Três sítios para comer salada de polvo

Há clássicos que nunca passam de moda e uma saladinha de polvo é o petisco perfeito para um final de tarde. Prove nestes três restaurantes.
Sem Palavras - Salada de Polvo
Fotografia: Arlindo Camacho Salada de Polvo do Sem Palavras
Por Inês Garcia |
Publicidade

É uma entrada típica portuguesa em cervejarias, marisqueiras, restaurantes tradicionais... e não só. É petisco caseiro sempre que sobram uns tentáculos de polvo dos mais nobres pratos ora de polvo à lagareiro, ora de arroz de polvo. A salada de polvo fria deve ter os tentáculos do molusco cortados todos mais ou menos do mesmo tamanho, azeite e vinagre que baste, e coentros misturados. Sendo tenrinha e fresca, esta salada, a par de outras frias como a de ovas, é perfeita para começar um final de tarde ou noite antes de uma mariscada daquelas. Atire-se a estas três.

Recomendado: As melhores cervejarias em Lisboa

Três sítios para comer salada de polvo

Sem Palavras
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Sem Palavras

icon-location-pin Alvalade

Nesta casa no Mercado de Alvalade, cujas matérias-primas, do marisco à comida de tacho, vêm ali das bancas ao lado, não são precisas muitas palavras. A salada de polvo (e de ovas, quando as há) é um dos petiscos ex-líbris e existe em versão de entrada (5,90€), com menos tentáculos mas com todos os temperos que este petisco deve ter, ou em dose completa.

Preço: 12,80€

COVA FUNDA ALAMDEDA
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Cova Funda

icon-location-pin Areeiro/Alameda

Há pelo menos sete restaurantes em Lisboa com este nome, todos de cozinha tradicional, portanto não vá ao engano. Neste, que serve peixe sempre fresco e bem grelhado e boas carnes, a salada de polvo é uma das duas saladas frias disponíveis (a outra é a de grão com bacalhau). Para começar a refeição como deve ser.

Preço: 8,50€

Publicidade
Matateu
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Matateu

icon-location-pin Belém

Restaurante de petiscos por excelência e com menus de grupo à altura da categoria (com todos os obrigatórios, do pica-pau, aqui de picanha, às moelas ou pataniscas), a ementa segue o tempo de um jogo de futebol, da primeira parte ao prolongamento. É nesta primeira parte que está a salada antiga de polvo, numa versão com pimentos, cebola eervasaromáticas.

Preço: 6€

Os melhores sítios para comer...

Marco - Francesinha
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Francesinhas

O tema é controverso e não faltam opiniões sobre boas francesinhas em Lisboa, mesmo que haja quem diga que só no Porto é que se come bem este monumento ao colesterol. Mas que as há, há. E bem boas. 

Terraço Memmo Príncipe Real - Escabeche de Perdiz
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Escabeche de perdiz

Por uns minutos, esqueça os carapauzinhos fritos com molho de escabeche e dê uma oportunidade a esta carne de caça temperada com um travo avinagrado. Escolhemos três sítios em Lisboa onde o escabeche acontece à sua frente, sem enervações.

Publicidade
Muito Bey - Falafel
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Árabe e Médio Oriente

Falafel

Se não resiste a um salgadinho e já sabe de cor o roteiro para comer os melhores croquetes, os melhores rissóis ou as melhores chamuças da cidade, chegou a hora de se atirar aos mais dignos exemplares de falafel, os croquetes de grão fritos típicos do Médio Oriente. 

Publicidade