A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Aaarrrgghhh!! Já não há mais piratas em Lisboa

Por
Luis Leal Miranda
Publicidade

Fechou o Pirata dos Restauradores. O bar/tasca desaparece e com ele duas das receitas mais populares de Lisboa – marcos da mixologia vernacular da cidade: o Pirata e o Perna de Pau, misturas de vinhos generosos com gasosa que serviam de aperitivo para muita gente que trabalhava na zona.

No cemitério das bebidas alcoólicas típicas da capital, as especialidades do Pirata vão fazer companhia ao cup, à trombada e ao marujo, outras misturas de vinhos e licores com gasosa, entretanto extintos.

O Pirata estava no número 15 dos Restauradores desde 1921 e é o segundo espaço comercial a fechar desde o final do ano passado, quando o café Young Liberty arrumou a esplanada pela última vez. No edifício onde estava o Pirata resiste a loja das Lãs Imperial e a Residencial dos Restauradores. O projecto para transformar aquele prédio no The Boulevard, um conjunto de 46 apartamentos de luxo para alugar a turistas, arranca este ano e deve estar concluído no primeiro semestre de 2018.

Últimas notícias

    Publicidade