Melancolia programada

Arte
Gabriel Abrantes
©DR Gabriel Abrantes

A Time Out diz

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme se os eventos continuam agendados.

Passados dez anos da primeira individual de Gabriel Abrantes numa instituição museológica nacional, no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, o cineasta e artista português volta a expor num museu em Portugal. Com curadoria de Inês Grosso, “Melancolia programada” instala-se na Central 1 do MAAT e revisita diferentes fases da carreira do artista, apresentando um conjunto de filmes num diálogo com pinturas, aguarelas e desenhos feitos ao longo de mais de dez anos. O autor aborda as questões de género e a sexualidade, as alterações climáticas e as tensões geopolíticas, o impacto da tecnologia e a ciência na cultura e na sociedade contemporâneas, ou as relações familiares, sociais e comunitárias.

Por Editores da Time Out Lisboa

Publicado:

Detalhes

Também poderá gostar
    Últimas notícias