A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Claus Porto Flagship Store
© DRClaus Porto Flagship Store abriu em 2017

As melhores lojas no Porto para comprar presentes de Natal

Com as festas à porta, conheça as melhores lojas no Porto para comprar presentes de Natal.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Loções, sabonetes, jóias, cerâmicas, roupas, máquinas fotográficas, livros, peças novas ou antigas, para miúdos ou graúdos. O Porto está cheio de lojas bonitas e com pinta onde gastar todo o nosso dinheiro. E como a época natalícia vem carregada de presentes, mas também de uma grande carga de stress, decidimos facilitar-lhe a vida com uma lista de algumas das melhores lojas do Porto para comprar presentes de Natal. 

Nelas há produtos e objectos de diferentes marcas e artistas, capazes de agradar a qualquer um: mãe, pai, tio, prima, sobrinho ou amigo secreto. Agora só precisa de pegar na sua lista e começar a pensar que prendas comprar. Livros, roupa, jóias ou perfumes – vai encontrar um pouco de tudo por aqui. Boas compras e festas felizes. 

Recomendado: Roteiro com as melhores coisas para fazer este Natal no Porto

Muitos em Um

  • Compras
  • Cedofeita

É uma das mais bonitas lojas do Porto e o seu encanto estende-se da soleira da porta até ao pátio nas traseiras, onde um frondoso jasmim impregna o ar com o seu cheiro adocicado. Atravessando a porta colorida, com desenhos de pássaros e raposas por entre a folhagem, entramos numa loja onde a sustentabilidade e o apreço pelo o que é local e artesanal ganha forma e destaque. Está repleta de vestuário, decoração para a casa, algumas plantas, produtos de beleza e até joalharia. Optam por produtos que respeitam os animais e o ambiente e apostam no slow-fashion e em negócios liderados, sobretudo, por mulheres. Se a fome apertar, ao fundo encontra um pequeno atelier gastronómico, gerido pela chef Sako Arao, que prepara com cuidado omusubi, uma especialidade japonesa que consiste em bolas de arroz triangulares recheadas com umeboshi, a típica ameixa japonesa curtida em sal. Há ainda outras combinações da sua autoria, sopas, saladas e doces, onde o guloso zenzai de feijão mung e leite de coco é um claro vencedor. As refeições podem ser apreciadas na mesa comunitária ou na esplanada do pátio em dias mais soalheiros.

  • Compras
  • Galerias

Dois projectos colaborativos e uma antiga loja de ferragens, bem no coração da cidade, deram origem a uma concept store cheia de pinta, onde cabe tudo e mais alguma coisa, desde prints e ilustrações de artistas locais, a canecas, postais, livros, têxteis, brinquedos de madeira de outros tempos e muita loiça e cerâmica colorida e trabalhada. Em suma, é o local ideal para aviar uma série de presentes para uma data de gente.

Publicidade
  • Compras
  • Baixa

A calçada portuguesa e o carril que outrora servia para transportar mercadorias entram pela loja dentro. A Workshops Pop-Up tem um cantinho especial no nosso coração, não só porque reúne uma série de lojas pop-up de várias marcas – de vestuário, cerâmicas ou decoração – mas também porque recebe com frequência oficinas gastronómicas com chefs de relevo da cidade, que, diga-se, são um óptimo presente para quem gosta de receber experiências. Os preços rondam entre os 35€ e os 45€. Fica a dica.

  • Compras
  • Baixa

É o paraíso das câmaras fotográficas analógicas e das polaroids antigas. Por aqui vendem-se rolos de todos os géneros e feitios, bem como gira-discos, vinis em segunda mão, telefones ou rádios que lembram outros tempos. Dentro ou na esplanada junto à Praça Carlos Alberto, também se servem refeições leves, como tostas, cachorros ou panquecas, e bons cocktails quando o sol se põe. Todos os dias há música a animar o ambiente, com blues, soul, disco, funk ou jazz.

Saúde e Beleza

  • Compras
  • Flores

É uma das marcas centenárias que mais enche a cidade de orgulho. A Claus Porto e os seus sabonetes e produtos de higiene cheirosos vivem no imaginário e nas gavetas de muitos portuenses vaidosos. Nascida em finais do século XIX, instalou-se, em 2017, nesta típica casa burguesa na rua das Flores, que serve mais do que montra aos seus produtos. Por lá, vai encontrar as variadas linhas de sabonetes da marca – como a Clássica, a Deco ou a Musgo Real, todas embrulhadas cuidadosamente à mão –, fragrâncias, produtos de banho e outros para a casa, como velas e difusores, mas não só. No piso térreo, com acesso directo para a rua, há ainda espaço para uma zona de barbearia. Subindo a escadaria, no primeiro andar encontra uma galeria-museu que conta a história da Claus Porto ao longo de quatro gerações, através de desenhos feitos à mão, litografias, publicidades e recortes de jornais. Mais um lanço de escadas e, no último piso, mora um laboratório que, volta e meia, acolhe workshops e outras actividades, bem como uma incrível máquina dos anos 40 que ainda produz sabonetes.

  • Compras
  • Campo Alegre

Lavanda, rosa, jasmim, verbena, sândalo e fava tonka ou baunilha e âmbar. A conjugação de aromas nos sabonetes da Castelbel é quase infinita. A flagship store da marca de Castêlo da Maia, produzida nos arredores do Porto, é uma perdição e não se fica apenas pelos sabonetes que lhe dão fama. Na loja instalada no Palácio das Artes convivem loções, esfoliantes, champôs sólidos e manteigas para o corpo a cheirar a coco e manga, mas também papéis perfumados para forrar gavetas, toalhas fofas de algodão egípcio e perfumes para a casa.

Publicidade
  • Compras
  • Baixa

Em plena rua das Flores e a fazer lembrar as antigas farmácias, a decoração da loja de cosméticos da Benamôr 1925 aposta em tons verde pastel, tem armários vermelhos envidraçados que guardam as várias gamas da marca e um balcão central em mármore com os habituais lavatórios para experimentar os produtos. Há hidratantes, desmaquilhantes, máscaras, óleos, cremes, loções, esfoliantes e muito mais.

  • Compras
  • Cedofeita

Com loja no Centro Comercial Bombarda, a ORGANII foi a primeira empresa em Portugal dedicada à cosmética biológica. Na sua génese estão as irmãs Cátia e Rita Curica, que não descansaram enquanto não puseram à venda produtos sem químicos ou outras substâncias sintéticas. Hoje, além dos cosméticos biológicos (onde cabe um pouco de tudo, para o cabelo, rosto e corpo), têm também uma linha de puericultura ecológica, a Organii Bebé.

Joalharia

  • Compras
  • Joalharia
  • Cedofeita

Como qualquer artista que se preze, Liliana começou por estragar uma data de coisas. A começar pelas jóias da mãe, às quais aplicava búzios sobre materiais mais delicados, quando era mais pequena. Criatividade acima de tudo. Nascida em Paredes de Coura e radicada na Invicta, é uma das mais promissoras joalheiras do país e já perdeu a conta aos prémios que ganhou e às peças que lhe passaram pelas mãos. É na sua loja-atelier na rua do Rosário que a designer desconstrói a técnica tradicional da muito típica filigrana e cria jóias contemporâneas de linhas delicadas e elegantes. De lá, as suas peças, fruto de um trabalho minucioso, cuidado e moroso, saem um pouco para todo o mundo e já encantaram cidades como Viena, Budapeste, Veneza, Barcelona, Paris, Nova Iorque, Chicago, Tóquio ou Seul. Se não quiser ir tão longe, neste seu espaço no quarteirão das artes vai encontrar à venda variadas colecções, como a Colours, a Herbarium ou a Lightness, compostas por anéis, alfinetes, colares e brincos, entre muitas outras coisas.

  • Compras
  • Joalharia
  • Cedofeita

Cinco mulheres arregaçaram as mangas e criaram a Collectiva, uma plataforma única e ​independente, cujo objectivo é promover a joalharia de autor no feminino. O resultado? Uma loja-galeria no Centro Comercial Bombarda com uma curadoria afinada, onde se divulga o ​trabalho de designers e marcas portuguesas emergentes. Além de muitas jóias arrojadas, contemporaneidade e exclusividade também não faltam.

Publicidade
  • Compras
  • Joalharia
  • Baixa

A loja abre-se apenas por marcação, porque o mais provável é Dalila estar nas traseiras, rodeada de laminadores, martelos de serralheiro, alicates de diferentes tamanhos, polidoras e adrastas mecânicas, a dar forma às bonitas jóias de linhas simples e delicadas que faz no seu atelier. Licenciada em arquitectura, já trabalhou com Siza Vieira e hoje dedica-se a produzir peças únicas e personalizadas, feitas à medida dos seus clientes. Por marcação: 937 078 890.

  • Compras
  • Joalharia
  • Flores

Com um savoir-faire que remonta aos anos 70, a marca foi passando de geração em geração, dentro da mesma família. Hoje está nas mãos dos irmãos Nuno e Marco dos Santos que a encaminharam em direcção à joalharia contemporânea e de autor, onde as pedras preciosas ganham destaque. E ainda bem.

Cerâmica

  • Compras
  • Bonfim

Em redor da grande mesa de trabalho reúnem-se artesãos e aprendizes e dá-se asas à criatividade sem grandes limitações. Usam-se as mãos e o peso do próprio corpo para moldar o barro e escolhem-se da paleta cores que dão vida às peças e aos dias que acontecem por aqui. Manu, a grande mentora deste espaço onde o barro é matéria-prima preciosa, avisa com paciência: “É preciso tirar as bolhas de ar que quebrariam as peças quando estas fossem ao forno”. Depois disso, corta-se a massa, assenta-se a mesma sobre a pedra de oleiro, volta-se a trabalha-la e espera-se dois ou três dias para que seque e possa ir ao forno sem partir. A Nü Coworking Criativo é um atelier de cerâmica, mas é também uma espécie de “centro de terapia e relaxamento” para muita gente que procura aproveitar o tempo livre dedicando-se a uma outra arte, através dos workshops que Manu vai lançando nas redes sociais. Mas aqui fazem-se muitas outras coisas, como ilustrações ou cursos de costura. Se não estiver interessado em meter as mãos na massa, passe por lá para conhecer o espaço ou para comprar algumas das bonitas peças já prontas que adornam as prateleiras.

Lágrima

Maria Joana Duarte é a ceramista por detrás da Lagrima Studio. Formada em design de moda, organiza as colecções como mandam as estações do ano. Faz uma pesquisa de imagens, cores, espaços e tendências, que depois servem de base para criar peças novas. É no seu estúdio no Porto que, com pasta cerâmica, tintas próprias e vidrado, dá largas à imaginação e produz artesanalmente objectos únicos. Há taças, copos para chá ou café, jarras e tábuas. Rua Elísio de Melo, 28, 3º andar, sala 42. Seg-Sex 14.30-19.00. Sáb 10.00-13.00

Publicidade
  • Compras
  • Bonfim

Na sua oficina, Teresa Branco dá forma à sua grande paixão: a cerâmica. É lá que produz  jarras, taças, vasos e bonitos objectos de decoração para a casa, sobretudo em grés, muitas vezes com formas disformes e recorrendo a técnicas mais primitivas. Se se sentir inspirado, nesta oficina de ocupação de tempos livres dedicada à cerâmica, os participantes têm total criatividade: azulejos, figuras ou objectos são algumas das peças a que se podem dedicar.

F.A.M. Feito à Mão

No Bonfim adapta-se a autenticidade do artesanato português ao design mais moderno, a começar pelos bonitos azulejos com linhas contemporâneas e desenhados à mão que se produzem neste atelier e que lembram os tradicionais espalhados pelos edifícios um pouco por toda a parte. Lígia, Ângela e Tiago fazem ainda os cogumelos, uns vasos-escultura em terracota, mesas de centro em cerâmica e espelhos. Rua do Bonfim, 502.

Livrarias

  • Compras
  • Clérigos

Tectos repletos de desenhos, um piano ao fundo, mesas geométricas coloridas e cerca de cinco mil livros preenchem este café literário, no qual as histórias – tanto as que encontra no interior das obras como as que se partilham à mesa –, são as protagonistas. Aqui aposta-se, sobretudo, em literatura lusófona e traduzida, com conhecidos autores da nossa praça a ocuparem os lugares de destaque, como é o caso de José Saramago, Fernando Pessoa, Camilo Castelo Branco, Vergílio Ferreira, Eça de Queirós, Mia Couto, Aquilino Ribeiro, Pepetela e José Eduardo Agualusa. Mas não são os únicos, há ainda muito espaço dedicado a autores estrangeiros. Com títulos para miúdos e graúdos, esta livraria, que tem uma irmã mais velha na capital, tem também um bar de onde saem vinhos a copo, bons cocktails, alguns petiscos, como tábuas de queijos e enchidos, e gulosas fatias de bolo. Com uma agenda cultural simpática, é comum esbarrar-se por lá com lançamentos de livros, oficinas ou pequenos concertos de música ao vivo. 

  • Compras
  • Livrarias
  • Baixa

Com quase 20 anos, esta livraria portuense tornou-se icónica por ser a única no país especializada em poesia e teatro. Mudaram-se recentemente para este espaço na rua de Sá de Noronha onde cresceram não só em tamanho (o antigo local tinha apenas seis metros quadrados), mas também em número. Além dos livros de teatro e poesia, hoje têm também alguma oferta de literatura sobre cinema, dança e arte. E se o livreiro Blake estiver por lá, um cocker spaniel de sete anos muito simpático, não resista a fazer-lhe uma festinha.

Publicidade
  • Compras
  • Livrarias
  • Galerias

A mais espantosa de todas as livrarias não poderia faltar neste roteiro. A Lello é uma das mais emblemáticas livrarias do país e faz parte do património histórico do Porto. A sua arquitectura neogótica, a madeira talhada, as colunas douradas, os tectos ornamentados e as grandiosas escadarias que deixam quem a visita boquiaberto, serviram de inspiração a J.K. Rowling, enquanto escrevia a mundialmente famosa saga Harry Potter. Este facto catapultou-a para o estrelato das livrarias, por isso, conte com filas à porta e uma entrada que custa 5€ (dedutíveis numa compra).

  • Compras
  • Livrarias
  • Pinheiro Manso

Instalada muito perto da Casa da Música, a Flâneur é uma encantadora editora e livraria generalista, especializada em poesia, arte, romances e filosofia, onde dá vontade de ficar a percorrer os livros com calma. Recebem com frequência apresentações de livros e debates e enviam-lhe os livros para casa a pedido. Se estiver pelas redondezas, a entrega é feita na bicicleta que costuma estar estacionada à entrada.

Retro/Vintage

  • Compras
  • Lojas vintage
  • Baixa

Se é um apaixonado pelos anos 80 e 90 e anda à procura de algo original, colorido, com pinta e que custe uma pechincha, chegou ao sítio certo. A Mon Père, uma espécie de Camden Town em micro-escala (famosa zona londrina com muitas lojas e mercados vintage) é uma das mais recheadas e interessantes lojas de roupa vintage do Porto e vai ser difícil não se perder entre camisas de padrões garridos, camisolões, bijuteria, casacos de couro, kispos, turbantes, saias, óculos e até fatos de banho (não se admire se tiver vontade de comprar um fora de época). Por aqui é demasiado fácil perder-se de amores por várias peças. Mariana Araújo, a dona, decidiu “deixar de ser uma geek da internet” e transformou a loja online num espaço físico, onde vende, a preços simpáticos, aquilo que compra em feiras, a fornecedores de todos os cantos do mundo e em viagens pela Europa. Com uma curadoria bem feita, por aqui vai encontrar roupa e acessórios que se adequam a todas as estações e estados de espírito: desde casações de marcas conhecidas, bons para enfrentar o frio do Inverno, à roupa mais gira para levar a festivais de Verão. 

  • Compras
  • Santa Catarina

É uma das lojas históricas incluídas no Porto de Tradição, programa que protege os estabelecimentos mais antigos da cidade. Este espaço, que começou como armazém de linhos e outros tecidos, abriu as portas ao público, pela primeira vez, em 1905. Hoje dá-se protagonismo aos tecidos portugueses, que são o material principal de peças como mochilas, carteiras, cadernos, parcas, bonecos ou até produtos de cozinha. 

Publicidade
  • Compras
  • Lojas vintage
  • Baixa

O arco-íris de vassouras coloridas e a porta esguia chamam à atenção de todos os que por aqui passam. A Escovaria de Belomonte é um negócio de família que abriu as portas em 1927 e tem à sua disposição escovas com todo o tipo de funções, seja para lavar cogumelos ou para engraxar os sapatos, para coçar gatos ou pentear o cabelo a humanos. São feitas artesanalmente, com materiais de alta qualidade e com sorte apanha os donos a fabricá-las in loco.

  • Compras
  • Antiguidades
  • Baixa

O recheio desta loja vai do século XIX à década de 1950, e inclui livros, placas toponímicas do Porto antigo, relógios, máquinas de escrever, brinquedos, postais, todo o tipo de papelada (como um mapa de Berlim da altura dos Jogos Olímpicos de 1936), ou garrafas, onde podemos encontrar algumas da Invicta Refrigerantes, marca da Companhia União Fabril, a antiga Unicer.

Miúdos

  • Compras
  • Livrarias
  • Cedofeita

Pensada à escala dos pequenos humanos, esta livraria, de linhas sóbrias e modernas, é-lhes dedicada de uma ponta à outra e não faltam bons motivos para lá dar um salto. Primeiro, porque tem livros bonitos expostos nas paredes, escolhidos a dedo, de autores nacionais e estrangeiros, que abordam as mais diversas temáticas – sejam eles dedicados a combater os mais variados medos ou a exaltar a beleza que existe na diferença –; e, depois, porque em vez de estarem identificados pela lombada, estão virados de frente, exibindo as suas belas e coloridas capas. “Tendo em conta o nosso público e o sítio em que estamos [a loja fica em pleno quarteirão das artes], isto é uma espécie de metáfora: vemos os livros como obras de arte”, conta Adélia Carvalho que, em 2010, abriu aqui a sua loja que é também morada da editora infanto-juvenil Tcharan e possui no seu interior uma pequena galeria que lança um desafio a quem lá entra: Será que consegue descobrir a que livro ou livros pertencem as ilustrações na parede oposta? Ah, e todos os sábados há horas do conto. É ficar atento. 

  • Compras
  • Baixa

Com design próprio e de fabrico nacional, as peças da loja-atelier O Patinho Azul, na Rua de Sá da Bandeira, são feitas à mão. Clássicas, mas adaptadas às exigências dos dias de hoje, há vestidos, fatos e cueiros para recém-nascidos; sobretudos e calções para bebés; camisas axadrezadas, gorros e casacos de malha para crianças; calçado para todas as (tenras) idades; e ainda roupa para ocasiões especiais, como baptizados e aniversários.

Publicidade

Eco Tribu

Sem plásticos, substâncias tóxicas ou luzes e sons barulhentos, feitos sobretudo em madeira ou cartão e que se adequam ao método Montessori ou Waldorf. Assim são alguns dos brinquedos que vai encontrar nesta loja dedicada aos mais pequenos, mas há mais. Também têm à venda livros da colecção Orfeu Mini, da Orfeu Negro, roupa, cosméticos e outros acessórios para a casa. Avenida da França, 878. 96 76 34 422. Seg-Sex 10.00-13.00 / 14.00-19.00. Sáb 10.00-13.00.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Santa Catarina

Há 113 anos na mesma família, é provavelmente a loja de brinquedos mais antiga do Porto ainda em funcionamento. A montra é preparada com rigor e muita cor, e lá dentro há brinquedos de colecção, como carrinhos, locomotivas e bonecas, para todos os gostos e carteiras. Se os turistas acham piada, os locais ainda mais, já que muitos deles conhecem a loja desde pequenos e agora até levam lá os netos.

Decoração

  • Compras
  • Porto

A melhor forma de celebrar uma década de vida é inaugurando uma loja-insígnia bem no coração do Porto. A Wewood, marca de design de mobiliário português com presença em mais de 50 países, abriu um espaço com quase 600 m2 no edifício Mota Galiza. Dentro de portas, além de peças próprias, acolhe também artigos de iluminação, tapetes, têxteis e cerâmicas de outras marcas nacionais e internacionais. Aberta a clientes particulares, mas direccionada sobretudo a arquitectos e designers de interiores, por lá vai ser fácil encontrar marcas como a Nanimarquina, a Teixidors, a Nemo Lighting e a Origin Made, entre outras.

  • Compras
  • Designer
  • Cedofeita

Está no edifício da antiga Padaria Independente, que já foi usado como uma extensão da Galeria Fernando Santos. Reabriu com um novo conceito e dividida em dois: Banema Lab e Banema Studio. Na Banema Studio encontra vários tipos de artigos assinados por designers portugueses ou estrangeiros, desde velas a candeeiros. No segundo piso fica o Banema Lab, um espaço que alberga o showroom da Banema, empresa de madeiras e derivados.

Publicidade
  • Compras
  • Porto

Com dois andares recheados de objectos de decoração, mobiliário, estacionário e livros, esta LOJA (é assim mesmo que se chama) aposta as fichas todas no design. Segundo Susana Beirão, a responsável pelo espaço, as bases do conceito são o minimalismo e a sustentabilidade. Isto significa que aqui vai encontrar produtos com linhas simples, alguns deles únicos e em segunda mão.

  • Arte
  • Galerias
  • Cedofeita

Loja e galeria essencial no roteiro de ilustração portuense, serve de rampa de lançamento e espaço de maturação para jovens artistas, locais e internacionais. Além das obras originais, tem prints, livros, t-shirts e tote bags, entre outros produtos. Mariana A Miserável, Ana Seixas, David Penela, Angela Dalinger, Maria Imaginário e Tina Siuda são alguns dos ilustradores que dão cor, humor, fantasias e histórias às paredes organizadas por Ema Ribeiro.

Mercearias

  • Compras
  • Mercearia de bairro
  • Santa Catarina

Se houvesse um concurso para a fachada mais bela do Porto, a Pérola do Bolhão estaria, seguramente, entre as finalistas. É impossível (até para os mais distraídos), passar pela rua Formosa e não parar para admirar ou fotografar a fachada desta mercearia tradicional – um belo exemplar de Arte Nova, construído com azulejos – onde se anunciam chás e cafés, numa alusão à rota das especiarias, produtos aos quais o negócio era inicialmente dedicado. Instalada num edifício com mais de 200 anos (mais antigo até que o famoso mercado que fica mesmo em frente), esta mercearia centenária foi alargando a sua oferta com o passar dos anos e especializou-se nos frutos secos e nas carnes fumadas. Hoje, os enchidos regionais e os presuntos de porcos criados ao ar livre são os seus produtos-estrela e todos os dias há leitão assado por encomenda. Mas não é tudo, até porque as prateleiras do espaço estão repletas de coisas boas que dão vontade de levar para casa. Dos queijos da Serra aos frutos secos avulso, passando pelo bacalhau salgado da Islândia, pelas rechonchudas alheiras e pelos biscoitos gulosos.

  • Compras
  • Mercearias finas
  • Baixa
  • preço 1 de 4

Com mais de 80 anos bem contados, esta mercearia fina vende produtos que chegam de todo o mundo. Das goiabadas brasileiras às maioneses vegetais com trufas italianas, indicadas sobretudo para quem é vegetariano, passando ainda por um sem fim de vinhos, licores e outras bebidas espirituosas. Por lá vai encontrar ainda especiarias, chás, chocolates, alimentos sem glúten, vinagres, azeites, frutos secos, conservas e muito mais.

Publicidade
  • Compras
  • Mercearia de bairro
  • Baixa

Queijos, enchidos, vinhos, licores, chocolates, frutos secos e cristalizados, conservas e produtos da época são alguns exemplos do que pode encontrar nesta mercearia tradicional, de portas abertas desde 1934. Conte com um atendimento personalizado e atencioso, bem à moda antiga.

