A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Clássico by Olivier
Mariana Valle Lima

Os melhores restaurantes de peixe em Lisboa

Do mar para o prato, sem espinhas, esta lista sabe a Verão o ano inteiro. Apresentamos-lhe aqui os melhores restaurantes de peixe em Lisboa

Editado por
Cláudia Lima Carvalho
Publicidade

Restaurantes de peixe em Lisboa? A resposta mais imediata talvez seja apontar as mesas à beira‑mar aqui ao lado (e também aqui estão), mas também na cidade se come bom peixe fresco, na grelha ou no tacho. Seja em restaurantes onde as bancas se parecem às dos mercados, carregadas de peixes, seja nos mais tradicionais onde os pratos do dia se fazem também de peixe. Nestes restaurantes de peixe em Lisboa e nos arredores há boas esplanadas (algumas para comer com o pé na areia), mas acima de tudo peixe sempre fresco. 

Recomendado: 18 novas esplanadas em Lisboa para se por à fresca

Os melhores restaurantes de peixe em Lisboa

  • Restaurantes
  • Português
  • Alvalade

O Restaurante Mercado de Alvalade fica dentro do mercado, escondido, do lado oposto à entrada principal, na Avenida Rio de Janeiro. Para o encontrarmos, temos de ir à sua procura. Há uma porta directa a partir do mercado, mas está sempre encostada; e, do lado da rua, é preciso subir umas escadas para o encontrarmos. Mesas bem postas e atoalhadas, copos de vinho correctos e, mais do que tudo, aquela carta típica de restaurante de peixe como deve ser. Uma dúzia de “Sugestões” do dia, onde encontramos barriga de atum grelhada, lulas da costa, pregado frito com arroz de tomate, carapauzinhos, lulinhas em azeite e alho. E há depois uma secção de “Peixes”, com lagareiros, ovas de pescada, filetes de polvo com arroz do mesmo ou peixes para grelhar ao quilo, como robalos grandes, garoupa e salmonete, tudo passível de ser escrutinado na montra de peixe a um canto da sala, tudo consistentemente hirto e brilhante como raramente se vê em Lisboa e tudo acompanhado com legumes de época, seja grelos, seja feijão verde em juliana fina (e que diferença faz).

  • Restaurantes
  • Bairro Alto

É uma peixaria moderna, mas já um clássico da cidade. Ao fundo, perto das mesas, fica a montra de peixe fresco, de apanha diária – e dali, pode ir para a grelha ou para peças de sushi. Se não quiser escolher, entregue-se nas mãos de quem sabe e descubra o peixe à sua medida em nove momentos. Para um almoço mais rápido, vá até ao Sea Me at the Market, no Time Out Market, onde também há peixe fresco na grelha.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Campo de Ourique

O mergulho no mar que Vítor Sobral, Hugo Nascimento e Luís Espadana deram, já andava a marinar nas suas cabeças há algum tempo. Nem de propósito, os marinados estão entre os melhores pratos desta Peixaria da Esquina, com destaque para a dourada com citrinos, gengibre e salsa ou para o salmão com maracujá, gengibre e coentros – e até para a mousse de chocolate com figos marinados ou o pudim de chá verde e gengibre marinado. Também há curados, salteados, grelhados e cataplanas, num restaurante onde o rei é, evidentemente, o peixe.

  • Restaurantes
  • Português
  • Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Para comer bom peixe no eixo Roma-Areeiro-Alvalade, a paragem é o Dom Feijão. A ementa enche o olho aos carnívoros mas tem também uma data de peixes frescos escalados. Nos pratos do dia, entre tachos de arroz de cherne com gambas ou massada de garoupa, costuma haver filetes de cherne com açorda de lagosta.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Lisboa

É uma instituição da boa cozinha portuguesa que homenageia os clássicos na época deles (olá lampreia, olá cozido nos meses frios). Mas ao longo de todo o ano presenteia os comensais com pratos tradicionais de peixe, como os filetes de peixe-galo ladeados por arroz malandrinho ou salada russa, à escolha, ou os imponentes peixes ao sal, com batata a murro e legumes.

  • Restaurantes
  • Parque das Nações

Este Senhor tem um aquário que impressiona logo à entrada e peixe do bom: os salmonetes são umas das estrelas do menu dos grelhados, mas atenção à imponente caldeirada ou à solene massada de cherne. Para jantaradas em grupo com comida à séria, espreite os menus de grupo com peixe grelhado no carvão.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Estrela/Lapa/Santos
  • preço 2 de 4

Uma das grelhas mais respeitadas de Lisboa fica mesmo em cima do rio, na Estação Marítima da Rocha do Conde de Óbidos. No Último Porto, que continua a servir apenas aos almoços, tudo o que vai para o prato é fresco: há peixe espada, chocos, douradas, pampos, cabeça de garoupa ou ovas grelhadas, tudo servido nas tradicionais travessas de inox.

Vela Azul
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Grande Lisboa

Dose dupla de desmistificação: peixe fresco e bom em Cascais não é só à beira-mar nem é um balúrdio. O restaurante familiar Vela Azul (mãe na cozinha; pai e filha na sala) não tem vista para o oceano e a decoração é bem simples. Serve todos os dias o peixe mais fresco, seja grelhado, frito ou cozido. Os filetes e os linguadinhos com arroz de tomate são muito populares, mas não deixe de se atirar à cabeça de pescada cozida sempre que encontrar uma na vitrina.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Chiado/Cais do Sodré

O Monte Mar é um porto seguro no que toca a peixe fresco e marisco. Vale sempre a pena perguntar pelo peixe do dia e ouvir os conselhos sábios de quem o está a servir, mas vai ficar sempre bem com os filetes de pescada com arroz de berbigão, o linguado au meunier ou a açorda de gambas. Isto tudo sem falar das amêijoas, bruxas ou ostras frescas. E da localização, com vista privilegiada para o Rio Tejo e uma esplanada para se deixar ficar.

  • Restaurantes
  • Avenida da Liberdade

No novo restaurante da Avenida da Liberdade, o peixe é o ingrediente estrela. Escolhe-se na banca e serve-se ao jeito do cliente: em sushi, grelhado, frito e na sopa (ou tudo isto numa só refeição). O nome pode dar azo a brincadeiras e trocadilhos, e quem sabe até sugerir o que não é, mas no que toca a peixe o Sexy Sea quer ser levado a sério. Abriu nas costas da Avenida da Liberdade, pelas mãos de Abel Moura e Cunha, o mesmo chef que deu cartas no Rabo d'Pêxe, nas Avenidas Novas, e que foi formado pelos chefs Paulo Morais e Anna Lins. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Ajuda
  • preço 3 de 4

A vistosa banca recheada de peixe fresco à entrada é o melhor convite para um mergulho neste restaurante na Ajuda. Tem de tudo um pouco, dos sargos às garoupas, do típico robalo ao cherne. Depois é só mandá-los para a grelha e escolher batata doce e brócolos salteados para acompanhar. Acabe o repasto com um pastel de nata caseiro, doçaria premiada.

  • Restaurantes
  • Sintra

Cheira a mar, sabe a mar e não se vê mais nada senão mar. Suspenso sobre a praia e a piscina das Azenhas do Mar, tem sempre peixe e marisco frescos, além de pratos mais elaborados e pesados, como massada de cherne, arroz de polvo ou caril de gambas.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Cascais

Nós não acreditamos em bruxas, mas que las hay, las hay. As melhores costumam estar na vitrine do Mar do Inferno, um Paraíso na Terra para os apreciadores de peixe e marisco. O trocadilho com o nome deste restaurante clássico em Cascais tem tanto de batido e foleiro como de verdadeiro. É que neste paraíso gerido por Lourdes e a família nunca faltam espécies fresquinhas vindas do mar mesmo ali à frente.

  • Restaurantes
  • Cascais
  • preço 2 de 4

A Pastorinha, um clássico na Praia de Carcavelos, é porto seguro para marisco e peixe com um serviço à antiga, irrepreensível, onde tudo chega à mesa num carrinho – já são poucos os restaurantes que servem assim. O misto de peixe à Pastorinha é um dos pratos consagrados (53€/kg), um combinado dos peixes frescos do dia, que é coisa para empregar os esforços de quatro pessoas. 

