Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right 25 refúgios no Porto para esquecer o frio e a chuva

25 refúgios no Porto para esquecer o frio e a chuva

Entre nestes 25 refúgios no Porto para esquecer o frio e a chuva e tire partido do que a estação mais agreste do ano tem para lhe oferecer

Bierhaus
© Marco Duarte O Bierhaus fica na Rua Cândido dos Reis
Por Time Out Porto editors |
Publicidade

O céu está cinzento, o tempo está frio e a sua disposição está em baixo? Então agarre-se a este artigo com 25 refúgios no Porto para esquecer o frio e a chuva e tire partido do que a Invicta tem para lhe oferecer. Depois, só tem de se esconder nestes cafés, restaurantes e bares, com lareiras, vinho e bolos acabados de fazer. Só coisas boas para passar o tempo enquanto lê um livro, conversa com os amigos ou faz scrool no feed do Instagram e sonha com os dias soalheiros e quentes.

Recomendado: Seis ideias para se divertir abrigado do frio e da chuva no Porto

25 refúgios no Porto para esquecer o frio e a chuva

1
clube 21
© DR
Restaurantes, Gastropubs

Clube 21

icon-location-pin Pinheiro Manso

Neste espaço serve-se boa comida e boa bebida. E isso já é motivo suficiente para lá ir. Para aconchegar o estômago e aquecer a alma, há bons pregos em pão, rosbife, plumas de porco preto e arroz de marisco. Este também é o sítio certo para pôr a conversa em dia de copo na mão. Para beber, além de muita cerveja, conte com Dry Martinis ou cocktails, como o Alexander, com gin, creme de leite e cacau.

2
Negra Café
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Negra Café

icon-location-pin Baixa

O Inverno rima com bolos e chávenas de café quente, pois é isso que mais apetece naqueles dias gelados que nos fazem bater os dentes. Isso e um sofá, como os do Negra Café, espalhados pelos dois andares, mesmo a pedir que se alape um bocadinho (faça como se estivesse em casa, mas não se descalce nem adormeça porque isso já é abuso). Distraia-se antes a devorar uma fatia de red velvet ou as panquecas gordinhas e fotogénicas deste espaço. Quem não gosta desta estação não sabe o que anda a perder.

Publicidade
3
Candelabro
Fotografia: João Saramago
Bares

Candelabro

icon-location-pin Baixa

Há precisamente uma década instituía-se na cidade como o precursor do copo ao fim do dia. Hoje continua a ser um porto seguro para quem quiser sair do trabalho, beber um copo e conversar. E com este frio, o melhor é ir lá para dentro e fazer-se acompanhar de gins, bons vinhos portugueses e tostas (bastante saborosas) para não ficar com a barriga a dar horas. Se não tiver companhia, há uma livraria onde vai encontrar muitos livros em segunda mão.

4
Bonaparte Downtown
© João Saramago
Bares

Bonaparte Downtown

Mais intimista e confortável é impossível. Tem luz baixa, tem paredes decoradas com antiguidades e tem uma carta de bebidas com uma grande oferta de gins e cervejas. Também são fortes nos petiscos. Experimente o chouriço ao vinho e o hambúrguer de novilho. E não saia sem pedir o chocolate quente.

Publicidade
5
Pinguim Café - Sessão Poesia
©Nigel Randsley
Bares, Bares

Pinguim Café

icon-location-pin Baixa

Considerado por muitos um clássico da noite portuense, o Pinguim Café é conhecido por ter uma agenda preenchida com exposições, concertos, sessões de poesia e até espectáculos de stand-up comedy (fique atento à página de Facebook). Para ajudar à fama, também tem (outro) dos melhores chocolates quentes da cidade. Este é feito com rum para contrastar com o sabor doce do chocolate – perfeito para o aquecer num dia frio.

6
Armazém
© Cátia da Costa
Coisas para fazer, Centros culturais

Armazém

icon-location-pin Miragaia

No Inverno, o Armazém é um dos melhores sítios para se estar, muito graças à lareira que o aquece desde que abre as portas até à hora que fecha. Mas não pense que este espaço só serve para aquecer as mãos e os pés, pois há muito com que se entreter nestes metros quadrados multiculturais e polivalentes. Há lojas com mobiliário, discos e livros, há exposições e workshops e ainda um bar, com tábuas, chouriço assado, bolos e vinhos, para que nada lhe falte. Como se não fosse suficiente, no terceiro fim-de-semana de cada mês, abriga uma feira de velharias e vintage.

Publicidade
7
The Yeatman
© DR
Hotéis, Hotéis de luxo

Dick's Bar

icon-location-pin Vila Nova de Gaia

O Dick’s Bar, instalado no hotel The Yeatman, em Vila Nova de Gaia, é outro sítio a considerar se pretender aquecer-se neste Inverno sem ter de estar enfiado em casa, enrolado numa manta. Isto porque a decoração lembra um clube privado – tem cadeirões, sofás e madeira no tecto e no chão –, há três lareiras a manter o ambiente com uma  temperatura agradável e, se passar por lá ao fim-de-semana, há música ao vivo, para ouvir entre as 21.30 e as 00.00. Às quintas-feiras as noites são de fado e começam às 21.30. Mas caso só se sinta bem de copo na mão, então sugerimos-lhe o cocktail Brown, servido quente, com vinho tinto, Taylor’s Fine Tawny Port, laranja, limão, canela, cravinho, noz moscada e mel.

8
O Paparico
© Cláudia Paiva
Restaurantes, Português

O Paparico

icon-location-pin Constituição

Um jantar n’O Paparico cai bem em qualquer altura do ano, esteja um calor abrasador ou uma tempestade descontrolada. A verdade é que entre aquelas paredes de pedra tudo corre bem. Para estes dias, sente-se confortavelmente em frente à lareira que há no hall, enquanto espera que o encaminhem para a mesa. É friorento? Gostava de ter uma lareira portátil? Garantimos que vai ficar quentinho com os incríveis vinhos que lhe serão servidos.

Publicidade
9
A Flanêur é uma livraria especializada
©DR
Compras, Livrarias

Flâneur

icon-location-pin Pinheiro Manso

Um livro, um chá de alfazema e uma fatia de bolo de canela. Gosta do cenário? Então vá à Flâneur, que não só é uma das melhores livrarias da cidade, como é também um espaço onde pode passar um bom bocado a folhear um livro. A Flâneur acolhe eventos regulares, como apresentações de livros e cafés filosóficos – porque o amor aos livros não é só ficar enfiado no sofá a ler. Se não quiser abdicar das mantas, vá pelo menos fazer aqui as compras.

10
EARLY Cedofeita
© João Saramago
Restaurantes, Restaurantes

Early Cedofeita

icon-location-pin Baixa

Cedofeita está em processo de mudança e o Early foi um dos espaços que mais contribuiu para isso. Tem um ambiente acolhedor e decoração moderna e minimalista. Há ainda uma segunda sala espelhada no interior, mais reservada. Aqui servem-se pequenos-almoços, almoços e lanches. Pela carta vai encontrar bolo de banana, pudim de chia, pão de fermentação lenta e sopa, entre outros. Há ainda café de especialidade, águas aromatizadas com gás, cerveja artesanal, vinhos portugueses e cocktails.

A Time Out diz
Publicidade
11
BOP
© João Saramago
Restaurantes, Cafés

BOP

icon-location-pin Baixa

No BOP tudo gira em torno da música, do café e da comida gulosa. Da carta fazem parte asas de frango picantes, mac ‘n’cheese, nuggets de frango e muitos hambúrgueres. O G.O.D, por exemplo, tem pão, gramas de carne de novilho, queijo cheddar, alface, cebola, tomate e ketchup, mais batatas fritas e aioli. Destaquem-se ainda as bebidas, com ou sem álcool, e o café de especialidade, da variedade arábica. Por fim, deixe os fones em casa e aprecie a selecção musical deste lugar.

A Time Out diz
12
Capela Incomum
©João Saramago
Bares

Capela Incomum

icon-location-pin Cedofeita

Nesta antiga capela do século XIX faz-se um culto a Baco, Deus do Vinho. E vale a pena lá ir, mesmo que não seja pessoa de grandes crenças. E para quê? Para experimentar vinhos portugueses, em particular das regiões do Douro e Minho, e petiscos como o queijo curado de vaca com alecrim e mel, a morcela com queijo de cabra e doce de framboesa, a bruschetta de requeijão e pimento assado e, claro, as tábuas de queijos e enchidos. Mais: às quintas-feiras, de 15 em 15 dias, há fado. E vale muito a pena passar lá para ouvir. 

Publicidade
13
Café Vitória
©DR
Restaurantes, Cafés

Café Vitória

icon-location-pin Baixa

Nesta rua movimentada da Baixa há um café perfeito para fugir do frio. O Vitória tem um menu com várias opções, de bebidas de cafetaria até copos de vinho e cocktails. Além disto, também servem refeições ao almoço e ao jantar. Nas diferentes salas vai encontrar sofás e mesas para que se sinta em casa e, ao fundo, um dos melhores refúgios da cidade: uma zona envidraçada que se assemelha a um jardim de Inverno, onde pode apanhar ar sem ter de vestir o casaco.

14
O Porto dos Gatos
©Marco Duarte
Restaurantes, Vegetariano

O Porto dos Gatos

icon-location-pin Bonfim

Este é o sítio ideal para se abrigar do frio, já que se pode aquecer enquanto acaricia o pêlo dos gatos. Este cat café funciona como sede da associação Vida de Gato e, por isso, é a casa de mais de uma dezena de felinos. Numa sala à parte, pode também aconchegar o estômago com uma refeição vegan. Durante a semana há um menu de almoço com entrada, sopa, prato e bebida. Francesinhas, tostas e bruschettas são algumas das opções que vai encontrar por lá. Mas também há fatias de bolo, scones e bebidas quentes para os mais gulosos.

Publicidade
15
Café Rivoli
© João Saramago
Restaurantes, Restaurantes

Café Rivoli

icon-location-pin Santa Catarina

Além de uma programação intensa de teatro, dança e cinema, o Teatro Municipal Rivoli tem também um café, no terceiro piso, que traz mais luz aos dias de Inverno – cortesia das grandes janelas que se abrem sobre a Praça D. João I. Aquecimento não falta, bebidas quentes idem, e sofás para se espreguiçar também não. De terça a sexta-feira há menus de almoço diferentes e uma carta com petiscos, tostas variadas e pastelaria caseira (atente no potentíssimo bolo de café, às terças). Aos sábados e domingos, entre as 12.00 e as 16.00, habemus brunch, e em dias de espectáculo pode jantar por lá.

16
o tripeiro
© João Saramago
Restaurantes, Português

Tripeiro

icon-location-pin Santa Catarina

Foi, durante anos, uma paragem obrigatória para os amantes de tripas à moda do Porto. Hoje, o Tripeiro tem uma nova gerência, uma nova cara mas, no menu, continuam a brilhar pratos típicos da cozinha portuguesa. Tripas, cabrito assado, filetes de polvo e lombo de bacalhau com presunto e broa são alguns dos que pode provar por aqui. Feitos como manda a tradição e servidos num espaço acolhedor, tal e qual como a sala lá de casa. Quer melhor?

Publicidade
17
Mercador Café
Fotografia: Cláudia Paiva
Restaurantes, Cafés

Mercador Café

icon-location-pin Flores

A Rua das Flores é um dos locais mais populares da cidade e é lá que fica o Mercador Café, um espaço que ocupa um antigo armazém de atoalhados. Desta sua primeira vida mantiveram-se os vitrais coloridos, um grande armário de parede e alguns dos objectos que fazem parte da decoração. Não saia sem provar um dos melhores bolos de bolacha da Invicta. Também têm pequenos-almoços, opções leves de almoço e vários produtos gourmet para levar para casa.

18
Grande Hotel do Porto
© Grande Hotel do Porto
Hotéis

Grande Hotel do Porto

icon-location-pin Santa Catarina

Não precisa de estar instalado neste hotel para frequentar o restaurante, o bar ou o salão das colunas, este último ideal para pôr a leitura em dia ou para uma boa conversa enquanto aprecia “a beleza arquitectónica das famosas colunas de mármore, a riqueza dos materiais e os detalhes requintados da decoração de traça clássica”. Também pode tomar o chá das cinco ou não estivesse num lugar cheio de pompa. 

Publicidade
19
Pérola Negra
Al Berto
Noite, Clubes

Pérola Negra

icon-location-pin Baixa

Há qualquer coisa no Pérola Negra que faz dele o bar perfeito para o Inverno: os sofás e as mesas à volta da zona do bar, para quem não quiser estar sempre na pista; as luzes e luzinhas que vão pontilhando o espaço, a par dos espelhos; ou mesmo a sua dimensão relativamente pequena, mas confortável. Dito isto, a programação vale por si – desde Dezembro que o Pérola renasceu enquanto um clube de música electrónica, e não só, com uma agenda regular de artistas nacionais e internacionais.

20
Cozinha do Manel
© João Saramago
Restaurantes, Português

A Cozinha do Manel

icon-location-pin Bonfim

Há quem diga que a gastronomia tradicional se está a perder e que os restaurantes antigos estão a fechar para dar lugar a hamburguerias. Não é assim n’A Cozinha do Manel, um dos restaurantes mais aconchegantes da cidade. As travessas de barro são postas na mesa e os pratos não são do Ikea. Para a mesa vão pitéus como a vitela e o cabrito assados em forno a lenha. 

A Time Out diz
Publicidade
21
Terminal 4450 - Cocktails
© Marco Duarte
Restaurantes, Steakhouse

Terminal 4450

icon-location-pin Leça da Palmeira

Se lhe apetece aquecer a alma com um naco de carne sempre que os termómetros baixam (nós entendemos a necessidade), o destino é o Terminal 4450, uma confortável alternativa para um dia de Inverno. Caso um naco de carne não seja suficiente para aumentar a sua temperatura corporal, atire-se a um dos cocktails da casa. Vai ver que o assunto fica resolvido.

A Time Out diz
22
Passos Manuel
© João Saramago
Bares

Passos Manuel

icon-location-pin Santa Catarina

Paragem obrigatória da noite do Porto, o Passos Manuel, com a sua decoração à filme de Stanley Kubrick, é outro dos bares para os quais apetece fugir quando está mau tempo. Lá dentro não se ouve nem se vê a chuva, e até pode ficar bem aconchegado com os seus amigos numa das minissalas com sofás brancos (os chamados privados) que se escondem por trás do bar. No piso de cima pode aquecer o corpo com um whiskey e no piso de baixo a dançar – bons DJs e produtores não faltam aqui.

Publicidade
23
Ton-Up Garage
© João Saramago
Compras

Ton-Up Garage

icon-location-pin Baixa

A Ton-Up Garage celebra a mota e a sua cultura, com um carinho especial por décadas passadas. O projecto nasceu em 2010, na altura focado na transformação de motas e na exploração da estética retro, mas tem, desde 2018, um novo conceito. “Food & Fuel” é o lema, por isso, conte com uma mistura de loja, stand e bar. Na loja encontra vestuário e capacetes (de marcas como Bokker, Wlrod, Swain); no stand, motas, das clássicas às criações exclusivas; e no bar há pratos do dia e petiscos, como nachos, wraps e sanduíches.

24
17.56 Museu e Enoteca
©DR
Museus

17.56 Museu & Enoteca

icon-location-pin Grande Porto

Um museu dedicado à história da Real Companhia Velha, uma área com três vertentes culinárias, uma queijaria recheada, uma área de lounge, uma sala de charutos, um terraço panorâmico e uma florista. Há de tudo na Enoteca17.56. No que diz respeito ao vinho, foco do projecto, encontra, além do portefólio da companhia, uma selecção dos melhores rótulos do país e de grandes vinhos do Velho Continente.

Publicidade
25
Bierhaus
© Marco Duarte
Bares, Cervejaria artesanal

Bierhaus

icon-location-pin Galerias

Com paredes em pedra e mesas em madeira, num ambiente a meia-luz, o Bierhaus convida ao retiro pós-laboral, com cervejas a marcar o ritmo da procrastinação. Por aqui encontra algumas artesanais portuguesas, da Colossus à Letra, e várias marcas estrangeiras premium. Para aquecer o estômago, junte à festa tábuas de queijos e enchidos ou os frascos de marinadas feitas na casa. Se gostar de bola, saiba que aqui também pode ver jogos de futebol.

Outras sugestões para se ocupar no frio

Porto World Battle
© DR
Coisas para fazer

Coisas para fazer no Porto em Abril

Um superfestival que junta teatro e dança, uma bienal de arte contemporânea com mais de 15 exposições para visitar gratuitamente, conferências sobre o clima e a confiança, e concertos (muitos concertos) de apresentação de discos lançados recentemente são algumas das actividades em que poderá participar este mês. A Invicta é uma animação e esta lista de coisas para fazer no Porto em Abril é a prova disso. Se o São Pedro não colaborar com dias soalheiros, não desista: agarre num guarda-chuva e nesta lista e faça-se à vida.   Recomendado: 31 coisas incríveis para fazer no Porto

Hellboy
© Mark Rogers
Filmes

Cinco filmes para ver em Abril

Um homem atraente que pode (ou não) ser um assassino em série e uma verdadeira besta com forma humana; um velho e sinistro cemitério índio e uma família enlutada; uma ancestral feiticeira morta-viva que entra em confronto com Hellboy; uma figura sobrenatural do folclore latino-americano que rouba os filhos das pessoas, e um brutal crime na indústria do cinema gay na Paris da década de 70. Eis os principais ingredientes dos cinco filmes de terror, sobrenatural ou produto da mente e da mão humana, que vão chegar aos cinemas em Abril, transformando-o num mês dominado pelo medo da primeira até à última semana. Recomendado: Coisas para fazer no Porto em Abril

Publicidade
Il Pizzaiolo
© Marco Duarte
Restaurantes

Os 50 melhores restaurantes no Porto

O Porto é para se viver de garfo e faca na mão. Porque não queremos que lhe dê a fraqueza enquanto percorre os quatro cantos da cidade, aqui tem uma lista feita à sua medida. Estes são os 50 melhores restaurantes no Porto, escolhidos a dedo pelos críticos e especialistas em Comer e Beber desta revista. E vai encontrar um pouco de tudo por aqui. Temos restaurantes com comida tradicional e outros com pratos de autor. Uns mais virados para a carne e outros mais orientados para a comida saudável. Em suma, um resumo do melhor que se faz na restauração portuense. Aproveite. Bom apetite. Recomendado: Os melhores bares no Porto

Publicidade