Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Depois da revista, a exposição Lisboa Negra traz a periferia para o centro
Lisboa Negra, a exposição1/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição2/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição3/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição4/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição5/20
Gabriell VieiraDino D'Santiago com o barbeiro Mozer
Lisboa Negra, a exposição6/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição7/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição8/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição9/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição10/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição11/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição12/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição13/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição14/20
Gabriell VieiraEurico Correia Monteiro, embaixador da República de Cabo Verde
Lisboa Negra, a exposição15/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição16/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição17/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição18/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição19/20
Gabriell Vieira
Lisboa Negra, a exposição20/20
Gabriell Vieira

Depois da revista, a exposição Lisboa Negra traz a periferia para o centro

No Centro Cultural de Cabo Verde, o trabalho da Time Out ganha vida e dá protagonismo às muitas pessoas que põem Lisboa (e as suas comunidades) a mexer.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Foi em ambiente de festa que se fez a inauguração de "Lisboa Negra", o trabalho que deu capa à edição de Primavera da Time Out Lisboa, e que é agora uma exposição de fotografia no Centro Cultural de Cabo Verde. O momento de abertura da mostra contou com a presença do embaixador de Cabo Verde, Eurico Correia Monteiro, e uma conversa informal entre três dos protagonistas do trabalho, Dino D'Santiago, Naky Gaglo e Ricardo Maneira, conduzida pela jornalista Cláudia Lima Carvalho.

A exposição, que pretende dar visibilidade aos negócios e projectos de pessoas negras, mostrando uma Lisboa aberta que se estende à periferia, está patente no Centro Cultural de Cabo Verde até ao final de Agosto e a entrada é gratuita. 

Veja acima as fotografias da inauguração.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade