O melhor do Bonfim

A movida da Baixa já se estende até esta freguesia, onde também é possível encontrar paisagens relaxantes, bons restaurantes de comida tradicional e movimentações artísticas entusiasmantes. O melhor do Bonfim está aqui

©João SamaragooBacalhau à Marinheiro com Camarão do Portucale

Restaurantes do momento e clássicos de sempre, vistas de cortar a respiração e novidades sempre a brotar que trazem portuenses e turistas a esta freguesia. O melhor do Bonfim está aqui - tome nota das recomendações.

Bonfim - Comer e Beber

Prove o cabrito assado d'A Cozinha do Manel

Arriscamo-nos a dizer que é o cabrito mais famoso da cidade. Servido entre quarta-feira e sábado, é cozinhado em forno a lenha e acompanhado por batatas assadas, esparregado e o incrível arroz de forno com miúdos de cabrito.

Ler mais
Bonfim

Sente-se ao balcão no Euskalduna Studio

Mas prepare-se para esperar até conseguir reserva, principalmente se quiser sentar-se no balcão com vista para a cozinha. O laboratório de criação do chef Vasco Coelho Santos, que teve cinco estrelas na crítica da Time Out, está sempre à pinha.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Experimente pratos italianos na Pizza Piazza

Pizzas, pastas e risotos são algumas das especialidades da carta da Pizza Piazza. Se é fã de pizzas, peça a que dá nome à casa, com mozzarella, presunto e rúcula; caso prefira massas, atire-se ao linguini nero com camarão e mexilhão.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Aprecie a vista para o Porto no Portucale

Um dos pontos fortes do Portucale é a vista para a cidade – o restaurante fica num 14º andar. Porém, o bacalhau à marinheiro com camarão e o bifinho à Portucale, flamejado na sala, também têm a sua relevância.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Atire-se aos clássicos na Gelataria Neveiros

Aqui os sabores de gelado mudam todos os dias, por isso nunca se sabe o que lá se vai encontrar. Mas uma coisa é certa: os gelados da primeira gelataria do Porto, fundada na década de 1960, continuam a ser dos melhores da cidade.

Ler mais
Bonfim

Beba um café no Mesa 325

O café de especialidade do Mesa 325 é 100% arábica, torrado de forma artesanal e, por isso, uns níveis acima do que é servido na maioria dos espaços da cidade.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Beba um cocktail no Terraplana

Neste bar há cocktails clássicos mas também criações de autor como o Terraplana Café que, como o nome indica, tem o café como estrela. Junte os colegas de escritório e vá lá beber um copo depois do trabalho.


Ler mais
Bonfim
Publicidade
Mostrar mais

Bonfim

Conheça a Igreja Paroquial de Nosso Senhor do Bonfim

Construída entre 1874 e 1894, a Igreja Paroquial de Nosso Senhor do Bonfim é uma das mais imponentes da cidade. Na fachada destacam-se as várias janelas e as duas torres que ladeiam a entrada do edifício. No interior, é o altar-mor de estilo neoclássico que merece a maior atenção de portuenses e turistas.

Ler mais
Bonfim
Conheça três das seis pontes que atravessam o Douro

Conheça três das seis pontes que atravessam o Douro

As pontes de São João, Dona Maria Pia (uma das obras de Gustave Eiffel no Porto) e Infante, três das seis que unem Porto e Gaia, começam na freguesia do Bonfim. Se nunca olhou para elas com atenção aproveite para o fazer agora. Mas faça-o com tempo: o passeio e a vista para o rio merecem.

Publicidade

Museu Militar do Porto

Exposições de uniformes e 
armas são algumas das que pode ver no Museu Militar do Porto, mas o ex-líbris deste espaço é a enorme colecção de miniaturas de soldados de chumbo: ele são mais de 16.000 exemplares.

Ler mais
Bonfim

Leia na Biblioteca Pública Municipal do Porto

Aqui encontra de tudo, desde jornais 
e revistas a acervos literários.
 Desde a sua inauguração em
1833, a Biblioteca Pública Municipal do Porto (BPMP)
 recebe todas as publicações editadas no país. Entre os vários espaços do edifício, imóvel de interesse público desde 1842, destacam-se as salas de leitura,
a biblioteca infanto-juvenil e os claustros que restam do antigo Convento de Santo António da Cidade.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Visite o Cemitério do Prado do Repouso

Pode parecer uma sugestão insólita mas no Prado do Repouso, o primeiro cemitério público do Porto, estão as lápides de algumas figuras importantes, como o poeta Eugénio de Andrade, o médico Abel Salazar
 e a pintora Aurélia de Souza. Além disso, há muitas peças de arte espalhadas pelo cemitério, da autoria de artistas de renome como Soares Reis.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Bonfim - Arte e Cultura

Saiba mais sobre fotografia na OPPIA

A Oporto Picture Academy (OPPIA) é um espaço com galeria e laboratório onde se dão
 a conhecer equipamentos e técnicas elementares de fotografia e vídeo como a pinhole, à la minute, a película de 8mm e a Super8.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Partilhe ideias no Estúdio Plata

O Estúdio Plata é um espaço de cowork aberto 24 horas por dia para artistas e profissionais de áreas criativas pensado pelos irmãos Aníbal e João Garcia. Se
 é daqueles que tem sempre a cabeça a fervilhar de ideias, passe por lá e partilhe-as.

Ler mais
Bonfim
Publicidade

Solte o lado artístico na Brâmica

Nesta oficina de ocupação
 de tempos livres dedicada à cerâmica, os participantes têm total criatividade: azulejos, figuras ou objectos são algumas das peças a que se podem dedicar.

Ler mais
Bonfim

Conheça a Mundano Objectos

Além de ateliê de arquitectura
 de interiores e loja de objectos de design, a Mundano é também uma galeria onde se fazem regularmente workshops, exposições e aulas de ioga,
 entre outras actividades. Aqui é também possível comprar frescos biológicos.

Ler mais
Bonfim
Publicidade
Publicidade

Escapadinhas pelo Norte

O melhor do Gerês

Férias de Verão, escapadinhas ou um fim-de-semana. Qualquer uma das hipóteses é uma boa desculpa para fazer as malas e partir à descoberta do Gerês, um dos paraísos no Norte de Portugal. A equipa da Time Out explorou aldeias e serras, provou a gastronomia local e preencheu este artigo com boas histórias. No fim? Ficámos com muita vontade de voltar. Siga-nos o rasto.

Ler mais
Por Editores da Time Out Porto

MiraDouro. Uma viagem pelo Douro num comboio dos anos 40

O comboio As carruagens são da década de 40 e foram restauradas para estas viagens. Não têm, por isso, ar condicionado, mas as janelas são amplas e à moda antiga, abrindo-se até meio, o que aumenta a interacção com a paisagem. A locomotiva é mais jovem, nasceu nos anos 60, e também tem um tom vintage. A viagem É uma das melhores e mais acessíveis formas de conhecer o Douro. Começa-se na Estação de São Bento às 9.25 e vai-se avançando calmamente até à Estação do Tua, onde se chega quatro horas depois. Nesse trajecto, o interesse aumenta à medida que se passa do quintal à quinta, altura em que o relevo ganha formas diferentes e os socalcos começam a aparecer. É um percurso de encontros e desencontros com o Douro, que se faz colado à janela, de preferência com algum calor à mistura. Há conversas entre passageiros de diversas nacionalidades, mas também com os barcos do rio – estas últimas começam com os apitos do comboio e são continuadas pelos acenos dos passageiros. As paragens A viagem tem várias pausas. A estação do Pinhão é uma delas, podendo-se admirar os painéis de azulejos com cenas da produção do vinho do Porto. Sendo a penúltima paragem do percurso Porto-Tua, pode-se sair ali e almoçar num dos restaurantes, com destaque para o Rabelo (no Vintage House Hotel). Já na Régua, há uma pausa de uma hora no regresso, que se pode aproveitar para um copo no Castas e Pratos. Quanto ao Tua, os passageiros têm quatro horas para almoçar no Calça Curta ou na Tua’Mercearia. Também

Ler mais
Por Sérgio Gomes da Costa
Publicidade

Comentários

0 comments