Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Comida portuguesa, espanhola e sul-americana, além de uma porca no tecto: assim é o Gazpaxo
Notícias / Comida

Comida portuguesa, espanhola e sul-americana, além de uma porca no tecto: assim é o Gazpaxo

gazpaxo

É inevitável falar da porca Rosita, suspensa no tecto com balões coloridos. Mas o Gazpaxo, novo espaço no Saldanha, é mais do que aquilo que salta à vista. Para já, não é um restaurante. “É um comedor”, ou seja, “um quartinho de comer, pequeno” com comida portuguesa, espanhola e sul-americana, conta Maria Garcês, espanhola, que está à frente do negócio com o marido, Sérgio – são também os donos dos gelados Paletaria, no Bairro Alto. 

 

O gaspacho é, claro, um dos pratos principais da casa. Há o tradicional (5€) e o de abacate, com lima e coentros (8€), e há também ceviches (13€), burritos, tacos e um bife tártaro (carne d’onça, chamam-lhe no Brasil) temperado com medronho em vez da cachaça usada em Curitiba (12). Mas a carta ainda está a ser afinada.“Estamos em soft opening e a experimentar vários pratos”, diz Sérgio, que passa a vida a testar combinações.

 

Tártaro de beterraba com maionese vegan
Fotografia: Manuel Manso

 

Nesta fase, estão abertos apenas aos almoços e só por reserva aos jantares. À noite servem menus de degustação para 4 a 10 pessoas, sempre diferentes e sem preço fixo. Num dos últimos testes entrou o bacalhau fumado com grão e ovo a baixa temperatura.

 

Rosita, com massa folhada, maçã e doce de ovos
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Também com twist, há margaritas de morango. Na primeira semana, quando faltou a tequila, substituíram-na por medronho caseiro do Algarve e criaram um conceito vencedor: as medronhitas de morango. Para sobremesa há a tempura de chocolate negro, as rositas (na foto) ou uma tarte gelada de maracujá com doce de leite

Avenida Praia da Vitória, 47 (Saldanha). Seg-Sex 12.00-19.00.

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments