A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Livros de gastronomia
©DRLivros de gastronomia

Seis novos livros de gastronomia para ter à mão na sua cozinha

Ainda estão mornos de tão frescos que são. Aqui tem seis novos livros de gastronomia para ter à mão na sua cozinha.

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

Acabadinhos de chegar às prateleiras das livrarias, estes compêndios, cheios de sabor e saber, têm o propósito de lhe facilitar a vida na hora de andar à volta dos tachos. Com receitas vegan e vegetarianas, ideias de pratos para toda a família e propostas de doces para comer à dentada, têm um pouco de tudo e são uma boa lufada de ar fresco nos seus cozinhados. Com receitas fáceis, eficazes, muitas delas saudáveis e económicas, estes são os novos livros de gastronomia que deve ter à mão na sua cozinha. Bom proveito.

Recomendado: Seis livros para ler sobre sustentabilidade

Cinco novos livros de gastronomia

Dirty Vegan – Receitas rebeldes para comer bem e ficar em forma
©DR

1. Dirty Vegan – Receitas rebeldes para comer bem e ficar em forma

Matt Pritchard | Arte Plural | 18,80€

De skateboarder a atleta ultra-maratonista; de vegan experimental a chef profissional; de participante em competições de Iron Man a estrela de televisão em Dirty Sanchez, um programa britânico onde partidas e façanhas arriscadas são o prato do dia. As muitas vidas de Matt Prichard equivalem quase ao mesmo número de receitas vegan deste seu novo livro — 100. Dedicado a quem está a dar os primeiros passos no veganismo, a quem não tem tempo nem paciência para receitas muito rebuscadas ou a quem procura comida saudável sem sacrificar o sabor, Dirty Vegan apresenta receitas simples que requerem pouco tempo de preparação, bem equilibradas e nutritivas. Para começar o dia, Matt sugere panquecas de sumo de beterraba, ovos mexidos de tofu, papas de aveia, granola, smoothies e bebidas de frutos secos. Depois, indica-lhe os tentadores momos de abóbora e cogumelos com sumo de lima, os crepes vietnamitas em folhas de arroz, muitas saladas, como a de cuscuz gigante com beringela e tahini, e uma imensidão de sopas. Mais para o fim do livro aparecem pratos bem robustos, como goulash de jaca e pimento vermelho, empadão de lentilhas verdes, e guisados, bem como algumas sobremesas — todos com o objectivo de lhe darem aquela dose extra de energia. Ah, e as fotografias que ilustram o livro são bem tentadoras. Tente não o lamber.

Vegetariano nas Quatro Estações
©DR

2. Vegetariano nas Quatro Estações

Ana Isabel Monteiro | Manuscrito | 18,90€

Com uma legião de fãs nas redes sociais que ascende a mais de 100 mil seguidores, Ana Isabel Monteiro mostra ao mundo, no seu blogue Laranja-Lima criado em 2015, que uma alimentação vegetariana pode ser saudável e deliciosa, em qualquer altura do ano. Acabadinho de chegar às prateleiras das livrarias, Vegetariano nas Quatro Estações reúne 80 receitas que obedecem à sazonalidade dos alimentos, todas com índice nutricional. Tostas de batata doce com diferentes toppings, tartes de quivi, panquecas de laranja e espinafres, bolachas de limão e papoila ou assado de tofu com batata são alguns dos pratos que vai encontrar ao longo das quase 300 páginas. Não deixe de experimentar a feijoada de cogumelos à pai Monteiro, numa homenagem ao pai da autora. “Foi das primeiras receitas que o meu pai fez quando me tornei vegetariana e continua a ser a minha favorita sempre que vou a casa dos meus pais. Sabe e cheira a conforto, e é tão deliciosa”, conta.

Publicidade
À Dentada
©DR

3. À Dentada

Rita Nascimento | Arte Plural | 16,60€

O mais recente livro de receitas de Rita Nascimento promete encher-lhe a casa de migalhas. Contém mais de 70 receitas de biscoitos e bolachas capazes de o transformar num monstro peludo azul. Das tradicionais broas, areias, esses e fidalguinhos, passando pelas mais internacionais cookies bem ao estilo americano, carregadas de pedaços de chocolate ou manteiga de amendoim, mais os sablés franceses ou os biscotti italianos, não faltam aqui opções para animar a sua hora do chá. Nem a do seu fiel amigo de quatro patas (o seu melhor aspirador nesta hora). Também ele tem direito a um biscoito canino feito com apenas três ingredientes. À Dentada, o último dos cinco livros editados pela chef pasteleira — A Vida Secreta dos Gelados Caseiros, Uma pastelaria em Casa, Sobremesas 555 e Um Bolo por Semana compõem a restante bibliografia é aquele livro que não deve faltar na cozinha de qualquer guloso inveterado. As receitas são fáceis, com ingredientes do dia-a-dia, e saem sempre bem.

Adaptogénos
©DR

4. Adaptogénos

Melissa Petitto | Arte Plural | 17,70€

A grande força motriz deste livro são os adaptógenos. E o que são os adaptógenos, pergunta o leitor? São “substâncias não-tóxicas”, “extractos vegetais capazes de aumentar a capacidade de resistência do corpo aos efeitos prejudiciais do stress e de promover ou restaurar o normal funcionamento fisiológico”. Vai daí, Pettito apresenta mais de 40 ervas, raízes e fungos medicinais, sempre acompanhados por uma breve introdução, uma descrição sobre os seus benefícios, bem como notas de advertência para que possam ser ingeridos em segurança. Sabia, por exemplo, que o cogumelo shitake era utilizado na Medicina Tradicional Chinesa como afrodisíaco e promotor da juventude e virilidade? E que as bagas de sabugueiro não devem ser consumidas cruas, pois possuem níveis tóxicos de compostos libertadores de cianeto? Está tudo aqui. A páginas tantas encontra ainda 25 receitas de bebidas, sopas e sobremesas. Chai, matcha, néctar dourado, chocolate quente, bomba detox, chá da imortalidade, sopa de miso e cogumelos, pudim de chia e trufas com chocolate e ginseng asiático são algumas das receitas que poderá reproduzir em casa, com toda a confiança, para uma vida com menos stress e mais energia.

Publicidade
A Cozinha Low Carb da Alê
©DR

5. A Cozinha Low Carb da Alê

Alessandra Losacco | Marcador | 18,90€

O livro de Alessandra, brasileira a morar em Portugal há quase 30 anos (mais conhecida como Alefitmom no Instagram, onde partilha as suas receitas), é dedicado ao pai. Foram, aliás, as suas constantes lutas com a balança e um enfarte durante uma viagem de avião, quando regressava de férias do Brasil, que a fizeram repensar nos seus hábitos alimentares e sedentários. Começou por praticar exercício físico diariamente e em busca de receitas baixas em hidratos de carbono, que lhe permitissem um estilo de vida mais saudável. O resultado está aqui: um livro com 60 receitas (muito) fáceis de preparar, divididas por categorias. Na “Pães e Pequenos-Almoços” encontra propostas como ovos caprese, panini crocante ou pão de bacon e espinafres. Para entradas há salgadinhos de festa, granola caseira e snacks de queijo e tomate seco. E pratos como a lasanha de ricota e espinafres, o empadão de bacalhau ou o frango com molho de maracujá aparecem nas “Refeições Deliciosas e Low Carb”. Remate com tarteletes de frutos vermelhos, creme de avelã ou cocada de forno, entre outras coisas. Bom apetite.

Estou farto de cozinhar…e agora?
©DR

6. Estou farto de cozinhar…e agora?

Rui Marques | Editora In | 17,09€

A verdade é que por muito que se goste de cozinhar, quando passa a ser por obrigação a coisa muda de figura. A pensar nos cozinheiros e cozinheiras de aqui e além-fronteiras, com famílias e crianças a cargo, Rui Marques tirou do forno (ainda vem quente) um livro com receitas fáceis, rápidas, baratas, que sujam pouca louça — o ambiente agradece e nós também — e muitas delas saudáveis. Em Estou farto de cozinhar…e agora? encontra 60 receitas divididas por pratos de forno, de tacho, de frigideira, um capítulo destinado a desperdício zero e um outro ainda para sobremesas que valem a pena. Rui Marques ficou conhecido pelo seu blogue A Pitada do Pai, sobre culinária familiar, onde recebe uma média de um milhão de visitas mensais e tem mais de 230 mil seguidores no Instagram.

Mais livros para ler

  • Coisas para fazer

São páginas e páginas repletas de curiosidades, de expressões que só se usam por cá e de histórias mirabolantes que o vão fazer ver a Invicta com outros olhos. Nesta lista de livros sobre o Porto, vai encontrar desde lendas a histórias de imperadores ou de assassinatos. Se quiser celebrar o que melhor se faz na cidade, mas em áreas diferentes, como a gastronomia, por exemplo, encomende uma francesinha para devorar em casa. E não se esqueça de pedir também uma garrafa de vinho do Douro para acompanhar ou uma cerveja artesanal feita por cá. 

Recomendado: Oito atracções do Porto para visitar sem sair de casa

  • Coisas para fazer

“Ser poeta não é uma ambição minha. É a minha maneira de estar só”, escreveu, um dia, Fernando Pessoa, nome maior da literatura e cultura portuguesa. O que Pessoa não imaginava era a quantidade de pessoas que iriam sentir-se menos sós ao ler um verso ou poema seu. Num país onde a poesia está tão enraizada, ela continua a brotar por todo o lado, cada vez mais em verso livre, mas sempre elevada na sua simplicidade. Para assinalar este Dia Mundial da Poesia, reunimos oito livros de autores emergentes e consagrados, portugueses e brasileiros, para acrescentar à sua lista. Boas leituras.

Recomendado: As melhores livrarias no Porto

Publicidade
  • Coisas para fazer

Ser minimalista não é ser forreta. Ao contrário do que dizem as más línguas, não é preciso abdicar dos seus bens materiais mais queridos nem mudar-se para uma cabana nos Alpes Suíços, longe de todos os centros comerciais do planeta. Tem apenas de aprender a viver com o essencial – o que até pode significar continuar a alimentar a sua biblioteca privada, desde que os livros não sirvam só para absorver todo o pó da casa e lhe tragam verdadeira felicidade. Por falar em livros, reunimos cinco guias para o ajudar a livrar-se de objectos sem propósito, que só tem para preencher um qualquer vazio existencial, mas não só. É que o minimalismo não tem só a ver com coisas: também tem a ver como gerimos a nossa vida pessoal e profissional. Aprenda a dizer não e a ser mais feliz com menos coisas e menos trabalho.

Recomendado: Séries e filmes sobre minimalismo para aprender a viver feliz com pouco

 

  • Compras
  • Livrarias

O Porto é um paraíso para os amantes de livros. Nesta altura, em que passamos mais tempo enclausurados, os livros são uma boa companhia. Com um bom livro, é mais fácil escapar à realidade que agora que nos prende entre quatro paredes. O prazer de ler – de desaparecer e de mergulhar num mundo melhor – é uma solidão bem acompanhada. Fique em casa, mas não fique sem livros. Apoie as livrarias independentes do Porto. Siga esta lista para saber onde pode continuar a encomendar as suas leituras.

Recomendado: As melhores livrarias no Porto

 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade