A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Acessórios à LUPA na nova loja pop-up da Mouraria

Escrito por
Inês Garcia
Publicidade

Quatro amigos designers de acessórios, todos com lojas online, um ou outro ponto de venda e, vai não vai, presenças em mercados urbanos, estavam a sentir falta de um sítio próprio, com montra a sério e onde conseguissem contar a sua história. Juntaram-se e abriram a LUPA, uma loja pop-up experimental na Mouraria.

O espaço é pequenino mas as letras cor de laranja forte coladas na montra de vidro não o deixam passar despercebido. Há mochilas, bolsinhas, pins e colares das três marcas portuguesas: a wetheknot, a BirdWalk e Tânia Gil. 

“Como é um espaço pequeno não queríamos que estivesse muito cheio, para ter uma leitura fácil. Mas ao mesmo tempo tem carácter”, diz à Time Out Sara Ventura, da BirdWalk. Por isso cada um ganhou uma parede-expositor só para si enquanto a montra é partilhada por todos.

A parede do lado direito de quem entra é de Filipe Cardigos e Sérgio Gameiro, os designers gráficos da wetheknot, que produzem acessórios como estojos multiusos e algumas peças de roupa, sempre minimalistas e intemporais. Também são eles os responsáveis pela Mau mau mau, que tem merchadinsing para turistas sem ser daquele muito óbvio, com mapas bonitos da cidade e pins cortados a laser no FabLab com forma de animais.

wetheknot

A parede do fundo calhou à joalheira Tânia Gil, que utiliza elementos naturais provenientes do mar e da floresta e os transforma em jóias.

Tânia Gil

O lado esquerdo da loja pertence à BirdWalk, de Sara Ventura, que faz malas e mochilas, todas de edição limitada, com a particularidade de se adaptarem conforme o que transportam – uma mala de computador, por exemplo, pode transformar-se num género de pochete, mais pequena, para sair à noite.

BirdWalk

Por enquanto, a LUPA encaixa na terminologia de pop-up, mas já há planos para prolongar a loja temporária. Até ao final de Dezembro, estes quatro amigos vão estar de pedra e cal na Mouraria – mesmo a calhar para as prendas de Natal que apoiam o comércio local – mas no início do novo ano, depois do balanço destes primeiros três meses feito, a ideia é não só continuar com a loja física, mas também juntar-lhe outras  pequenas marcas portuguesas. “A loja tem uma parte muito grande atrás. Queremos dinamizá-la aos poucos”, diz Sara Ventura. A ver vamos quem faz pop.

Calçada de Santo André, 82 (Mouraria). Seg-Sáb 10.30-19.00.

Últimas notícias

    Publicidade