Do Tirar Polo Natural

Arte
do tirar polo natural

A grande exposição de Verão do MNAA reúne cerca de 200 obras, das mais variadas disciplinas artísticas, uma vez que cruza épocas históricas distintas sem qualquer organização por estilos. “Do Tirar Polo Natural” propõe uma montagem determinada por um olhar contemporâneo sobre a história do género. Acaba por ser uma exposição-ensaio, um inquérito sobre o poder do retrato, uma reflexão sobre a representação e o “tirar polo natural” – tal como definiu, no século XVI, Francisco de Holanda, o primeiro teórico do retrato europeu. Lado a lado, e frente a frente, vão estar obras de José de Almada Negreiros, Paula Rego, José Malhoa, Júlio Pomar, Susana Mendes Silva, Pedro Cabrita Reis, Alexandre O’Neill e Amadeo de Souza-Cardoso. 

LiveReviews|0
1 person listening