Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Diogo Infante é o novo director artístico do Teatro da Trindade
Notícias / Teatro e artes performativas

Diogo Infante é o novo director artístico do Teatro da Trindade

diogo infante
©Carlos Ramos

Depois de já ter liderado o Maria Matos e o Teatro Nacional D. Maria II, o actor e criador português chega agora ao Teatro da Trindade para substituir Inês de Medeiros.

 

Depois da eleição de Inês de Medeiros para a presidência da Câmara Municipal de Almada, o lugar que ocupava como directora artística e programadora do Teatro da Trindade ficou vago. A escolha para o ocupar, sabe-se agora, recaiu sobre Diogo Infante. Em comunicado, a Fundação do Inatel, que gere os destinos da estrutura, explica que “a escolha de Diogo Infante, com as funções descritas, justifica-se pela sua competência, experiência e trabalho, plenamente reconhecidos no panorama artístico e teatral nacional”. Hugo Paulito, até agora director-adjunto de Inês de Medeiros, assume o cargo de director executivo.

A aposta em Diogo Infante é relativamente esperada, tendo em conta o seu percurso enquanto programador, tendo já passado pelo Maria Matos de 2006 a 2008 e pelo Teatro Nacional D. Maria II de 2008 a 2011. Já este ano, em Abril, esteve no palco do teatro que agora vai liderar com Quem Tem Medo de Virginia Woolf, contracenando com Alexandra Lencastre.

Este é um ano importante na Trindade. Foi em 2017 que as produções próprias regressaram à casa, e é em 2017 que se assinalam os 150 anos do teatro. O futuro parece promissor.

 

Publicidade
Publicidade