19€

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

As vieiras aparecem no menu do Água pela Barba no capítulo das miudezas, petiscos para partilhar: têm um molho de iogurte a envolver, pepino e uma salada de maçã. Partilhe também os tacos de peixe cru ou de peixe frito, o bao de sapateira, e siga depois para as grandezas.

Preço: 12€

Mais para comer

  • Restaurantes

A cereja está para o topo do bolo como o cannoli está para o fim de uma refeição italiana. Esta sobremesa tradicional da Sicília é perfeita para quem gosta de comer coisas crocantes: é feita com uma massa doce frita em formato de tubinho e recheada tradicionalmente com um creme de ricota. Pode ter variações nos recheios, é certo, mas os sítios que lhe indicamos aqui seguem o caminho da tradição. Tome nota e reserve espaço para a sobremesa. 

  • Restaurantes
  • Petiscos

A expressão popular diz que quem se lixa é sempre o mexilhão e neste caso é literal: o bivalve acabou sempre no tacho. Há várias maneiras de o comer. Na Bélgica, onde é petisco e refeição tradicional para almoços em família, os mexilhões são cozidos em molho de vinho branco, manteiga e ervas, e acompanham com batatas fritas, mergulhadas no caldo em que os frutos do mar foram preparados.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade