A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Coração de Alecrim
© João SaramagoCoração Alecrim

As 16 melhores lojas no Porto

Antes de começar a ler, temos de o avisar: este artigo é muito (mas muito) perigoso para shopaholics. Aqui tem as 16 melhores lojas no Porto

Escrito por
Editores da Time Out Porto
Publicidade

OH VAI-ME À LOJA! Atenção: ninguém o quer insultar, apenas sugerir que conheça a fundo as 16 melhores lojas no Porto. É que numa cidade como esta, tão ecléctica, há lojas para todos os gostos, idades e carteiras. Há espaços onde pode recordar algumas das marcas mais históricas da cidade, como também há outras mais modernas com peças de artistas conhecidos da nossa praça. Por aqui vai encontrar desde decoração para a casa, vestuário (vintage ou não), calçado, joalharia, sabonetes e até bicicletas. E como a vida precisa de banda sonora, também há lojas para aqueles fãs de música que acham que o som do vinil é o mais incrível. 

Recomendado: As novas lojas no Porto que tem de conhecer

As melhores lojas no Porto

  • Compras
  • Flores

Caíram as monarquias e as repúblicas, instauraram-se ditaduras e fizeram-se revoluções. Tudo mudou, menos a Claus Porto, a marca de sabonetes portuense que se manteve firme, de pedra e cal, ao longo de 130 anos. Além de um primeiro piso com produtos para venda, tem também uma galeria visitável onde contam a história da marca ao longo de quatro gerações. Nela, reuniram desenhos feitos à mão, litografias e recortes de jornais, mas não se ficaram por aqui. No terceiro andar, há ainda um laboratório para workshops e uma máquina dos anos 40 que produz sabonetes.

  • Compras
  • Lojas vintage
  • Baixa

A Mon Père é uma espécie de Camden Town em ponto pequeno. A famosa zona londrina com mais lojas e mercados vintage por metro quadrado parece estar condensada neste espaço, em que a maioria da roupa parece ter sido escolhida a dedo para vestir clientes assíduos de festivais de música ou fazer as capas de revistas como a Nylon. Entre camisas coloridas, camisolões, bijuteria, casacos, kispos, turbantes, saias, óculos e até fatos de banho (não se admire se tiver vontade de comprar um fora de época) é demasiado fácil perder-se de amores com várias peças. Mariana Araújo é a responsável por esta loja onde vende (a preços bem simpáticos, refira-se) aquilo que compra em feiras, a fornecedores de todos os cantos do mundo e em viagens pela mundo fora. 

Publicidade
  • Compras
  • Joalharia
  • Cedofeita

O espaço de Liliana Guerreiro, na Baixa, é uma loja e ateliê, para vender e para criar. A designer vianense desconstrói a técnica da filigrana e produz jóias contemporâneas de linhas delicadas e elegantes. À venda vai encontrar colecções como a Sons, a Malha e a Cores. Esta última foi a primeira colecção que lançou, há já 15 anos, e que tem hoje 30 cores e permite 56 mil combinações diferentes, em anéis, alfinetes, colares e brincos.

  • Compras
  • Galerias

Instalada numa antiga loja de ferragens, a Almada 13 é um espaço que alberga tudo e mais alguma coisa, desde prints, tote bags, canecas e postais, ao estacionário e livros, passando pela cerâmica. Esta loja é uma versão alternativa de uma department store e dedica-se à curadoria de projectos contemporâneos de arts & crafts. Os responsáveis pela sua existência são a Águas Furtadas e a We - Rota do Chá

Publicidade
  • Compras
  • Cedofeita

Tem uma das portas mais coloridas da Baixa, o convite perfeito para entrar numa loja onde tudo o que é local, feito à mão e sustentável ganha protagonismo. Plantas, roupa, acessórios e decoração também fazem parte do recheio. Também tem uma bela loja online onde pode explorar o catálogo completo. 