  • Compras
  • Mercearias
  • Baixa

Neste espaço centenário, junto ao icónico Mercado do Bolhão, encontra o que nem sempre há nos supermercados. Bons vinhos, enchidos, bacalhau e queijos são apenas exemplos. Vale ainda destacar produtos como o atum com caril ou com azeite, presunto, orégãos e azeitonas. E não se esqueça, Natal é sempre que uma pessoa quiser.

Mais lojas onde fazer as suas compras

  • Compras

OH VAI-ME À LOJA! Atenção: ninguém o quer insultar, apenas sugerir que conheça a fundo as melhores lojas no Porto. É que numa cidade como esta, tão ecléctica, há lojas para todos os gostos, idades e carteiras. Há espaços onde pode recordar algumas das marcas mais históricas da cidade, como também há outras mais modernas com peças de artistas conhecidos da nossa praça. Por aqui vai encontrar desde decoração para a casa, vestuário (vintage ou não), calçado, joalharia, e até sabonetes. E como a vida precisa de banda sonora, também há lojas para aqueles fãs de música que acham que o som do vinil é o mais incrível. 

Recomendado: As melhores lojas vintage no Porto

  • Compras

Farto de fazer compras sempre nos mesmos sítios? Cansado de encontrar artigos que são mais do mesmo? Fuja das multidões e vá respirar outros ares. Quer precise de renovar o armário, de adicionar páginas à sua livraria ou lhe apeteça investir em arte – estas lojas têm de tudo. O importante é ir com tempo e de espírito aberto para conhecer novas ideias e novos projectos. Se a tarde de compras o deixar cansado, recupere baterias com um pôr-do-sol numa das melhores vistas da cidade, hidrate-se (de preferência com sumos naturais) e, claro, sente-se à mesa de um bom restaurante.

Recomendado: Tudo o que pode fazer na Rua de Miguel Bombarda

Publicidade
  • Compras
  • Decoração

Decorar a casa não precisa de ser uma dor de cabeça, só tem de encontrar a loja certa. Pegue nesta lista com as melhores lojas de decoração no Porto e comece já à procura daquele candeeiro de abajur com o qual sempre sonhou, do aparador vintage que ficaria tão bem na sua sala de estar, ou de uma mesa de apoio mais moderna. Se quiser pequenos elementos decorativos para dar mais vida às divisões lá de casa, como velas, almofadas ou molduras, por aqui também vai encontrar muita coisa. Para todos os gostos e para todos os bolsos. 

Caso precise de dar mais cor à casa, pode sempre ver o que as floristas que fazem entregas ao domicílio têm para oferecer ou visite uma loja de ilustração para enfeitar as paredes brancas. 

Recomendado: As melhores lojas de antiguidades no Porto

  • Compras

Porque não juntar o útil ao agradável? Faça as suas compras enquanto dá um bonito passeio pela Invicta. Fizemos-lhe uma lista com as melhores lojas na Baixa, para que possa ir directo onde pretende, sem ter de andar às voltas. Iluminação, criações de autores portugueses, decoração, roupa, sapatos e até peças em cerâmica vão ser algumas das sugestões que por aqui vai encontrar. Mas, se estiver à procura de peças com muita personalidade e história, também lhe apontamos o caminho – ora dê uma vista de olhos na lista de melhores lojas vintage e de antiguidades da cidade. 

Recomendado: As melhores lojas de decoração no Porto

Publicidade
  • Compras

Não invente desculpas (pois elas de nada lhe vão valer se na hora de trocar presentes aparecer de mãos vazias) e dirija-se rapidamente e em força – porque o tempo escasseia – aos espaços que lhe sugerimos. Aqui tem uma lista com as melhores lojas de pechinchas no Porto, com presentes de última hora capazes de agradar a toda a gente, mesmo aqueles com gostos mais peculiares. Nelas há roupa, acessórios, decoração para casa, e uma data de tralha gira, que nunca sabemos bem para o que serve, mas que queremos muito ter.

Recomendado: As melhores lojas no Porto para comprar presentes para o amigo secreto

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade