Declaração Amigável

Arte, Arte contemporânea
Gonçalo Barreiros, Declaração Amigável
DR O croqui de uma das últimas declarações amigáveis que o artista preencheu é o convite para a exposição

Foi através do trabalho diário no atelier que Gonçalo Barreiros se apercebeu que era queria fazer peças com estas formas — "com uma forma mais ou menos circular, mais ou menos elíptica, que na sua maioria aparentam estar no limite de pressão do ar possível. Outras há que quebram e desfalecem por insuficiência de pressão. Estas câmaras de ar vão de uns escassos vinte centímetros ao metro e dez de altura, são feitas em ferro e em todas elas está cravada uma válvula de ar adquirida numa loja de bicicletas", lê-se no comunicado de imprensa. A instalação que ocupa a Galeria Vera Cortês parte da ideia de acidente e das declarações amigáveis, esse documento formal de nome fofinho que descreve uma situação em que ninguém quer estar.

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening