Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Os melhores pratos de comfort food no Porto e arredores
Restaurantes, Taberna dos Mercadores, Cozinha Tradicional, Feijoada de Marisco
©João Saramago Feijoada de mariscos da Taberna dos Mercadores

Os melhores pratos de comfort food no Porto e arredores

Está a precisar de um incentivo extra para sair de casa? Então consulte esta lista com os melhores pratos de comfort food no Porto e arredores

Por Teresa Castro Viana
Publicidade

Pratos de confecção lenta, em tacho e travessa de barro, feitos com ingredientes de sustento que aquecem a alma mas também o corpo. É disto que o povo precisa para enfrentar aqueles dias mais frios. Para lhe facilitar a vida, reunimos alguns dos melhores pratos de comfort food no Porto e arredores. Da feijoada de mariscos ao arroz de cabidela, os sabores apurados tomam conta desta lista. Caso esteja à procura de outro tipo de comida para animar o seu dia, vá provar um dos melhores hambúrgueres ou uma das melhores pizzas da cidade. 

Recomendado: Os melhores restaurantes de comida tradicional no Porto

Os melhores pratos de comida de conforto no Porto

Rogério do Redondo
Rogério do Redondo
© Marco Duarte

1. Massa à lavrador do Rogério do Redondo

Restaurantes Português Bonfim

Javali estufado com puré de batata, rancho, farinha de pau de peixe, mão de vitela com feijão vermelho, cabidela e tripas à moda do Porto são apenas alguns dos pratos de tacho que pode encontrar no Rogério do Redondo. Grande parte da carta deste restaurante, um clássico reaberto há menos de um ano, muda diariamente graças à sazonalidade e disponibilidade dos produtos. A massa à lavrador aparece no menu “mais ou menos duas vezes por mês”, garante Rogério Sá, e é a refeição perfeita para anteceder uma sesta. Feita com massa de cotovelos grossa, cenoura, tomate e penca, leva ainda feijão e um rol de ingredientes capazes de lhe dar sustento para o resto do dia: carne de vaca, orelheira, toucinho, morcela e chouriço.

Preço: 14,50€

Capim Dourado
Capim Dourado
© DR

2. Bobó de camarão do Capim Dourado

Restaurantes Brasileiro Cedofeita

Partilhar comida é sempre um acto de amor. Em Portugal, no Brasil, em qualquer parte do mundo. O bobó de camarão, um prato afro-brasileiro com mandioca, leite de coco e óleo de dendê como ingredientes, faz parte do receituário do país do samba e da bossa nova. No Capim Dourado, restaurante brasileiro em Cedofeita, é feita uma infusão do leite de coco com cascas de camarões e coentros. Leva 22 camarões (dois são Black Tiger) e é servido com arroz de coco. “É um prato que traduz da melhor forma a comfort food brasileira”, explica João Winck, chef e proprietário. Igualmente saborosa é a moqueca de pescada, camarões e maracujá com arroz de castanha do Pará, outro dos pratos de peixe da carta. Arranje companhia, mande vir os dois para a mesa e acrescente umas caipirinhas à equação.

Preço: 34€/duas pessoas

Publicidade
Restaurante Lider
Restaurante Lider
© Marco Duarte

3. Tripas à moda do Porto do Restaurante Lider

Restaurantes Português Bonfim

Servidas todos os dias neste restaurante com mais de 30 anos, as tripas do Líder, acompanhadas com arroz branco, são quase uma instituição. Muito leves, mas com os sabores todos no sítio – sente-se o feijão branco, a mão de vaca, o frango, os chouriços e a orelheira –, é um dos pratos fortes deste espaço, comandado por Manuel Moura, fundador e actual presidente da Confraria Gastronómica das Tripas à Moda do Porto. A açorda de gambas com lagosta e o arroz de robalo com gambas são opções de conforto para quem prefere o que vem do mar.

Preço: 19,50€/duas pessoas

Esplanada Marisqueira A Antiga
Esplanada Marisqueira A Antiga
© Marco Duarte

4. Açorda de lavagante do Esplanada Marisqueira A Antiga

Restaurantes Frutos do mar Matosinhos

Sim, esta açorda de lavagante azul da nossa costa é tão bonita que nem dá vontade de comer. Mentira. Dá e muita. Afinal, não é todos os dias que uma açorda de lavagante nos surge à frente dos olhos. Nesta, que se serve na Esplanada Marisqueira A Antiga, o lavagante é refogado em alho, sal, cebola e tomate e, nesse caldo, é colocado o pão partido que vai ser batido quase até se desfazer. Enquanto a travessa vai ao forno com um ovo para escalfar, o lavagante é descascado. No final, vai tudo parar-lhe à mesa. Dentro do campeonato das açordas, pode ainda provar a de marisco, lagosta e ovas ou a açorda de santola, uma novidade, que tem sido muito bem recebida pelos clientes. Entendemos porquê.

Preço: 92,50€/duas pessoas

Publicidade
Arroz de Tamboril
Arroz de Tamboril
©Claudia Paiva

5. Arroz de tamboril do Restaurante O Gaveto

Restaurantes Matosinhos

O arroz de tamboril é um daqueles pratos emblemáticos que está na carta no Inverno mas também no Verão e que, verdade seja dita, cai bem em qualquer altura do ano. O arroz carolino bem caldoso, a fugir pelo prato, e os pedaços generosos de tamboril, que normalmente chega de Matosinhos ou da Póvoa de Varzim, fazem deste preparado um sucesso por estas bandas. Afinal, quando o assunto é peixe, n’O Gaveto sabem bem o que fazem. E isso também se percebe pela procura de pratos de lampreia nesta altura do ano. Nota: se é um fã do bicho feio dos rios, conhecido por juntar bons garfos à mesa, este é um dos melhores sítios da cidade para o provar, seja em arroz ou à bordalesa.

Preço: 32,50€/duas pessoas

Restaurante, Ammar, Caldoso de rabo de boi, Cozinha de Autor
Restaurante, Ammar, Caldoso de rabo de boi, Cozinha de Autor
© DR

6. Caldoso de rabo de boi do Ammar

3 /5 estrelas
Restaurantes Leça da Palmeira

Na carta desde a abertura do restaurante, em 2016, o caldoso de rabo de boi, um dos pratos clássicos do Ammar, em Leça da Palmeira, é já um ícone do menu e a escolha dos clientes que não dispensam um bom prato de conforto. O rabo de boi, estufado lentamente num molho de carne e ervas, é a estrela da companhia. E com ele chega também o arroz arbóreo, os cogumelos shiitake e pleurotos, um jus de carne cheio de sabor, e as trufas, que finalizam o prato. Consegue encontrar melhor jantar para um dia de Inverno? Nós não.

Preço: 30,50€/duas pessoas

Publicidade
Restaurantes, Taberna dos Mercadores, Cozinha Tradicional, Feijoada de Marisco
Restaurantes, Taberna dos Mercadores, Cozinha Tradicional, Feijoada de Marisco
© João Saramago

7. Feijoada de mariscos da Taberna dos Mercadores

4 /5 estrelas
Restaurantes Português Ribeira

Cebola, alho e bom azeite estão na base da confecção de muitos pratos tradicionais portugueses. Como esta feijoada de mariscos, um dos pratos fortes da Taberna dos Mercadores (dos mesmos donos dos restaurantes Adega São Nicolau e Terreiro, todos na Ribeira). Feita com feijão branco, mexilhão, gambas, amêijoas e berbigão, é conforto servido num tacho. Está disponível todos os dias mas não é o único prato de sustento do restaurante. Os rojões, o incrível arroz de salpicão com costelinhas e o cozido à portuguesa, servido ao domingo, também fazem parte dos best-sellers.

Preço: 18,50€

O Chanquinhas - Arroz de Cabidela
O Chanquinhas - Arroz de Cabidela
© Marco Duarte

8. Arroz de cabidela d'O Chanquinhas

Restaurantes Português Leça da Palmeira

Todos os meses há novos restaurantes na cidade: uns com sandes de abacate e ovo, outros com pratos internacionais e cocktails para acompanhar a refeição. Mas ainda há clássicos e O Chanquinhas, em Leça da Palmeira, é um deles. Com mais de 40 anos de vida, continua a ser o destino dos comensais que preferem as toalhas brancas, o carrinho de sobremesas e, claro, a comida caseira a que mães e avós nos habituaram. Um dos pratos mais emblemáticos é o arroz de cabidela, feito com frango do campo cortado em pedaços e com pele. Sem grandes truques, leva a dose certa de sangue e vinagre e uma rodela de chouriça para dar sabor.

Preço: 17,50€ 

Publicidade
Cozinha da Amélia - Arroz de Vitela
Cozinha da Amélia - Arroz de Vitela
©João Saramago

9. Arroz de vitela com legumes do Cozinha da Amélia

4 /5 estrelas
Restaurantes Português Porto

Por cá gostamos de arrozes, secos ou caldosos, de ervilhas ou de berbigão, de cenoura ou de cabidela, de tomate ou de feijão. Vai tudo. Na Cozinha da Amélia toda a gente gosta do arroz de vitela com legumes, um prato que faz lembrar os cozinhados das nossas mães. Com arroz carolino, leva pedaços de vitela, couve coração, ervilhas, cenoura e um ovo estrelado com uma gema líquida que pede para ser envolvida com o resto. Está com água na boca? Então prepare-se para querer juntar outras coisas ao repasto. A costela mendinha assada no forno é um clássico, assim como os pratos de bacalhau e O Melhor Pão-de-Ló do Universo.

Preço: 9,50€ 

Broa
Broa
© Marco Duarte

10. Língua estufada com puré de batata, ervilhas e cenoura do Broa

Restaurantes Porto

No meio de tantos novos projectos gastronómicos, os restaurantes de cozinha tradicional portuguesa ainda dão que falar. Mantêm-se os grandes clássicos e nascem outros espaços de referência, como o Broa do chef Heitor de Melo. É lá que pode provar a língua de novilho estufada, cozinhada com louro, alho, cebola, tomate e chouriço e servida com um molho de ervilhas e cenoura. No fundo da travessa não falta o puré de batata cremoso, capaz de o fazer lembrar-se dos sabores da sua infância. O mesmo acontece com os filetes de polvo com arroz do mesmo e com o porco assado com arroz de forno e batata.

Preço: 12€ 

Publicidade
Nola Kitchen
Nola Kitchen
© DR

11. Oven eggs & greens do Nola Kitchen

Restaurantes Cafés Galerias

No meio de tantos pratos de peixe e carne, faltava um vegetariano. Não escolhemos um caril de grão, um arroz de cogumelos ou uma feijoada de legumes, mas sim estes ovos, uma das novas entradas na carta de Inverno do Nola Kitchen. “A ideia foi criar um prato inovador, saboroso e nutricionalmente equilibrado”, explica Maria Torres, proprietária. Os ovos são escalfados no forno a vapor, servidos com bimis salteados, espinafres, cebola em pickle, abacate esmagado e uma torrada de pão de fermentação natural. É terminado com queijo parmesão vegan, uma mistura de caju e levedura, e molho miso tahini.

Preço: 10€

O Rápido
O Rápido
© Cátia da Costa

12. Bacalhau à Rápido

Restaurantes Mediterrâneo São Bento

Quando o assunto é boa comida portuguesa, O Rápido é um dos restaurantes mais consensuais da cidade. Na carta há pratos emblemáticos com o nome da casa, como este bacalhau à Rápido. Na travessa de barro que lhe chega à mesa quente, vem uma posta de bacalhau da Islândia com cebolada e batatas fritas cortadas à mão e fritas no momento, pois claro. As tripas, a costela mendinha, os filetes de polvo e a posta de vitela são outros dos pratos que deve pedir.

Preço: 13€ 

Publicidade
Murgh Makhani do Mendi
Murgh Makhani do Mendi
© João Saramago

13. Murgh Makhani do Mendi

Restaurantes Indiano Porto

Há sítios obrigatórios e o Mendi, o restaurante indiano mais antigo da cidade, é um deles. Para quem gosta de comida indiana feita como deve ser e por quem sabe, este pequeno restaurante na Boavista é o destino certo. Entre os pratos da carta, o Murgh Makhani, um caril de frango com natas, tomate, caju em pó, manteiga e especiarias, como o cravinho e a canela, é um dos que mais sucesso faz. Acompanhe com uns naan e viaje até à Índia sem ter de sair do Porto.

Preço: 19,50€ 

Restaurante Praia da Luz
Restaurante Praia da Luz
© DR

14. Cataplana rica de peixes e mariscos do Restaurante Praia da Luz

Restaurantes Europeu contemporâneo Foz

Comer a ver o mar é um prazer que a maioria das pessoas não pode ter todos os dias. Por isso, quando a oportunidade surge, que seja para uma refeição digna de tal vista. Onde? No Restaurante Praia da Luz, na Foz. É lá que se serve esta cataplana de peixes e mariscos, “um dos pratos mais pedidos”, revela Renato Sá, o chef. Feita com cebola, alho, chouriço de porco preto para dar sabor, pimento vermelho, tomate frito, batata e um festim de peixes e mariscos de alto gabarito (robalo, garoupa, pescada, tamboril, vieiras, amêijoa e camarão tigre), leva ainda um caldo de lavagante e é finalizada com coentros e hortelã. O arroz de lavagante, a feijocada de polvo e o cachaço de porco preto com castanhas são outros dos pratos quentes altamente recomendáveis deste restaurante.

Preço: 35€/uma a duas pessoas ou 45€/duas a três pessoas

Publicidade
A Cozinha do Manel - Vitela Assada
A Cozinha do Manel - Vitela Assada
©Marco Duarte

15. Vitelinha assada no forno d'A Cozinha do Manel

4 /5 estrelas
Restaurantes Português Bonfim

Assada no forno a lenha e servida com batata assada, a vitelinha é um dos pratos mais adorados pelos clientes d’A Cozinha do Manel, um ícone da restauração portuense. Afinal, quem não gosta de uma vitela com a carne a desfazer-se, depois de cozinhada durante várias horas? Pois. Ninguém resiste. Ao mesmo nível estão o cabrito assado no forno a lenha, servido apenas por encomenda, e o arroz de pato à antiga. E porque nem só os salgados podem ser comida de conforto, à sobremesa não perca a aletria e as rabanadas d’Avó Piedade.

Preço: 13€

Mais restaurantes no Porto

Casa dos Presuntos o "Xico"
© Marco Duarte

As 10 melhores tascas no Porto

Restaurantes Português

Há dias em que apetece abusar do sal e da gordura e deixar os vegetais na gaveta do frigorífico. Quando isto acontece, o melhor é não contrariar a sua vontade e dirigir-se até uma das 10 melhores tascas no Porto. Nestes espaços a tradição mantém-se e come-se bem e barato. Seja ao almoço, a meio da tarde ou no fim de um dia de trabalho, peça um fino ou um copo de vinho e deixe que os petiscos se acomodem no estômago. Só mais uma coisa: se a sua dieta não aguentar este artigo, a culpa não é nossa.

Restaurante, Il pizzaiolo, Cozinha Italiana, Pizza napolitana
© Marco Duarte

Os 50 melhores restaurantes no Porto

Restaurantes

O Porto é para se viver de garfo e faca na mão. Porque não queremos que lhe dê a fraqueza enquanto percorre os quatro cantos da cidade, aqui tem uma lista feita à sua medida. Estes são os 50 melhores restaurantes no Porto, escolhidos a dedo pelos críticos e especialistas em Comer e Beber desta revista. E vai encontrar um pouco de tudo por aqui. Temos restaurantes com comida tradicional e outros com pratos de autor. Uns mais virados para a carne e outros mais orientados para a comida saudável. Em suma, um resumo do melhor que se faz na restauração portuense. Aproveite. Bom apetite. 

Publicidade
Black Angus Terminal 4450
© João Saramago

Os 10 melhores restaurantes de carne no Porto

Restaurantes Steakhouse

Para quem não vive sem um bom naco ou para quem só devora uma posta de vez em quando, na cidade não faltam alternativas para satisfazer o apetite aos clientes mais exigentes. Se não sabe onde as encontrar, espreite este artigo e descubra os 10 melhores restaurantes de carne no Porto aos quais deve ir pelo menos uma vez na vida. Por aqui encontra um pouco de tudo. Há cortes como o Tomahawk, peças como o costeletão maturado, e de raças como a Black Angus. Guarde esta lista bem guardada e bom apetite.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade