Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A Benamôr abriu uma “cozinha de beleza” no Campo das Cebolas
Notícias / Compras e estilo de vida

A Benamôr abriu uma “cozinha de beleza” no Campo das Cebolas

benamôr
Fotografia: Arlindo Camacho

Aos 92 anos, a marca portuguesa Benamôr está mais jovem do que nunca e abriu uma loja em Lisboa que é mais do que uma mera montra de produtos, é uma experiência.

A actual responsável pela produção dos cremes da Benamôr, a marca portuguesa nascida na década de 20, é a Dona São, carinhosamente apelidada por toda a gente envolvida no processo como “cozinheira”. Por isso, depois de fazer um lifting à marca em 2016, com um novo logo e a diversificação de produtos – a linha cresceu já de 3 para 27 referências – Pierre Stark, um dos três sócios responsáveis pelo relançamento, procurou um sítio para abrir uma “cozinha de beleza”, onde mostra o resultado das receitas da marca. “Não é só uma loja para vender produtos, é uma maneira de criar uma experiência diferente, que vai desde a experimentação dos produtos à parceria com outras marcas”, explica Stark à Time Out.

 

 

A loja, que abre oficialmente este sábado no número 20A da Rua dos Bacalhoeiros, é uma lufada de ar fresco na zona (e faz parte da primeira leva comercial no renovado Campo das Cebolas). As paredes estão forradas com azulejos brancos, os mosaicos do chão são inspirados no friso art déco das bisnagas. No centro da loja há uma bancada em mármore branco – construída a partir de um bloco de 600 quilos em poucos dias – que lembra as dos mercados, com um lavatório pronto para todas as experimentações. Os cremes estão cuidadosamente expostos em pratos de loiça em forma de peixe ou empilhados na perfeição. Ao fundo, um balcão em madeira, com uma balança semelhante à que em tempos idos esteve nesta antiga mercearia. É aqui que vai ser pesado o sabão, cujas barras chegam inteiras da fábrica e que serão cortadas à frente do cliente, como no antigamente. Pelo sim pelo não, ri-se Stark, há uma balança automática ao lado.

 

A rainha D. Amélia, uma das clientes mais conhecidas da marca que se estreou no número 200 da Rua Augusta, havia de gostar de estar cá para ver a evolução da marca, que faz questão de ter fotografias e tesourinhos de outros tempos pendurados na parede, para contar a história como deve ser. Ao creme de rosto original, que mantém a fórmula original e é sem parabenos, aos cremes de mãos Alantoíne e creme gordo, os três produtos mais conhecidos, juntaram-se novos aromas e, nos últimos meses, o gel de banho, o óleo seco com rosas e o creme de corpo.

Na loja no Campo das Cebolas há uma colaboração especial e exclusiva, com a marca portuguesa de cadernos Fine&Candy, que pôs os frisos do packaging nos cadernos, havendo um por linha.  “Adoramos a Fine&Candy, eles fazem um trabalho de pormenor, com muito cuidado”, diz Stark, falando em partilha de valores como a condição essencial para parcerias. Esta fica na loja até Janeiro mas já estão a pensar em mais, sem se limitar a uma categoria de produto. A partir de Fevereiro tanto pode haver gamas de chá como cerâmica.

 

Em Lisboa, os produtos Benamôr estão à venda no El Corte Inglés, lojas Perfumes&Companhia e n’A Vida Portuguesa. Lá fora já estão presentes em seis países e a conquista do mundo continuará em força.

Rua dos Bacalhoeiros, 20 A (Campo das Cebolas). 21 800 3037. Seg-Sáb 10.00-20.00.

Publicidade
Publicidade