O que fazer em 48 horas no Porto

Tem pouco tempo para visitar a Invicta? Nós dizemos-lhe tudo o que fazer em 48 horas no Porto
vista geral porto com ponte
©Marco Duarte
Por Margarida Ribeiro |
Publicidade

O Porto merece muito mais do que apenas um fim-de-semana. Mesmo assim, se estiver apertado de tempo e só puder desfrutar de uns dias por cá, nós fizemos-lhe um roteiro com tudo o que pode fazer em 48 horas no Porto. Beber um copo num sítio com uma vista privilegiada sobre a cidade, ver um concerto numa das salas de espectáculo mais conhecidas da Invicta ou provar uma pizza Margherita premiada são algumas das nossas sugestões. Agora só precisa de escolher os sapatos mais confortáveis, pegar na garrafa de água e fazer-se ao caminho. Há muito Porto para conhecer.

Recomendado: Tudo o que pode fazer no Porto em 1 dia

O que fazer em 48 horas no Porto

Graça Rooftop Bar
© João Saramago
Bares

18.00 - Aproveite o sol e beba um copo no Graça Rooftop Bar

icon-location-pin Aliados

O rooftop Graça acaba de chegar à cidade, no 4o andar do Rivoli Cinema Hostel. O Graça tem dois pisos, sofás e cadeiras para se espreguiçar, plantas para colorir o ambiente e uma vista privilegiada sobre a cidade (a Sé e a Torre dos Clérigos estão incluídas na paisagem). Para acompanhar, há vinhos do Douro, caipirinhas, mojitos e cocktails de fruta com ou sem álcool. 

Boa-Bao
© Marco Duarte
Restaurantes, Pan-asiático

20.00 - Jante com os amigos no Boa-Bao

icon-location-pin Baixa

Com mais de 100 lugares, o novo restaurante asiático da cidade é uma verdadeira viagem gastronómica a países como a Tailândia, o Vietname, o Japão e a China. O melhor é que funciona durante todo o dia, 365 dias por ano. Experimente as chamuças vegetarianas com chutney de coentros e hortelã ou o caril amarelo da Malásia de camarão "Black Tiger" com leite de coco.

 

Publicidade
Maus Hábitos
©João Saramago
Arte, Arte contemporânea

23.00 - Ouça música ao vivo nos Maus Hábitos

icon-location-pin Santa Catarina

É num quarto andar que se juntam a música, a arte, a comida, a bebida, os cafés e as festas. Tudo em simbiose, num espaço onde se dá azo à imaginação e à criatividade e onde se encontram públicos heterogéneos. Mesmo em frente ao Coliseu do Porto, o Maus Hábitos é o palco indicado para tudo o que tenha que ver com experimentalismo.

O que fazer em 48 horas no Porto

torrada da Amarelo Torrada
© João Saramago
Restaurantes, Pastelarias

09.00 - Experimente as torradas do Amarelo Torrada

icon-location-pin Baixa

Feitas em pão branco, de noz, cereais ou avelã, as torradas do Amarelo Torrada chegam à mesa barradas com manteiga e acabadinhas de sair da prensa, onde ficam durante mais ou menos quatro minutos. As de pão branco, noz e cereais, são servidas ainda com duas compotas e mel; e as de avelã vêm com duas compotas e Nutella – só porque há casamentos que devem ser celebrados e o da avelã com a Nutella é um deles.

Couto
© João Saramago
Compras, Cosmética

11.00 - Visite a loja da histórica Couto, S.A

icon-location-pin Baixa

Ao celebrar um século de vida a Couto, S.A, empresa que criou a famosa pasta dentífrica Couto, abriu recentemente uma loja, a primeira em Portugal, na Rua de Cedofeita. Aqui pode comprar os produtos mais clássicos da marca e recordar o passado, já que pelas paredes da loja se conta um pouco da sua história.

Publicidade
Puro 4050
© João Saramago
Restaurantes, Italiano

13.00 - Almoce no Puro 4050

icon-location-pin Flores

O primeiro Mozzarella Bar do país abriu em plena Baixa portuense pelas mãos do chef Luís Américo. O chef, também dono do Cantina 32, a poucos metros do Puro 4050, visitou várias produções italianas e escolheu a que lhe pareceu mais indicada. Mal se entra no restaurante dá-se de caras com vários frascos de mozzarellas diferentes: há a fresca, mais tradicional, bocconcini, uma bolinha com mais textura, e até a affumicata, uma variedade fumada. Para comer, experimente o creme frio de tomate com burrata, azeite e manjericão ou a curgete laminada acompanhada por mozzarella affumicata, compota de pimentos e pêra cozida.

A Time Out diz
Claus Porto
© João Saramago
Compras

15.00 - Compre um sabonete na Claus Porto

icon-location-pin Flores

Caíram as monarquias e as repúblicas, instauraram-se ditaduras e fizeram-se revoluções. Tudo mudou, menos a Claus Porto, a marca de sabonetes portuense que se manteve firme, de pedra e cal, ao longo de 130 anos. Além de um primeiro piso com produtos para venda, tem também uma galeria visitável onde contam a história da marca ao longo de quatro gerações. Nela, reuniram desenhos feitos à mão, litografias e recortes de jornais, mas não se ficaram por aqui. No terceiro andar, há ainda um laboratório para workshops e uma máquina dos anos 40 que produz sabonetes.

Publicidade
Equador
© João Saramago
Compras, Chocolates e doces

16.00 - Delicie-se na Chocolataria Equador

icon-location-pin Baixa

Há várias razões para não querer sair da loja da Equador. O cheiro a chocolate é a primeira e, claro, a mais importante. Mas está longe de ser a única. É impossível passar ao lado das ilustrações e do design das embalagens e das combinações de sabores feitas com o cacau. Além da loja na Rua Sá da Bandeira, a Equador tem um espaço mais virado para turistas na Rua das Flores e, mais recentemente, uma loja na Rua Sousa Viterbo onde se fazem harmonizações com chocolate e Vinho do Porto.

ó galeria
©Cláudia Paiva
Arte, Galerias

18.00- Admire as ilustrações da Ó! Galeria

icon-location-pin Cedofeita

Loja e galeria essencial no roteiro de ilustração portuense, serve de rampa de lançamento e espaço de maturação para jovens artistas, locais e internacionais. Além das obras originais, tem prints, livros, t-shirts e tote bags, entre outros produtos. Mariana A Miserável, Ana Seixas, David Penela, Angela Dalinger, Maria Imaginário e Tina Siuda são alguns dos ilustradores que dão cor, humor, fantasias e histórias às paredes organizadas por Ema Ribeiro.

Publicidade
Antonio Mezzero
© Marco Duarte
Restaurantes, Italiano

20.00 - Prove a pizza premiada de Antonio Mezzero

icon-location-pin Matosinhos

Não há nada que bata uma boa pizza. Se for verdadeiramente napolitana ainda melhor. Antonio Mezzero é o pizzaiolo responsável pelas maravilhas que saem do forno a lenha da pizzaria de Matosinhos. O espaço é pequeno, como manda a tradição, e não faltam as toalhas aos quadrados vermelhos e brancos, claro. O que também não falta são pizzas de alta qualidade, feitas segundo todas as regras napolitanas: massa fina, bordas mais grossas e bons produtos. Vá por nós e escolha uma das três pizzas que o pizzaiolo "casou" com vinho do Porto: a Passione, a Arte e a Qualitá.

Casa da Música
© Cláudia Paiva
Música, Música ao vivo

22.00 - Assista a um concerto na Casa da Música

icon-location-pin Boavista

Vai de certeza encontrar este edifício de formas estranhas em muitos postais da cidade. A Casa da Música tornou-se um dos ícones do Porto e merece sempre uma visita. Tem concertos constantes de vários géneros musicais, assim como um restaurante sofisticado no topo e um café eclético no rés-do-chão. Vale a pena fazer uma visita guiada e conhecer ao detalhe esta obra inspirada do arquitecto Rem Koolhaas.

O que fazer em 48 horas no Porto

Zenith Brunch & Cocktails
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

11.00 - Vá ao brunch do Zenith Brunch & Cocktails Bar

icon-location-pin Baixa

Neste espaço cheio de pinta na Baixa, o brunch pode ser pedido a qualquer hora do dia. Há boas tostas, smoothie bowls e cocktails para todos os gostos. Se quiser algo mais substancial, peça a panqueca de Francesinha (sim, leu bem), recheada com bacon, frango, queijo cheddar, ovo e coberta com um molho especial, uma novidade na carta.

A Time Out diz
Fundação Serralves
©Fundação Serralves
Coisas para fazer, Centros culturais

13.00 - Visite a Fundação de Serralves

icon-location-pin Porto

Estamos a falar do museu ou dos jardins? De ambos. A Fundação Serralves, um projecto do arquitecto Álvaro Siza Vieira, é rica em exposições e colecções de grande importância artística. Quanto aos jardins, são 18 hectares de espaço verde que fazem deste um ponto de paragem obrigatório para um passeio ou um piquenique à sombra.

Publicidade
Cafeína
©DR
Restaurantes

15.00 - Almoce no Cafeína

icon-location-pin Foz

O Cafeína é uma instituição da cidade. Porquê? Porque já tem 20 belas primaveras e porque a comida é boa que se farta. Há opções bem portuguesas mas também não faltam pratos com influências estrangeiras na carta. Peça o Chateaubriand ou o tornedó Wellington, dois clássicos, e para rematar, não resista à tarte tatin de pêra e canela, com toffee derretido por cima e uma noz de crème fraîche.

A Time Out diz
Avenida Brasil
© Cláudia Paiva

17.00 - Dê um passeio pela Avenida do Brasil

Por esta altura está a precisar de mexer as pernas para moer toda a comida ingerida. Sugerimos a avenida fozeira que acompanha o mar. É provável que tenha de se afastar de miúdos em patins ou de atletas domingueiros, mas aproveite a vista e, se tiver coragem, molhe os pés na água. Vá preparado para a baixa temperatura.

Publicidade
elétrico
©DR

18.00 - Faça uma viagem no eléctrico Número 1

Está na hora de deixar a Foz e não há melhor forma de o fazer do que subir ao eléctrico. Compre o bilhete directamente ao motorista e desfrute da paisagem até à Ribeira. Tenha a câmara fotográfica pronta a disparar e diga adeus à Invicta como deve ser.

Mais na Invicta

Quinta do Covelo
© Cláudia Paiva
Miúdos

Coisas para fazer em família no Porto

Este sábado pode acordar cedo os miúdos — ou deixar-se acordar por eles — guardar os impermeáveis e sair à rua. Não, não chegou o Verão, mas a Primavera quer florescer e faz um breve intervalo na chuva. E como fim-de-semana é sinónimo de família e programas bem passados, damos-lhe algumas sugestões para o fazer fora de casa. 

Porto tours- Shopping
© DR
Coisas para fazer

8 coisas para fazer ao domingo no Porto

Somos contra os domingos desperdiçados. Por isso mesmo, aproveite as nossas sugestões de coisas para fazer ao domingo no Porto e faça o último dia de liberdade da semana valer a pena.   Recomendado: As melhores coisas para fazer sozinho no Porto

Publicidade
FUnicular dos Guindais
© Cláudia Paiva
Coisas para fazer

15 coisas para fazer no Porto até 5€

A vida está cara, bem sabemos, mas com um pouco de astúcia e curiosidade é fácil contornar os obstáculos monetários e descobrir coisas baratas para fazer no Porto. Aqui tem uma lista com 15 coisas para fazer no Porto até 5€. Algumas nem custam tanto e outras até são de graça. E temos de tudo um pouco, desde sugestões de passeios, museus, sítios para comer, mercados e livrarias. Não diga que vai daqui mal servido.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com