Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Conheça a Comunidade Hindu por dentro no LisbonWeek
Notícias / Vida urbana

Conheça a Comunidade Hindu por dentro no LisbonWeek

Templo Radha Krishna
©CHP

De 25 de Março a 2 de Abril, o LisbonWeek ocupa o Lumiar com o desejo de que os lisboetas lhe copiem os passos. Mais do que tentar dizer bem o nome do Templo Radha Krishna, é passar por lá e conhecer-lhe os cantos

O Templo Radha Krishna é um mundo à parte em plena Lisboa. Entrar no lugar sagrado da Comunidade Hindu de Portugal é uma das propostas mais ousadas do LisbonWeek 2017, que na sua nova edição, a arrancar dia 25 de Março, sugere que rumemos todos ao Lumiar.

E se já não é suficientemente exótico conhecer este lugar, com os seus costumes e filosofias, o LisbonWeek garante que não há tempos mortos. Há workshops de yoga, várias modalidades de dança indiana, actividades dedicadas ao chá, um jantar vegetariano – tudo quanto aproxime os alfacinhas desta cultura.

Mas pronto, também não precisa de se sentir obrigado, são só ideias. Se a sua onda é mais cinema saiba que há um ciclo que decorrerá entre o Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro e os Estúdios da Tóbis (sede do ICA). E despache-se porque é das poucas propostas que requer reserva (reservas@lisbonweek.com). A programação passa por filmes portugueses como Balada de um Batráquio, de Leoner Teles, As Cartas da Guerra, de Ivo M. Ferreira, e Os Maias, de João Botelho, entre tantos outros.

Depois há concertos, pianos em estações de metro a pedir para serem tocados, visitas culturais de toda a espécie, de igrejas à arte urbana, exposições, tudo. O Lumiar vai a todas.

  

 

Publicidade
Publicidade

Comentários

1 comments
Alexandra V

O Templo tem uma cantina com acesso aberto a todas as pessoas, 
Só conheço que está aberto durante a semana no período de almoço. 
A comida servida é vegetariana e em buffet simples. 
É comida típica e não agradável a todos os paladares. 
É muito movimentada e nem sempre há muita quantidade de comida. 
O espaço é modesto e o acesso é difícil, pelo menos o que conheço foi pela garagem. 
Vale a pena a experiência pelo menos uma vez na vida.