Publicidade
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Belém

À mesa do Nune’s Real Marisqueira podem sentar-se fanáticos de marisco com intolerantes em relação à espécie (desgraçados!), porque enquanto uns dissecam lagostas, sapateiras e afins, outros podem optar pelo bom peixe que a casa oferece – fresco e bem cozinhado –, ou pelos bifes à casa. No final, para ambas as categorias, há sobremesas que não envergonham ninguém.

  • Restaurantes
  • Português
  • Grande Lisboa
  • preço 2 de 4

Este retiro honesto na Fonte da Telha fica mesmo na praia e está aberto todo o ano. Servem bom peixe fresco – quando lá chegar e disser que é isso que quer comer, chegam-lhe com uma travessa à frente para ver o peixe do dia (vá à confiança, que se não estiver fresco avisam). Há cadelinhas, amêijoas e outros petiscos para começar a refeição com o pôr-do-sol no horizonte. A caldeirada à Pescador ou a massada de tamboril também são apostas seguras.

Publicidade
  • Bares
  • Cafés/bares
  • Grande Lisboa

Um sucesso desde que nasceu em 2020, o restaurante de praia de Olivier da Costa ganhou um upgrade para este Verão. A partir de 1 Junho, quando se inicia oficialmente a época balnear em São João da Caparica, o Clássico ganha um apoio de praia com direito a carta própria, zona para massagens e festas ao pôr-do-sol. Já no restaurante, tudo se mantém. Das entradas como as amêijoas à bulhão pato ou o camarão à la guilho ao arroz de choco com carabineiro. O peixe do dia é sempre uma escolha segura.

  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Sintra

Em cima do areal, com uma sala de refeições virada para o mar, a tradição neste restaurante de peixe e marisco fresco, apanhado ali perto, ainda é o que era. O serviço é com travessas de alumínio e as mesas têm toalhas de papel à antiga. Comece com as amêijoas ou os percebes para entrada e siga para um dos peixes, grelhados por quem entende do assunto.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Frutos do mar
  • Oeiras
  • preço 2 de 4

Ainda que não tenha a vista desimpedida para o rio de outras esplanadas e restaurantes, o Quitanda fica à beira-rio, dentro do Centro Náutico de Paço d’Arcos. O que justifica a visita é realmente a matéria-prima: tem uma banca de peixe à vista de todos, onde tem de ir para escolher o que comer. Tanto pode encontrar gorazes e sargos gordos, como corvinas de dez quilos, robalos, cherne, sardinhas e carapaus. Tudo de mar, tudo fresco, comprado em várias lotas da região.

  • Restaurantes
  • Português
  • Estrela/Lapa/Santos
  • preço 2 de 4

É um santuário de boa comida portuguesa e um templo de peixe grelhado bem perto do centro de Lisboa – e tem poiso fixo no Guia de Restaurantes da Time Out desde a sua primeira edição. A lista de peixe fresco é bem grande: do besugo ao cantarilho, passando pelos salmonetes, peixe-espadas ou sardinhas, tudo a preços honestos e com bons acompanhamentos.

Os melhores restaurantes em Lisboa

  • Restaurantes

As novidades na restauração multiplicam-se de tal forma que, à medida que damos conta dos restaurantes que abriram nos últimos meses, novas mesas já nos esperam. Felizmente, os projectos que tinham ficado em suspenso dão-se agora a conhecer. Há restaurantes de alta-cozinha, comida democrática e street food, refeições para qualquer hora, pratos daqui e do mundo. Fazemos-lhe um guia com os melhores novos restaurantes em Lisboa, abertos nos últimos meses.

  • Restaurantes

A salivar por um bom bife? E já sabe como é que o vai querer? Mal passado ou médio-bem? O que não falta em Lisboa são bons nacos de carne, daqueles suculentos e tenrinhos, que até se desfazem na boca. Já tínhamos desmistificado a carne maturada e mostrado os melhores sítios para a comer, mas estava a faltar uma lista essencial dos melhores restaurantes de carne em Lisboa. Carnívoros da cidade: este roteiro é para vocês.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade