A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Palácio Marquês da Fronteira
Arlindo Camacho

Sítios para visitar em Benfica: meia dúzia de atracções a não perder

Benfica pode ter a maior concentração de marquises de Lisboa, mas também lá viveram marqueses. Conheça os sítios a visitar em Benfica.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal e Conde de Oeiras, não foi o único marquês a viver em Lisboa. Em Benfica, também havia marqueses, como João de Mascarenhas, o 1.º Marquês de Fronteira, título atribuído como recompensa pelos seus feitos militares na Guerra da Restauração e por ter apoiado D. Pedro II contra D. Afonso VI em 1667-1668. No Palácio dos Marqueses da Fronteira, à beira do Parque Florestal de Monsanto, há muitos painéis a descrever os seus feitos, sobretudo na Sala das Batalhas. Mas há outras atracções na freguesia de Benfica, com ou sem marqueses, como o Museu Cosme Damião, a Quinta da Granja, o Parque Silva Porto ou o Jardim Zoológico de Lisboa. Pronto para passear?

Recomendado: 22 coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

Sítios para visitar em Benfica

  • Atracções
  • Zoológicos e aquários
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Leve as crianças ao zoológico para ver os leões e elefantes, macacos e koalas, golfinhos e flamingos. Também pode andar num mini-comboio ou num teleférico para ver as vistas, visitar a Casa dos Répteis, caminhar pelo Vale dos Tigres ou visitar o Templo dos Primatas. O Jardim Zoológico de Lisboa já teve muitas vidas (a primeira remonta ao século XIX), mas hoje a sua missão passa muito pela investigação científica e por programas de enriquecimento ambiental que fazem deste parque um centro de conservação, reprodução e reintrodução de espécies em vias de extinção no seu habitat natural. Fique atento à programação da casa.

  • Museus
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Muitos museus de clubes não passam de grandes salas de troféus, onde se gastam toneladas de polidor de pratas. Mas o museu do Sport Lisboa e Benfica é uma lição na história do clube, da cidade e até do país. Sabia que em 1960 o Benfica foi campeão nacional de actividades submarinas? E que em 1918 o Benfica recebeu a visita do tenor lírico Tito Schipa? Se tivesse visitado o Museu Cosme Damião, sabia. Há vários filmes, jogos e actividades interactivas, das quais destacamos a atracção final: um simulador de penáltis que vale o preço do bilhete. Obrigatório para quem gosta de futebol, independentemente do clube.

Publicidade
  • Atracções
  • Edifícios e locais históricos
  • Benfica/Monsanto

Esteve fechado ao público por mais de um século, mas 2017 foi o ano da reabertura após obras de recuperação. Gerido pela Junta de Freguesia de Benfica, tem uma biblioteca, uma ludoteca, uma área de coworking, salas multifunções, jardins e uma cafetaria. E uma agenda que inclui exposições, workshops, tertúlias e concertos.

  • Atracções
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Paredes meias com o Parque Florestal de Monsanto, este palácio do século XVII acolhe a Fundação das Casas de Fronteira e Alorna, que tem como principais objectivos promover a investigação, criação artística e cultural e cuidar do património que, além do palácio, inclui românticos jardins. Para não perder o fio à meada, há visitas guiadas, organizadas todos os meses pela fundação. A agenda de eventos regulares pode ser consultada via redes sociais.

Publicidade
  • Atracções
  • Parques e jardins
  • Benfica/Monsanto

Existe uma Mata de Benfica e uma Mata de Alvalade. Neste particular, a rivalidade clubística não tem um vencedor. E ainda bem. Em Benfica, este espaço verde também conhecido como Parque Silva Porto é um mini-pulmão plantado em 1880 que tem parque infantil, zona de merendas e um parque aventura com escalada, rapel e arborismo. Foi inaugurado em 1911 numa das parcelas da antiga Quinta da Feiteira, onde existia uma zona de bosque que rodeava o palácio João Carlos Ulrich. O proprietário seguinte, César José de Figueiredo, doou o terreno à cidade com a condição de o transformar em espaço público de lazer, de acesso livre a todos os que o quisessem visitar.

  • Coisas para fazer
  • Espaços para eventos
  • Benfica/Monsanto

A verdadeira acepção de campo na cidade – a Quinta da Granja está bem encaixada no bairro de Benfica, mas poucos dão por ela. Se por um lado é uma pena porque espaço não falta, por outro é um sossego para os conhecedores. Correr, caminhar, andar de bicicleta ou fazer maratonas com os miúdos, pode fazer de tudo sem parecer que está entre duas avenidas concorridas da cidade. É lá também que está a quinta pedagógica com o mesmo nome.

Os melhores sítios em Lisboa

Publicidade
  • Coisas para fazer

Para jogar bowling, a perícia do jogador é mais importante do que ter força ou resistência física. Se é fã da modalidade, esta é a lista certa para si. Preparado para deitar os pinos abaixo? Eis os melhores sítios para jogar bowling em Lisboa.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade