Lar Doce Lar

Arte
edificio dos leoes
1/2
Inês Félix
edificio dos leoes
2/2
Inês Félix

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

E se as artes são um dos pontos centrais deste novo centro cultural Edifício dos Leões, também há espaço para as exposições temporárias. A estreia foi entregue a Joana Vasconcelos e à sua exposição “Lar Doce Lar” (que fica até Maio de 2020), que contrabalançou as histórias de antigamente com uma visão mais moderna da arte. Os naperons, chuveiros, panelas e urinóis tomam conta de várias salas do Edifício dos Leões, sendo que cada uma das obras pertence a uma divisão da casa. O sapato Cinderela feito de tampas e panelas e o lustre Carmen feito de brincos ocupam o hall de entrada e, não muito longe, está o famoso piano Dentelle revestido a croché dos Açores. Esta técnica de forrar peças a croché não fica por aqui, há mais: um televisor onde passa em loop cenas da Eurovisão; faianças Bordalo Pinheiro; os urinóis duchampianos Marcel Marcel; ou até figuras escultóricas. Entre as obras da exposição ainda pode ver o sofá Brise, com flores de plástico e bolas de naftalina, os estendais da artista feitos com candeeiros, ou o abstracionismo da peça Diagonals, construída com azulejos Viúva Lamego e croché de lã – uma obra da própria colecção da artista. 



 

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias