A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rio Tejo
Fotografia: Arlindo Camacho

Lisboa em dez números

Às dezenas, milhares ou dezenas de milhares. Conheça alguns dos números da cidade de Lisboa.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

"Sabia que...?" pode ser o início de uma bela conversa, principalmente naqueles momentos em que é urgente quebrar o gelo com um dado inusitado ou uma data curiosa. São números, muitos números – e muitos mais haveria para contar – que se vão somando na cidade de Lisboa, desde o número de dias sem chuva num determinado ano ou a quantidade de edifícios que decoram a cidade nos dias de hoje. Aproveite para enriquecer o seu conhecimento sobre Lisboa e anotar alguns destes dados no bloco de notas mais à mão, analógico ou digital. Nunca se sabe quando poderão vir a ser úteis para impressionar alguém.

Recomendado: Mistérios e curiosidades: os maiores segredos de Lisboa

54
Fotografia: Inês Félix

54

São os metros da rua mais pequena da cidade. Meter o Rossio na Betesga é uma expressão bem alfacinha e é utilizada quando estamos perante uma impossibilidade. Como enfiar uma das grandes praças da cidade na rua mais pequena da nossa praça. A Rua da Betesga mede pouco mais de 50 metros.

247
Fotografia: Arlindo Camacho

247

Foi o número de dias sem chuva em Lisboa em 2020. Segundo a PORDATA, os anos mais pluviosos desde 1960 foram 2005 e 2017, com 290 dias de chuva cada.

Publicidade
724
Fotografia: Manuel Manso

724

É este o número total de autocarros da Carris que circulam na cidade de Lisboa, aos quais se juntam 48 eléctricos, três ascensores e um elevador, o histórico Elevador de Santa Justa.

13
Fotografia:Arlindo Camacho

13

É um número associado ao azar, mas neste caso vai dando sorte. 13 é o número de vezes que Lisboa foi eleita o melhor destino da Europa ou do mundo nos World Travel Awards, os Óscares do turismo mundial.

Publicidade
228
©Arlindo Camacho

228

O ponto mais alto da cidade não é nenhuma das sete colinas. Se quiser sentir-se no topo de Lisboa, basta rumar a Monsanto e dirigir-se ao alto dos seus 228 metros, junto ao Estabelecimento Prisional de Monsanto, antigo Forte do Marquês de Sá da Bandeira.

54196
Fotografia: Arlindo Camacho

54196

É o comprimento total de fio de aço utilizado nos cabos principais da Ponte 25 de Abril. Quando foi inaugurada, em 1966, era a quinta maior ponte suspensa do mundo e a maior fora dos EUA. Agora ocupa a 32.ª posição.

Publicidade
1782
Fotografia: Ana Luzia

1782

É a data oficial de inauguração do estabelecimento comercial mais antigo da cidade, ainda em funcionamento. Chega de suspense... é o Martinho da Arcada, café e restaurante da Praça do Comércio que foi inaugurado "à luz de lampiões de azeite e ao som de uma fanfarra", lê-se no site oficial.

45
Fotografia: Duarte Drago

45

Lisboa tem 56 estações de metro, mas sabe qual é a mais profunda? São 45 metros de profundidade, e algumas escadas rolantes, que tem de fazer para chegar ao metro da Baixa/Chiado. Isto se entrar pelo Largo do Chiado, claro.

Publicidade
49223
Fotografia: Manuel Manso

49223

É um grande número e está à vista de todos. Segundo a página oficial dos Censos 2021 é este o número de edifícios da cidade de Lisboa, na sua grande maioria construídos entre 1961 e 2000.

271612
Fotografia: Arlindo Camacho

271612

O museu, monumento ou palácio nacional (sob a alçada da DGPC) mais visitado de Lisboa em 2021 registou a entrada de 271612 pessoas. Quer tentar adivinhar? Foi o Mosteiro dos Jerónimos, seguido do Museu Nacional de Arqueologia (91437) e do Museu Nacional dos Coches (65110).

Mais curiosidades de Lisboa

  • Atracções

Responda rápido, por favor: qual é a pata direita do cavalo de D. José? Se precisa de ir ao Terreiro do Paço confirmar é porque preciso mesmo da nossa ajuda. Aqui na Time Out gostamos de sugerir pratos e restaurantes, mas não somos os melhores do mundo a alimentar as dúvidas. Aliás, se dependesse de nós andava toda a gente com a curiosidade saciada. Há, no entanto, aquelas questões que nos assombram quando vamos no trânsito, aquele ponto de interrogação que paira sobre nós à saída do duche. Se anda com uma pulga atrás da orelha com alguma questão sobre a cidade, talvez a consiga catar por aqui. Ora vejamos curiosidades sobre Lisboa.

As ruas com nomes mais estranhos em Lisboa
  • Coisas para fazer

Todas as cidades têm uma Rua Direita, uma Almirante Reis ou uma 5 de Outubro. Mas uma Triste-Feia, por exemplo, só nós. Já para não falar no Jardim das Pichas Murchas que tantas fotografias arranca de quem por ali passa. Mas afinal quem é que se lembrou de nomes assim? O que significam eles? Confesse que já pensou nisso várias vezes. Não dê mais voltas à cabeça, estamos cá para o ajudar. Gostava de descobrir a história por detrás das ruas com os nomes mais estranhos em Lisboa? Então tome nota.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Caminhadas e passeios

Cuidado onde põe os pés! É que pode estar a pisar  uma flor, um barquinho, um relógio, uma estrela ou um trevo de quatro folhas. Chamam-se assinaturas a pequenos desenhos que não fazem parte do padrão oficial da calçada. São desenhos executados geralmente com grande rigor e numa escala mínima, e só existem por uma razão: o calceteiro decidiu fazê-los. São ilegais e anónimos, só os colegas de profissão sabem identificar quem os fez, seja pela técnica ou pelos temas. Como uma espécie de graffiti na pedra. Mostramos alguns destes segredos e avisamos: depois de ver o primeiro, vai começar a andar de olhos pregados no chão e a descobrir muitos mais. É viciante. Ora espreite a galeria aqui em cima.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade