As melhores lojas vintage no Porto

Encha o seu armário de peças com história. O Porto tem as melhores lojas vintage do país e isso nem se discute. Venha conhecê-las
Patch Porto
©João Saramago Patch Porto
Por Editores da Time Out Porto |
Publicidade

É difícil passar ao lado do boom que assolou a cidade com lojas que vendem peças de outros tempos. Para se orientar entre tanta e tão boa oferta, escolhemos as melhores lojas vintage no Porto, uma vez que para compras em segunda mão a Invicta já é uma referência.

As melhores lojas vintage no Porto

Mon Père
©DR
Compras, Lojas vintage

Mon Père

icon-location-pin Baixa

A Mon Père é uma espécie de Camden Town em ponto pequeno, a famosa zona londrina com mais lojas e mercados vintage por metro quadrado. Aqui dentro cabem camisas coloridas, camisolões, bijuteria, casacos, kispos, turbantes, saias, óculos e até fatos de banho (não se admire se tiver vontade de comprar um fora de época). É demasiado fácil perder-se de amores por várias peças. 

Ornitorrinco
©DR
Compras, Lojas vintage

Ornitorrinco

icon-location-pin Baixa

A Ornitorrinco é especializada em artigos dos anos 70 e 80, e tem uma boa selecção de roupa para homem, pouco habitual nas lojas vintage do Porto. As ilustrações nas paredes, que só por si valem uma visita, brincam com o símbolo da loja, o ornitorrinco, e são uma pequena provocação à doutrina: quem espreitar das janelas da Igreja dos Clérigos pode ver o Cristo hipster de Wasted Rita, o Judeu de Daniela Pinto, e a Shiva de Mariana A Miserável. No piso de baixo há o Buda Ornitorrinco, de Rudolfo, a dar as boas-vindas.

Publicidade
passadopresente
©DR
Compras, Lojas vintage

Passadopresente

icon-location-pin Baixa

A Passadopresente reúne colecções de objectos originais para todos os gostos, dos anos 1920 até à década de 70. Abriu em 2010 com a vontade de António, o dono, pôr à venda os produtos que adquiriu em feiras, recheios e leilões. Entre cartazes de publicidade de 1917 e discos de bandas inglesas e americanas de música psicadélica, como os Mandrake Memorial ou The Blues Magoos, é possível encontrar móveis, livros, candeeiros e mesmo brinquedos sem prazo de validade. 

mão esquerda
©João Saramago
Compras, Lojas de segunda mão

Mão Esquerda

icon-location-pin Santa Catarina

O vintage asiático, sobretudo japonês, é a característica diferenciadora da Mão Esquerda, nos Poveiros, gerida por Lígia Sousa e Carolina Mendonça. Na loja há saias compridas em veludo, chapéus simples ou trabalhados, blusões de couro em várias cores, vestidos, casacos de pêlo e muito mais.

Publicidade
Quartier Latin
©DR
Compras, Lojas vintage

Quartier Latin

icon-location-pin Foz

No Porto há mesmo lojas vintage para todos os gostos – e para todas as carteiras. Na Quartier Latin poderá encontrar casacos de pele, écharpes, colares, óculos e carteiras de várias marcas caras, como a clássica Chanel preta 2.55 ou sapatos de Christian Louboutin. Se quiser vender peças antigas de vestuário ou acessórios, a Quartier Latin acolhe-os. Podem estar 60 dias em exposição. 

usado reciclado
©João Saramago
Compras, Lojas vintage

Usado Reciclado

icon-location-pin Baixa

A Usado Reciclado é uma loja-fusão: vende roupa em segunda mão e por estrear que, em ambos os casos, faz lembrar os anos 80 e 90, com todas as cores, estampados, padrões e brilho a que se tem direito (raparigas e rapazes). E aquilo que se encontra na Usado Reciclado dá para várias horas de compras – botas Cortebel, guarda-chuvas com padrões renascentistas, galochas que brilham no escuro, calças de cintura subida, óculos de sol e casacões de lã destacam-se entre as novidades da loja.

Publicidade
Patch Porto
©João Saramago
Compras, Lojas vintage

Patch Porto

icon-location-pin Cedofeita

Se existe, a Patch Porto tem. Dentro da loja vai encontrar desde candeeiros e iluminação de autor, mobiliário rústico das aldeias do interior de Portugal, roupa e acessórios vintage, até artigos de design nacional. A Patch Porto é uma concept store em constante evolução, onde a inspiração vintage é transportada para o contemporâneo. 

Mercado do Vintage
Marco Duarte
Compras, Lojas de segunda mão

Mercado do Vintage

icon-location-pin Baixa

Cadeirões em pele, armários do início do século XIX, secretárias antigas, aparadores, cofres, gira-discos, mesas de costura, candeeiros de cristal e até um saco de boxe em pele que veio de Inglaterra com as respectivas luvas. A nova loja do Mercado Vintage abriu na Rua de José Falcão, onde funcionava a antiga Livraria Britânica, porque as donas Ana Mamede e Orquídea Moreira, sentiram necessidade de expandir o negócio para a Baixa portuense (o primeiro Mercado do Vintage abriu em 2014, na Rua dos Vanzeleres, na Boavista). 

Publicidade
Cet Objet du Désir
©DR
Compras, Lojas de segunda mão

Cet Objet du Désir

icon-location-pin Baixa

O nome, inspirado num dos filmes do excêntrico realizador Luis Buñuel, deu origem a esta loja vintage, que reúne desde roupa e acessórios, a peças de decoração, literatura e até fotografia. Abriu em 2015 mas mudou-se para junto do Jardim de São Lázaro e está cheia de novidades. Se inicialmente estava mais direccionada para o público feminino, agora tem uma secção masculina maior e os produtos mais comuns que por lá vai encontrar são camisas exuberantes com diferentes padrões, pólos, casacos, coletes e acessórios, como óculos, isqueiros, carteiras e anéis. 

Onde gastar mais o seu dinheiro

The - Design & Moda
©João Saramago
Compras

As melhores lojas no Porto

OH VAI-ME À LOJA! Atenção: ninguém o quer insultar, apenas sugerir que conheça a fundo as melhores lojas no Porto, multimarca, e ideais para visitar durante todo o ano. 

XL Living
©José Saramago
Compras, Decoração

As melhores lojas de decoração no Porto

Um candeeiro de abajur, uma poltrona estofada, um aparador vintage, ou uma mesa de apoio mais moderna era tudo o precisava agora na sua vida? Não puxe mais pela cabeça, estamos aqui para o ajudar. Fizemos-lhe uma lista com as melhores lojas de decoração no Porto onde pode encontrar peças ao seu gosto e à medida da sua casa.

Publicidade