A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pastelaria, O Grão de Cacau, Cinnamon Rolls
©DRO Grão de Cacau, Cinnamon Rolls

Seis sítios para comer cinnamon rolls

O pão doce do norte está no Sul da Europa. Estes são seis sítios para comer cinnamon rolls em Lisboa

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Alerta rolinho! E não estamos a falar dos rolinhos das plantas (se está dentro da revolução das plantas que lhe contamos nesta edição e do fenómeno do Instagram que é A Tripeirinha, saberá do que falamos). Estes são rolinhos bem perfumados com canela e outras especiarias. É pão doce que está por todo o lado no Norte da Europa. Na Dinamarca é conhecido como kanelsnegl, ou seja, o caracol de canela, mas apesar do nome tem pouco a ver com os caracóis cheios de frutas cristalizadas que despertam desamores. Damos-lhe seis sítios para comer cinnamon rolls em Lisboa e assumir o melhor estílo nórdico.

Recomendado: Pão fresco em casa: estas padarias têm entregas e take-away

Seis sítios para comer cinnamon rolls

  • Restaurantes
  • Geladarias
  • Santa Maria Maior

As estrelas podem ser os dónutes vegan com coberturas coloridas e gulosas e os gelados, também vegan, mas a montra tem mais astros, como os rolos de canela, bem redondinhos, com massa e calda artesanais. Estão disponíveis todas as quintas-feiras, a partir das 14.00 e em quantidades limitadas – que costumam esgotar rapidamente.

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Alvalade

É impossível falar sobre rolos de canela na cidade sem falar do Isco. A padaria artesanal de Alvalade é campeã em “pastelaria de padeiro” e por mais invenções das boas que vão aparecendo na vitrine (salgadas também), desde a sua abertura, em 2018, que tem rolos de cardamomo e rolos de canela (1,80€) ou kardemummabulle e kanelbulle, para dizer como deve ser – influências do seu primeiro dono padeiro, que passou temporadas largas na Suécia e deixou de herança a fórmula mágica para estas preciosidades.

Publicidade
O Grão de Cacau
©DR

O Grão de Cacau

Começou a fazer bolachas e bolos timidamente no primeiro confinamento, mas Carolina Ribeiro tem estado imparável e a novidade que se segue no menu são os cinnamon rolls. Demoram dois dias a ser feitos, com massa mãe e um recheio que mistura canela e açúcar mascavado. São vendidos em packs de 8 (12€), pincelados apenas com um xarope de baunilha e açúcar mascavado que lhes dá um ar brilhante e guloso. Se o estômago implorar por mais doce, pode encomendar em conjunto um frasco de caramelo salgado ou de creme de queijo (4,50€). O pedido faz-se no Instagram e as entregas em Lisboa

Pão do Beco
©DR

Pão do Beco

De chef em casa para padeiro de serviço todos os dias da semana. Foi assim a evolução do negócio de António Mello no último ano. Além de pães de fermentação lenta fixos e uns quantos especiais (pode consultar o menu aqui), tem rolinhos de canela bem corados e com bastante especiaria (1,90€). Há uma segunda versão, com a mesma massa, de frutos vermelhos e chocolate negro. As encomendas podem ser feitas por WhatsApp (910928366) e as entregas têm um custo de 2€. Ao sábado marcam presença no mercado Santos Collective, para voltar para casa de saco de pano cheio.

Publicidade
Slow Sourdough&Co
©DR

Slow Sourdough&Co

À primeira vista, de quem ainda não lhes afinfou os dentes, os rolos da Slow Sourdough&Co podem parecer um bocadinho mais secos do que os tradicionais, sem cobertura e apenas salpicados com açúcar. Mas estes rolos bem altos, feitos com massa- mãe e com 24 horas de fermentação natural, totalmente plantbased, são molhadinhos q.b. A obra de Ricardo Gonçalves, também padeiro (2,50€, mínimo duas unidades), está disponível para entregas (em Lisboa, e por mais 2€, em Almada e no Seixal) às quartas-feiras e sábados, para encomendas efectuadas com 48 horas de antecedência através do Instagram.

Copenhagen Coffee Lab
©Arlindo Camacho

Copenhagen Coffee Lab

As especialidades aqui são dinamarquesas e portanto não poderiam falhar este rolos perfumados. São caseiros e feitos na padaria de Alfama, de onde saem para todas as lojas com o mesmo nome, que já se espalham pelo Príncipe Real, Rato, Cais do Sodré, Alfama, Graça ou Alcântara. Custam 2€, há a versão de cardamomo, e pode e deve acompanhar com um dos cafés da casa, artesanais, de saco e filtrados na hora, feitos com os melhores grãos.

Para amantes de doces

  • Restaurantes

Se a sua veia de pasteleiro ainda não veio ao de cima e não se dedicou a fazer bolos, brownies, pudins e bolachinhas, tome atenção. Mandar vir comida, ainda para mais sobremesas, pode ser uma arte – mas aqui sem um pingo de chatices, apenas muito açúcar à mistura. Se está a precisar de sugestões para rematar uma refeição, ou quiçá satisfazer um daqueles desejos irreprimíveis de um doce, espreite esta lista. Vai encontrar dónutes gulosos, gelados de bola ou pauzinho, ovos moles, especialidades italianas ou cookies para se armar em monstro das bolachas. Também há frutinha fresca, para se quiser manter-se saudável mas ter um docinho a rematar a refeição na mesma. É só escolher uma destas sobremesas ao domicílio.

  • Compras
  • Chocolates e doces

Não entre em guerra com o açúcar – arranje antes maneira de o equilibrar e introduzir em doses moderadas na sua vida. Nestas lojas de doces em Lisboa encontra rebuçados artesanais, feitos à vista do cliente e até personalizáveis, cupcakes temáticos, brigadeiros e salame de todos os feitios, chocolates simples ou recheados, feitos com todos os tipos de chocolate, e até as guloseimas estrangeiras que tanto cobiçamos quando vemos nos filmes. Encha o saquinho dos doces, tal como se estivesse numa festa de crianças. Só não as coma todas de uma vez para evitar uma overdose açucarada.

Publicidade
  • Restaurantes

O açúcar tem tanto de vilão como de melhor amigo – mas uma vez não são vezes e a vida tem de ser feita de equilíbrios. Lembre-se, aliás, que os doces podem ser os nossos melhores amigos em alturas difíceis, calmantes emocionais que ajudam na produção da serotonina, a hormona que regula o bem-estar e o humor. Organize o calendário de almoços e jantares semanais e faça um pijaminha de sobremesas com esta lista que tem de tudo. O nosso prato ficou cheio com os novos doces e os melhores da cidade em várias categorias. O mais difícil foi mesmo não nos lambuzarmos com todos ao mesmo tempo.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade