Panorâmico de Monsanto

Atracções, Torres e miradouros Benfica/Monsanto Gratuito
5 /5 estrelas
(1comentário)
Miradouro Panorâmico do Monsanto
Fotografia: Francisco Santos

O novo miradouro de Lisboa tem quase meio século. Foi restaurante de luxo, bingo, discoteca, edifício de escritórios e armazém. Agora, este ovni desenhado pelo arquitecto Chaves da Costa tem uma nova vida – uma vida bem mais pacata: faz de miradouro, aquela que
 foi sempre a sua vocação secundária. A vista de 360º para toda a cidade e a localização privilegiada, no Alto da Serafina, fazem deste prédio devoluto o melhor sítio para ver as vistas em Monsanto. Para quê mentir? É a melhor vista de toda a cidade. Abandonado desde 2001, o Panorâmico recebia apenas a visita esporádica de exploradores urbanos, turistas, curiosos ou pessoas munidas com latas de tinta para fazer aquilo que as pessoas munidas com latas de tinta fazem. Ainda assim, pode ser visitado legalmente e em segurança: a Câmara Municipal de Lisboa retirou o entulho e colocou protecções.

Publicado:

Nome do local Panorâmico de Monsanto
Endereço Alto da Serafina
Lisboa

Horário Todos os dias 09.00-19.00
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|1
0 people listening
tastemaker

Devido a um artigo na Time Out, com data de 2016, sobre 50 coisas grátis a fazer em Lisboa fui "visitar" o restaurante panorâmico na época em que supostamente não era permitido. 
E até hoje, é o melhor miradouro de Lisboa. 
Absolutamente assombroso, ver a pista do aeroporto com os aviões a aterrar, os aviões que se fazem à pista pelo vale de Alcântara ficam a mais baixa altitude que nós e toda a cidade a baixo de nós. 
Aconselho num dia com céu azul para uma vista mais ampla, num dia com nuvens para fotografias com jogos de luz. 

O local e edifício é seguro e cheio de detalhes.
Ao lado há um jardim de inverno em ferro e vidro digno de um filme de Hollywood.

Obrigada Time Out pela experiência proporcionada pelo vosso artigo de 2016.