  • Compras
  • Cosmética
  • Flores
Atingida a maioridade, chegou a hora da Castelbel arranjar casa própria. Esta empresa especializada no fabrico de produtos perfumados de luxo para a casa e para o corpo, fundada em finais de 1999 em Castêlo da Maia, mora agora no Palácio das Artes, bem no coração do Porto.
Publicidade
  • Arte
  • Galerias
  • Cedofeita

Loja e galeria essencial no roteiro de ilustração portuense, serve de rampa de lançamento e espaço de maturação para jovens artistas, locais e internacionais. Além das obras originais, tem prints, livros, t-shirts e tote bags, entre outros produtos. Mariana A Miserável, Ana Seixas, David Penela, Angela Dalinger, Maria Imaginário e Tina Siuda são alguns dos ilustradores que dão cor, humor, fantasias e histórias às paredes. 

  • Compras
  • Estilo de vida
  • Cedofeita

A Matéria Prima é um clássico portuense e uma loja que procura as abordagens mais singulares da música. Com 20 e poucos anos de vida, mudou-se para a Miguel Bombarda. Além de música, vende livros e revistas para todos os géneros, e partilha o espaço com a Galeria Dama Aflita, que, além de ilustrações, também vende livros e fanzines.

Publicidade
  • Compras
  • Cedofeita

A CRU é um hub criativo, localizado no quarteirão artístico do Porto, que combina em 400m2 uma loja de autores, uma galeria, oficinas e um espaço de coworking. Na loja vendem peças de alguns dos melhores criadores do momento. Apaixonados pelas artes, o processo de selecção de tudo o que enche as prateleiras é cuidado. Por lá vai encontrar vestuário, acessórios, calçado, joalharia, ilustração, plantas, e artigos de decoração de marcas independentes, sobretudo com design português.

  • Compras
  • Designer
  • Cedofeita

Está no edifício da antiga Padaria Independente, que já foi usado como uma extensão da Galeria Fernando Santos. Reabriu em Junho de 2018 com um novo conceito e dividida em dois: Banema Lab e Banema Studio. Na Banema Studio encontra vários tipos de artigos assinados por designers portugueses e estrangeiros, desde velas a candeeiros. No segundo piso fica o Banema Lab, um espaço que alberga o showroom da Banema, empresa de madeiras e derivados. Faz ainda parte da filosofia do espaço a organização de eventos, desde exposições a workshops, ou lançamentos de livros. 

Publicidade
  • Compras
  • Bonfim

O Nü Coworking Criativo, no Bonfim, nasceu da necessidade de Manu Sousa ter um espaço onde cozer as suas peças de cerâmica. Vai daí, juntou no mesmo lugar, pessoas de vários quadrantes. Aqui não se trabalha apenas o barro, fazem-se ilustrações, cursos de costura e outros workshops. Mas se não estiver interessado em trabalhar, passe por lá para os conhecer ou para comprar algumas das bonitas peças que fazem e que adornam as prateleiras.

  • Compras
  • Joalharia
  • Cedofeita

A ourivesaria foi, durante muitos anos, uma área dominada por homens. Os tempos mudaram e hoje há cada vez mais mulheres a trabalhá-la. A Collectiva, um projecto que tem como objectivo promover a joalharia portuguesa de autor no feminino, é um bom exemplo. Ana Bragança, Marta Pinto Ribeiro, Joana Santos, Susana Teixeira e Lia Gonçalves são as cinco mulheres que estão ao leme desta loja/galeria. Cada uma com o seu próprio estilo. No espaço que partilham no Centro Comercial Bombarda, além de venderem as suas jóias, também recebem as criações de outras artistas convidadas.

Lojas que também merecem uma menção honrosa

  • Compras
  • Lojas vintage

É difícil passar ao lado do boom que assolou a cidade com lojas que vendem peças de outros tempos. Para se orientar entre tanta e tão boa oferta, escolhemos as melhores lojas vintage no Porto, uma vez que para compras em segunda mão a Invicta já é uma referência.

  • Compras
  • Decoração

Decorar a casa não precisa de ser uma dor de cabeça, só tem de encontrar a loja certa. Pegue nesta lista com as 12 melhores lojas de decoração no Porto e comece já à procura daquele candeeiro de abajur com o qual sempre sonhou, do aparador vintage que iria ficar tão bem na sua sala de estar, ou de uma mesa de apoio mais moderna. 

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade